Quarta-feira, 27 de Junho de 2012

A DESACELERAÇÃO da INDIA e a ASCENSÃO da INDONÉSIA


Desaceleração da economia indiana afasta investimento estrangeiro
Por: Guilherme Santana
CHENNAI, Índia 27 de junho de 2012



Países membros BRICS – Fonte: Wikicommons
Integrado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, o BRICS – assim apelidado pelo economista Jim O’Neill – é a combinação dos países emergentes com o maior potencial de mercado. Porém, um destes países tem perdido força frente as outras economias mundiais.

A Índia está entre as maiores economias e apresenta um forte mercado consumidor interno, além de se destacar no setor de Tecnologia da Informação (TI). Mas isso não a tem o país asiático a evitar a queda de investimentos estrangeiros nos últimos dois anos.

O mercado investidor tem perdido a paciência com a paralisia política e desaceleração do crescimento econômico do país. “A Índia foi vendida com a promessa de alto crescimento que simplesmente não foi cumprida ao longo dos últimos quatro anos”, disse Gautam Prakash, fundador do fundo de proteção americano Monsoon Capital. Os escândalos de corrupção e inflação elevada foram adicionados aos problemas. O país enfrenta um crescimento lento nos últimos três anos, enquanto o déficit fiscal sofre alto avanço.

Mas os problemas que a Índia tem enfrentado não são os únicos que assolam o BRICS. A hostilidade entre os países geradores da sigla é um problema muito maior. A Rússia está aumentando os seus investimentos militares para defender a sua soberania frente a China. Índia e China têm diferenças quanto aos limites de suas fronteiras, sendo que a segunda já declarou que o problema não será resolvido tão cedo.

Em relação ao comércio, a Índia iniciou medidas antidumping contra a China, enquanto o Brasil juntou-se aos EUA e a União Europeia em uma disputa na Organização Mundial do Comércio (OMC) contra práticas comerciais chinesas.


Ameaça vizinha

Com a falha da Índia em cumprir sua promessa de crescimento, a Indonésia se encontra em uma posição para atrair os investidores com maiores retornos no mercado acionário, uma melhor gestão fiscal e menor inflação. O PIB indiano caminhava na casa dos 9 a 10% quando se aliou ao BRICS. De lá para cá a economia do país teve uma séria desaceleração. Já a Indonésia, faz o caminho oposto.

Na mesma época a economia do país alcançava os tímidos 4 a 5%, e vem em uma crescente forte. A Indonésia tem finanças públicas sólidas, crescimento forte, um mercado consumidor crescente e abundância de recursos para manter a economia em constante desenvolvimento. A economia da Índia atingiu um ponto áspero com o ritmo mais lento de crescimento em três anos e com um governo que não consegue cumprir as reformas econômicas.

O desinteresse pela Índia gerou no mês de abril deste ano, de acordo com dados da Reuters, uma retirada de 403 milhões de dólares de ações indianas e títulos por investidores estrangeiros. Embora seja difícil estimar o quanto da perda da Índia tem sido o ganho da Indonésia, os observadores dizem que muitos investidores têm olhado cada vez mais para a Indonésia como uma alternativa para a Índia.

Com informações do The Times of India, IBN Live e Rediff Business.

FONTE: http://ianoticia.com

tags:
publicado por surfandonoassude às 06:29
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
17
20
21
22
23
26
28
29
30
31

.posts recentes

. A MENTIRA do RELATIVISMO

. SALVAÇÃO, de Onde Ela Vem...

. CONTROLE DO CLIMA - GUERR...

. GUERRAS e RUMORES de GUER...

. 75 MIL BRASILEIROS serão ...

. POSSÍVEL GUERRA Sul-ameri...

. ARMAGEDON FINANCEIRO depo...

. "E HAVERÁ SINAIS no SOL e...

. CIDADES "FANTASMAS" també...

. CRISTÃOS são CRUCIFICADOS...

.arquivos

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Maio 2010

. Abril 2010

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds