Terça-feira, 31 de Julho de 2012

SÍRIA - PIVÔ e VÍTIMA da GEOPOLÍTICA

. 
A guerra dos EUA-NATO contra a Síria:
Forças navais do ocidente frente às da Rússia ao largo da Síria
por Michel Chossudovsky

"Quando voltei ao Pentágono em Novembro de 2001, um dos oficiais superiores do staff teve tempo para uma conversa. Sim, ainda estamos a caminho de ir contra o Iraque, disse ele. Mas havia mais. Isto estava a ser discutido como parte de um plano de campanha de cinco anos, disse ele, e havia um total de sete países, a começar pelo Iraque, a seguir a Síria, Líbano, Líbia, Irão, Somália e Sudão".
Wesley Clark, antigo comandante-geral da NATO

"Deixe-me dizer aos soldados e oficiais que ainda apoiam o regime sírio – o povo sírio recordará as escolhas que fizerem nos próximos dias..."
Secretária de Estado Hillary Clinton, conferência Friends of Syria, em Paris, 07/Julho/2012

Enquanto a confrontação entre a Rússia e o Ocidente estava, até recentemente, confinada ao âmbito polido da diplomacia internacional, dentro do recinto do Conselho de Segurança da ONU, agora uma situação incerta e perigosa está a desdobrar-se no Mediterrâneo Oriental.

Forças aliadas incluindo operativos de inteligência e forças especiais reforçaram a sua presença sobre o terreno na Síria a seguir ao impasse da ONU. Enquanto isso, coincidindo com o beco sem saída no Conselho de Segurança da ONU, Moscovo despachou para o Mediterrâneo uma frota de dez navios de guerra russos e navios de escolta comandados pelo destróier anti-submarino Almirante Chabanenko. A frota russa está actualmente estacionada ao largo da costa Sul da Síria.

Em Agosto do ano passado, o vice-primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Rogozin, advertiu que "a NATO está a planear uma campanha militar contra a Síria para ajudar a derrubar o regime do presidente Bashar al-Assad com um objectivo de longo alcance de preparar uma cabeça de ponte para um ataque ao Irão..." Em relação à actual deslocação naval, o chefe da Armada da Rússia, vice-almirante Viktor Chirkov, confirmou, entretanto, que se bem que a frota [russa] esteja a transportar fuzileiros navais, os navios de guerra "não seriam envolvidos em Tarefas na Síria". "Os navios executarão manobras militares planeadas", disse o ministro russo da Defesa.

A aliança EUA-NATO retaliou à iniciativa naval da Rússia, com uma deslocação naval muito maior, uma formidável armada ocidental consistente de navios de guerra britânicos, franceses e americanos, previstos para serem ali instalados neste Verão no Mediterrâneo Oriental, levando a uma potencial "confrontação estilo Guerra Fria" entre a Rússia e forças navais ocidentais.
Enquanto isso, planeadores militares dos EUA-NATO anunciaram que várias "opções militares" e "cenários de intervenção" estão a ser contemplados na sequência do veto russo-chinês no Conselho de Segurança da ONU.

O planeado posicionamento naval é coordenado com operações aliadas no terreno em apoio ao "Exército Sírio Livre" (ESL) patrocinado pelos EUA-NATO. Quanto a isto, os EUA-NATO aceleraram o recrutamento de combatentes estrangeiros treinados na Turquia, Iraque, Arábia Saudita e Qatar.
(Navios de guerra russos entram no Mediterrâneo, rumo à Síria, timesofmalta.com, 24/Julho/2012)


A França e a Grã-Bretanha participarão este Verão em jogos de guerra com o nome de código Exercise Cougar 12 [2012]. Os jogos serão efectuados no Mediterrâneo Oriental como parte de um "Response Force Task Group" franco-britânico envolvendo o HMS Bulwark britânico e o grupo de batalha do porta-aviões Charles De Gaulle da França. O centro deste exercício naval serão operações anfíbias envolvendo a colocação em terra firme de tropas no "território inimigo" (simulada).



Cortina de fumo: A proposta evacuação de cidadãos ocidentais "Utilizando uma humanitária frota naval de armas de destruição em massa"
Pouco mencionado pelos media de referência, os navios de guerra envolvidos no exercício naval Cougar 12 também participarão na planeada evacuação de "cidadãos britânicos do Médio Oriente, caso o conflito em curso na Síria extravase fronteiras para os vizinhos do Líbano e da Jordânia".

Os britânicos provavelmente enviariam o HMS Illustrious, um porta-helicópteros, juntamente com o HMS Bulwark, um navio anfíbio, bem como um destróier avançado para providenciar defesa à força-tarefa. Estarão a bordo várias centenas de comandos da Royal Marine, bem como um complemento de helicópteros de ataque AH-64 (os mesmos utilizados na Líbia no ano passado). Espera-se que se lhe junte uma frota de navios franceses, incluindo o porta-aviões Charles De Gaulle, transportando um complemento de caças Rafale.
Espera-se que aquelas forças permaneçam ao longo e possam escoltar navios civis especialmente fretados destinados a recolher cidadãos estrangeiros a fugirem da Síria e países em torno. (ibtimes.com, 24/Julho/2012).

Fontes no Ministério da Defesa britânico, se bem que confirmando o "mandato humanitário" da Royal Navy no planeado programa de evacuação, negaram categoricamente "qualquer intenção quanto a um papel de combate para forças britânicos [contra a Síria]".

O plano de evacuação utilizando o mais avançado material militar, incluindo o HMS Bulwark e o porta-aviões Charles de Gaulle, é uma cortina de fumo óbvia. A agenda militar não tão escondida é ameaça militar e intimidação contra uma nação soberana localizada no berço histórico da civilização, a Mesopotâmia":

"Só o Charles De Gaulle é porta-aviões nuclear com todo um esquadrão de jactos mais avançados do que qualquer coisa que os sírios tenham – é especulação de incitamento [dizer] que aquelas forças pudessem ficar envolvidas numa operação da NATO contra forças sírias leais a Bashar al-Assad...
O HMS Illustrious, que está actualmente ancorado no Tamisa, no centro de Londres, provavelmente será enviado para a região no fim das Olimpíadas". (Ibid)

Este deslocamento impressionante de poder naval franco-britânico poderia também incluir o porta-aviões USS John C.Stennis, o qual está para ser enviado de volta ao Médio Oriente:


[Em 16/Julho/2012], o Pentágono também confirmou que iria reposicionar o USS John C. Stennis, um porta-aviões nuclear capaz de transportar 90 aviões, para o Médio Oriente... O Stennis estaria a chegar na região com um cruzador avançado de lançamento de mísseis, ... Já é esperado que o porta-aviões USS Eisenhower esteja no Médio Oriente naquele momento (dois porta-aviões actualmente na região estão para ser aliviados e enviados de volta para os EUA).

Em meio a situações imprevisíveis tanto na Síria como no Irão, que teriam deixado forças estado-unidenses tensas e excessivamente sobrecarregadas se fosse necessária uma firme resposta militar em qualquer circunstância. (Ibid, ênfase acrescentada)

O grupo de ataque USS Stennis está para ser enviado de volta ao Médio Oriente "numa data não especificada no fim do Verão" para ser posicionado na área de responsabilidade do Comando Central:

"O Departamento da Defesa disse que o deslocamento anterior viera de um pedido feito pelo general do Marine Corps James N. Mattis, o comandante do Comando Central (a autoridade militar dos EUA que cobre o Médio Oriente), parcialmente devido à preocupação de que haveria um curto período em que apenas um porta-voz estaria localizado na região". (Strike group headed to Central Command early - Stripes Central - Stripes, July 16, 2012)
O Gen. Marine James Mattis, comandante do U.S. Central Command, "pediu para avançar o posicionamento do grupo de combate com base num "conjunto de factores" e o secretário da Defesa Leon Panetta aprovou-o"... (ibid)

Um porta-voz do Pentágono declarou que a mudança de posicionamento do grupo de ataque USS Stennis fazia parte de "um vasto conjunto de interesses de segurança dos EUA na região". "Estamos sempre atentos aos desafios colocados pelo Irão. Deixe-me ser muito claro: Esta não é uma decisão baseada unicamente nos desafios colocados pelo Irão, ..."Não é acerca de qualquer país particular ou uma ameaça particular", dando a entender que a Síria também fazia parte do posicionamento planeado. (Ibid, ênfase acrescentada)

"Cenários de intervenção"

Este maciço posicionamento de poder naval é um acto de coerção tendo em vista aterrorizar o povo sírio. A ameaça de intervenção militar tem em vista desestabilizar a Síria como estado nação bem como confrontar e enfraquecer o papel da Rússia na intermediação da crise síria.

O jogo diplomático da ONU está num impasse. O Conselho de Segurança da ONU está morto. A transição é em direcção à "Diplomacia guerreira" do século XXI.

Se bem que uma operação militar aliada total dirigida contra a Síria não esteja "oficialmente" contemplada, planeadores militares estão actualmente envolvidos na preparação de vários "cenários de intervenção".

Líderes políticos ocidentais podem não ter apetite por intervenção mais profunda. Mas como a história tem mostrado, nós nem sempre escolhemos que guerras combater – por vezes as guerras escolhem-nos.Planeadores militares tem a responsabilidade de preparar para opções de intervenção na Síria para os seus mestres políticos caso este conflito seja escolhido. A preparação estará a ser efectuada em várias capitais ocidentais e sobre o terreno na Síria e na Turquia. Até o ponto do colapso de Assad, é mais provável que vejamos uma continuação ou intensificação das opções abaixo do radar de apoio financeiro, armamento e aconselhamento dos rebeldes, operações clandestinas e talvez guerra cibernética a partir do Ocidente. Após algum colapso, entretanto, as opções militares serão vistas a uma luz diferente. ( Daily Mail, 24/Julho/2012, ênfase acrescentada)

Observações conclusivas
O mundo está numa encruzilhada perigosa.

A configuração deste planeado posicionamento naval no Mediterrâneo Oriental com navios de guerra dos EUA-NATO contíguo àqueles da Rússia é sem precedentes na história recente.
A história conta-nos que guerras são muitas vezes desencadeadas inesperadamente devido a "erros políticos" e erro humano. Os segundos são os mais prováveis dentro no âmbito de um sistema político desagregados e corrupto nos EUA e na Europa Ocidental.

O planeamento militar EUA-NATO é supervisionado por uma hierarquia militar centralizada. Operações de Comando e Controle são em teoria "coordenadas" mas na prática muitas vezes elas são marcadas pelo erro humano. Operativos de inteligência muitas vezes funcionam independentemente e fora do âmbito da responsabilidade política.

Planeadores militares são agudamente conscientes dos perigos de escalada. A Síria tem capacidades de defesa aérea significativas bem como forças terrestres. A Síria tem estado a instalar seu sistema de defesa aérea com a recepção dos mísseis russos Pantsir S1 . Qualquer forma de intervenção militar directa dos EUA-NATO contra a Síria desestabilizaria toda a região, levando potencialmente à escalada numa vasta área geográfica, que se estende desde o Mediterrâneo Oriental até a fronteira do Afeganistão-Paquistão com o Tadjiquistão e China.

O planeamento militar envolve cenários intricados e jogos de guerra por ambos os lados incluindo opções militares relativas a sistema de armas avançados. Um cenário Terceira Guerra Mundial tem sido contemplado pelos planeadores militares EUA-NATO-Israel desde o princípio de 2000.

A escalada é uma parte integral da agenda militar. Preparativos de guerra para atacar a Síria e o Irão têm estado num "estado avançado de prontidão" durante vários anos.

Estamos a tratar com complexas tomadas de decisão políticas e estratégicas que envolvem a acção recíproca de poderosos grupos de interesses económicos, as acções de operativos de inteligência.

O papel da propaganda de guerra é fundamental não só para moldar a opinião pública, levando-a a aceitar a agenda de guerra, como também para estabelecer um consenso dentro dos escalões superiores do processo de tomada de decisão. Uma forma selectiva de propaganda de guerra destinada a "Top Officials" (TOPOFF) em agências do governo, inteligência, militares, aplicadores da lei, etc destina-se a criar um consenso firme em favor da Guerra e do Estado Policial.

Para o projecto guerra ir em frente é essencial que tanto os planeadores políticos como os militares estejam legitimamente comprometidos em conduzir a guerra "em nome da justiça e da democracia". Para que isto se verifique, eles devem acreditar firmemente na sua própria propaganda, nomeadamente em que a guerra é "um instrumento de paz e democracia".

Eles não têm preocupação para com os impactos devastadores de sistemas de armas avançados, rotineiramente classificados como "danos colaterais", muito menos o significado e significância de guerra antecipativa (pre-emptive), utilizando armas nucleares.

As guerras são invariavelmente decididas por líderes civis e grupos de interesse e não pelos militares. A guerra serve interesses económicos dominantes os quais operam a partir dos bastidores, por trás de portas fechadas em salas de reunião corporativas, nos think tanks de Washington, etc.

As realidades são invertidas. Guerra é paz. A Mentira torna-se a Verdade.

A propaganda de guerra, nomeadamente as mentiras dos media, constituem o mais poderoso instrumento guerreiro.

Sem a desinformação dos media, a agenda guerreira conduzida pelos EUA-NATO entraria em colapso como um castelo de cartas. A legitimidade dos criminosos de guerra em altos postos seria rompida.

Portanto é essencial desarmar não só os media de referência como também um segmento dos media alternativos auto proclamados como "progressistas", os quais têm proporcionado legitimidade para a obrigação da "Responsabilidade de proteger" ("Responsibility to protect, R2P) da NATO, em grande medida tendo em vista desmantelar o movimento anti-guerra.

A estrada para Teerão passa por Damasco. Uma guerra ao Irão patrocinada pelos EUA-NATO envolveria, como primeiro passo, a desestabilização da Síria como uma nação-estado. O planeamento militar relativo à Síria é uma parte integral da agenda de guerra ao Irão.

Uma guerra contra a Síria poderia evoluir na direcção de uma campanha militar EUA-NATO contra o Irão, na qual a Turquia e Israel estariam envolvidas directamente.

É crucial difundir esta notícia e romper os canais de desinformação dos media.

Um entendimento crítico e não enviesado do que está a acontecer na Síria é de importância crucial na reversão da maré de escalada militar rumo a uma guerra regional mais vasta.

Nosso objectivo em última análise é desmantelar o arsenal militar EUA-NATO-israelense e restaurar a Paz Mundial.

É essencial que o povo no Reino Unido, na França e nos Estados Unidos impeça o próximo posicionamento naval de ADM no Mediterrâneo Oriental.

Ajude a difundir. Reenvie este artigo.

26/Julho/2012

Do mesmo autor:

SYRIA: NATO's Next "Humanitarian" War?
"A opção salvadorenha para a Síria"
Uma "guerra humanitária" à Síria? Escalada militar. Rumo a uma guerra mais vasta no Médio Oriente-Ásia Central?

O original encontra-se em http://www.globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=32079

Este artigo encontra-se em http://resistir.info/ .
publicado por surfandonoassude às 17:33
link do post | comentar | favorito

O CAVALO DE TRÓIA do Diabo - O Liberalismo dito "Cristão"


Igrejas liberais perdem membros e estão perto do fim
O jornal The New York Times publicou um artigo controverso, [no qual] analisa os recentes movimentos liberais dentro das denominações cristãs e aponta como isso pode decretar o fim delas. Em 1998, o controverso bispo Episcopal de Newark, John Shelby Spong, publicou um livro intitulado Por que o Cristianismo Deve Mudar ou Então Morrerá. Spong representava uma ala da denominação que abandonou quase todos os elementos da fé cristã tradicional e teve muitos seguidores. A maioria dos líderes da Igreja Episcopal Anglicana viram nas últimas décadas sua igreja se tornar uma das entidades cristãs mais progressistas do mundo. Aos poucos foi abrindo-se para as imposições de grupos que desejavam ver a ordenação de pastores gays, depois a celebração religiosa do casamento gay e mais recentemente a ordenação de ministros transgêneros.
Como resultado desses movimentos internos, hoje a Igreja Episcopal é extremamente flexível sobre questões de dogma, apoia a libertação sexual em quase todas as suas formas, mostra-se disposta a misturar o cristianismo com outras religiões e minimiza aspectos da teologia em favor de causas políticas seculares.

O resultado, contudo, tem sido diferente do esperado. Ao invés de atrair um público mais jovem, mais desejoso ou aberto a essas mudanças, os números indicam que a morte da Igreja Episcopal pode estar se aproximado rapidamente. Segundo um levantamento divulgado este ano, na década 2000-2010, a média de frequência dominical caiu 23%, e nenhuma diocese episcopal viu um aumento no numero de pessoas indo à igreja.

Esse rápido declínio é o mais recente capítulo de uma história que começou nos anos 1960. As discussões desencadeadas naquela época marcaram o início de tentativas de manter as igrejas episcopais relevantes e adaptadas aos novos tempos.

Na contramão desse movimento, as denominações mais tradicionais, especialmente as de fundo pentecostais, marcadas muitas vezes por seus “usos e costumes” experimentaram uma verdadeira explosão no número de membros, sobretudo na África e América do Sul. O viés mais liberal do cristianismo simplesmente entrou em colapso. Praticamente todas as denominações que fizeram concessões teológicas – Metodista, Luterana, Presbiteriana – tentando adaptar-se aos valores contemporâneos viu a queda na frequência à igreja. Dentro da Igreja Católica, ocorreu algo similar, pois as ordens religiosas mais progressistas também entraram em declínio tanto no número de membros quanto no de novos ministros.

Estudiosos apontam que essas formas de cristianismo continuarão entrando em declínio no futuro. A ideia parece ser a necessidade de se redefinir o que é o cristianismo liberal – onde a fé impulsiona uma reforma social, sem desprezar a necessidade de conversão pessoal. [...]

Os líderes da Igreja Episcopal e das denominações com posturas semelhantes não parecem estar oferecendo algo que se distinga de um liberalismo puramente secular. Ou seja, todas essas tentativas de “mudar para não morrer” poderão resultar justamente em sua morte como denominação.

(Gospel Prime)

Nota: Na verdade, diferentemente do que sugere o título do livro do bispo Spong, o cristianismo não deve mudar para sobreviver, deve é voltar a ser o cristianismo bíblico, que sobrevive aos tempos e não permite a relativização da verdade. Todas as igrejas enfrentam o desafio de ser relevantes na cultura atual, sem, contudo, abrir mão de princípios imutáveis e inegociáveis. Deve estar atenta para não se apegar a costumes/tradicionalismos não bíblicos ao mesmo tempo em que deve tomar cuidado com novidades/modismos irrefletidos. Resumindo: a igreja deve estar sintonizada com o Céu a fim de “conservadoramente moderna” e relevante.[MB]

FONTE: http://www.criacionismo.com.br/
tags:
publicado por surfandonoassude às 13:28
link do post | comentar | favorito

ÚLTIMOS ACONTECIMENTOS - O Futuro Já Está Acontecendo

                           VOCÊ ACHA QUE NÃO É POSSÍVEL?
                           "Projeto Ômega"

publicado por surfandonoassude às 13:18
link do post | comentar | favorito

GENOCÍDIO - 2 MILHÕES de BRASILEIROS MORTOS desde 1985



A Indiferença do MP ao Genocídio dos Brasileiros

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antonio Ribas Paiva


Desde a suposta redemocratização do Brasil em 1985, foram assassinados 2 milhões de brasileiros, por falta de política – decisão do que fazer – de combate ao crime, competência dos Governos Estaduais e, subsidiária do Governo Federal.

Sem a política, não se estabelecem estratégias e o combate ao crime se restringe ao nível tático. As polícias limitam-se a combater criminosos, pontualmente e, consequentemente, o crime prevalece e se organiza, com a participação de agentes públicos.

A esterilização do exercício da cidadania, pelo controle social, forma sutil de ditadura, inviabiliza a consecução dos objetivos nacionais permanentes, comprometendo o futuro da nação e do país e propiciando o morticínio de inocentes.
O Ministério Público, a instituição que deveria exigir do Poder Executivo a adoção de Políticas de combate ao crime, não toma essa iniciativa, mostrando-se indiferente ao genocídio de 2 milhões de brasileiros, nos últimos 20 anos.

Ao invés disso, uma parcela significativa dos quadros do Ministério Público, Federal e Estadual, dedica-se a tentar esclarecer como tombaram os cerca de 300 brasileiros, de ambos os lados, durante a guerra revolucionária dos anos 60/70.

Essa tertúlia, revela evidente subversão do interesse público, porque, enquanto se perde tempo revolvendo o passado, pacificado pela lei de anistia, centenas de brasileiros estão sendo assassinados diariamente, em todo o Brasil, pelo crime organizado, em razão de inexistência de Políticas claras de combate ao crime.

Essa distorção dos objetivos do Ministério Público, insensível aos milhões de assassinatos, que continuam a vitimar a sociedade, contraria a razoabilidade constitucional, resvalando para a ilegalidade. É imperioso o cumprimento do dever de ofício! A sociedade, dona das instituições, necessita da proteção do seu Ministério Público; que tem ao seu alcance os instrumentos legais, para tanto.
Onde está você, Ministério Público?

Antônio José Ribas Paiva, Advogado, é Presidente da Associação dos Usuários de Serviços Públicos.

FONTE: http://www.alertatotal.net
publicado por surfandonoassude às 08:40
link do post | comentar | favorito

DUZENTOS MIL MUÇULMANOS se CONVERTEM a CRISTO

        VOCÊ ACHA QUE NÃO É POSSÍVEL?
 
Xeiques, imans, líderes islâmicos e devotos comuns desafiam a morte e o ostracismo
WASHINGTON, EUA — Não é fácil deixar o islamismo num país muçulmano.
Pode colocar sua liberdade e a própria vida em risco.
Mas milhares estão fazendo isso, de acordo com um livro recente escrito por Jerry Trousdale, diretor de ministérios internacionais de City Team International. Aliás, ele escreve no livro “Miraculous Movements: How Hundreds of Thousands of Muslims Are Falling in Love With Jesus” (Movimentos Miraculosos: Como Centenas de Milhares de Muçulmanos Estão se Apaixonando por Jesus), uns 200.000 muçulmanos se converteram ao Cristianismo nos últimos seis anos. E eles incluem xeiques, imans, líderes muçulmanos e devotos comuns da religião muçulmana.
"Há um descontentamento e desânimo tremendo entre as próprias pessoas que mais conhecem o Corão e que estão desesperadas em busca de certezas em sua própria religião”, diz Trousdale.
City Team tem locais na Califórnia, Pensilvânia e Oregon e parcerias em 42 países no mundo inteiro. Desde 1998, a organização vem cuidando de pessoas no mundo inteiro treinando, equipando, mentorando e preparando líderes locais para cuidar dos que estão em necessidade em suas comunidades. Isso inclui treinar 600.000 novos cristãos que iniciaram 18.000 novas igrejas nos sete anos passados.
“Estamos iniciando um modo totalmente novo de pensar sobre a natureza da igreja”, diz Trousdale. “O modelo da igreja que está emergindo é muito diferente da igreja tradicional. Os movimentos discipuladores estão alcançando nações inteiras no mundo. É incrivelmente emocionante ser parte de um movimento onde vemos a vida das pessoas sendo radicalmente transformada pelo Evangelho”.
Ele crê que o que vem aprendendo com essa experiência pode tornar qualquer pessoa mais eficiente no compartilhamento do Evangelho — onde quer que ela esteja.
“Este livro, essas pessoas e os testemunhos miraculosos são de verdade!” exclama Chip Ingram, pastor sênior da Igreja Cristã de Ventura. “Há um movimento de Deus de mudança de paradigmas que toda e qualquer pessoa que tem o compromisso de fazer discípulos tem de ler e aplicar”.
Trousdale diz que viu mesquitas inteiras se convertendo ao Cristianismo. Ele conta de dois fazedores de discípulos que se recusaram a desistir de certa cidade que havia martirizado cinco cristãos.
Dentro de sete anos, havia sete igrejas na cidade.
O livro também documenta relatos de muçulmanos que estão descobrindo Jesus em sonhos e visões.
Traduzido por Julio Severo do artigo de WND: 200,000 MUSLIMS CONVERT TO CHRISTIANITY
Fonte: www.juliosevero.com
Sonhos e visões movendo muçulmanos para Cristo
Muçulmanos são os líderes mundiais em perseguição aos cristãos
O Doloroso Segredo dos Muçulmanos Convertidos ao Cristianismo
Para agradar aos muçulmanos, nova Bíblia arranca “Pai” e Jesus como Filho de Deus
publicado por surfandonoassude às 08:20
link do post | comentar | favorito
Sábado, 28 de Julho de 2012

EFEITOS da CRISE CLIMÁTICA: SECA - já reflete nos PREÇOS dos ALIMENTOS (EUA)

Os efeitos da crise climática ( seca nos EUA ) já se refletem nos preços de alimentos, aquecem alguns setores de grãos aqui no Brasil. Bom para alguns e ruim para outros. Confiram!                                (Nos dias de Noé)

Com o agravamento da seca nos Estados Unidos, nesta semana o preço da saca de 60 quilos de soja superou a casa dos R$ 80 no Porto de Paranaguá, um aumento de quase 100% em relação a julho de 2011

Os produtores brasileiros de soja estão vivendo um momento de euforia com o agravamento daquela que já é considerada a pior seca dos Estados Unidos nos últimos 50 anos. Com as reiteradas previsões o Departamento de Agricultura dos EUA de que a safra 2012/2013 pode registrar uma quebra também histórica, o preço da soja disparou no mercado internacional. No Porto de Paranaguá, por exemplo, a saca de 60 quilos rompeu a barreira dos R$ 80 na quinta-feira, um aumento de quase 100% em relação ao mesmo período do ano passado.
Leia também: Soja salva balança comercial brasileira

Enquanto nos Estados Unidos já se fala em queda de mais de10% naquela que era esperada a maior safra da história – 87 milhões de toneladas -, no Brasil pouca gente duvida de que o país vai assumir, pela primeira vez, a liderança mundial na produção de soja. Os produtores brasileiros, que se preparam agora para iniciar o plantio estão revendo suas estratégias e fazendo o que no setor se chama de substituição de culturas. Ou seja, deixarão de plantar outras commodities agrícolas, como o algodão, para abrir espaço no campo para a soja.

Outra cultura que também está sendo afetada pela seca americana, onde mais de 1,3 mil condados já decretaram situação de emergência, é o milho. No Brasil os agricultores também estão plantando milho de olho no aumento dos preços internacionais, que tem crescido, mas ainda não acompanham o ritmo acelerado da soja.

Só no estado do Paraná, a previsão é de que o volume de soja produzido seja 37% maior. “Isso é obviamente substituição de cultura”, diz Milton Rego, da Case IH, braço agrícola do Grupo Fiat, e vice-presidente da Anfavea, a associação brasileira dos fabricantes de veículos e máquinas agrícolas.

Com base nessa mudança, que está acontecendo de forma rápida e na mesma proporção que a crise se agrava nos Estados Unidos, o Ministério da Agricultura revisou suas estimativas para a safra 2012/2013, que estava em torno de 77 milhões de toneladas. O governo já trabalha com a expectativa de que sejam colhidas mais de 82 milhões de toneladas de soja no país na safra que começa agora.

Saiba mais: Lavouras murcham nos EUA apesar de chuvas esparsas no Meio-Oeste

Como reflexo direto dessa explosão de demanda e consequentemente, de preço, muitos agricultores estão vendendo sua produção antes mesmo de ela ser plantada. As traders, grandes empresas que comercializam a soja mundialmente, estão optando por pagar pela produção de forma adiantada para se proteger de eventuais aumentos da saca. “Os produtores estão enchendo os bolsos, nunca estiveram tão bem”, diz Sávio Pereira, da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura.
Com dinheiro farto no campo, os preços das terras dispararam nas regiões produtoras. Ainda não há um índice homogêneo dessa valorização, principalmente porque há grandes variações de preços em diferentes regiões do país. “Estamos vivendo um bom momento no mercado de soja. Quem consegue rentabilidade, tem capital para investimento”, diz Cléber Noronha, analista do Instituto Mato Grossense de Economia Agropecuária. “Mesmo que o solo não seja o mais favorável, ainda assim é muito rentável devido ao elevado preço da commodity”, diz Cléber Noronha. O analista explica que com o preço da soja recorde, as terras também se valorizaram. “O valor da terra é indexado ao preço da soja em sacas”.

Para Alex Lopes, analista da Scot Consultoria, apesar do otimismo, negócios dificilmente vão ocorrer nesse momento e a valorização das terras ainda é artificial. Segundo ele, o mercado de commodities é muito líquido e o de terras demora entre seis meses e um ano para obter uma valorização real. “A alta nos preços é pontual e é preciso ponderar isso”, diz. “Os pedidos de negócio aumentam, mas devido aos altos valores não se concretizam e não viram referência”.

Leia mais: Clima afeta oferta e faz lucro da Bunge ceder 13%
Para ele, estados como Maranhão, Piauí e Tocantins têm atraído o interesse de investidores porque possuem preços de terra menores e mão de obra mais barata, mas “o código florestal ainda provoca receio nos produtores e atravanca negócios. As terras mais caras estão no Mato Grosso que é o maior produtor de grãos”. Municípios como Sorriso e Lucas do Rio Verde, ambos no Mato Grosso, são os que apresentam os maiores preços. “Em Sorriso, o hectare custa em média R$13 mil”, diz Lopes. Já no Piauí, o mesmo hectare pode ser comprado com R$ 4 mil.

Ao mesmo tempo em que as terras começam a se valorizar, o mercado de maquinário agrícola começa também a se aquecer e já começa a acreditar que os maus resultados do primeiro semestre possam ser anulados ao longo do ano. Nos seis primeiros meses de 2012, indústria de máquinas agrícolas registrou queda de 3,9% em relação a 2011. Para a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), haverá uma leve recuperação e serão vendidas, até o final desse ano, 65 mil máquinas, o mesmo desempenho do ano passado. Em algumas regiões, como no Mato Grosso do Sul, a estimativa é de que o aumento nas vendas chegue a 20% nesse segundo semestre.

Carne mais cara

Enquanto agricultores comemoram os preços recordes, avicultores e suinocultores brasileiros já se preparam para enfrentar uma crise também recorde. Como praticamente toda a alimentação desses animais é feita com rações à base de soja e milho, o aumento no preço das commodities reflete-se diretamente no custo de produção.

Pequenos produtores de suínos são os que mais sofrem com a valorização da soja, base da alimentação desses animais
"Cerca de 80% do custo de uma ave ou um porco é gasto em farelo de soja e milho”, diz Sávio Pereira, do Ministério da Agricultura. O farelo de soja, por exemplo, subiu 100% em relação ao ano passado. Segundo a Associação Paulista de Avicultura (APA), no setor avícola isso deve gerar uma queda de 15% da produção.
Situação ainda pior será vivida pelos suinocultores. Na avicultura dois meses são suficientes para ajustar o mercado, pois um frango pode ser comercializado em cerca de 40 dias. Um porco, no entanto, exige do produtor no mínimo um ano de confinamento e, além disso, a carne suína já enfrentava excesso de oferta e desvalorização. A alta no preço das rações só tornou o cenário mais preocupante para o setor. “Em estados como Santa Catarina, o governo está pensando em adotar medidas como prorrogação de dívidas, subsídios agrícolas e venda de estoque público de grãos”, diz Pereira.

Fontes:http://economia.ig.com.br/empresas/agronegocio/2012-07-27/seca-se-agrava-nos-eua-e-brasil-vai-se-tornar-maior-produtor-de-soja-do-mundo.html
           http://2012umnovodespertar.blogspot.com.br/2012/07/os-efeitos-da-crise-climatica-seca-nos.html
           http://averdadenomundo.blogspot.com.br/2012/07/os-efeitos-da-crise-climatica-seca-nos.html

publicado por surfandonoassude às 11:03
link do post | comentar | favorito

MARCA da BESTA APROVADA pela SUPREMA CORTE nos EUA

TODOS os americanos RECEBERÃO um MICROCHIP em 2013?
A tecnologia de microchip nova com um chip RFID é tão avançada que parece ficção científica.O apóstolo Paulo explica como isso se encaixa em Apocalipse 13, onde o Falso Profeta irá dirigir a uma religião mundial e forçam as pessoas a aceitar a marca da besta. Um implante de microchip, implante de biochip ou chip med, por si só, não é necessariamente a marca da besta. A marca da besta, sob a direção do Falso Profeta, exige a rejeição consciente de Jesus Cristo como Senhor e um compromisso com a adorar o Anticristo como Deus.O desafio para os cristãos e outros será o próprio ato de fazer um implante de microchip, implante de biochip ou chip med, simplesmente por causa de seu paralelo à marca bíblico da besta. Será que as pessoas de fé, ser isento por motivos religiosos ou será que vão ser obrigados a levá-lo ou presos. Além disso, qualquer tecnologia de circuito integrado pode ser ativado com controles melhorados após ele é implantado.Então, o que começa como um implante de microchip simples pode se tornar uma tecnologia onde, em algum momento futuro, você deve adorar o Anticristo como Deus, e rejeitar Jesus Cristo como Senhor, a fim de participar no sistema econômico. A capacidade interna e evolução de tecnologia de microchip faz esta possibilidade perigosa.

Na análise final, o simples ato de aceitar a implantação de um microchip por razões médicas parece inofensiva na superfície. No entanto, não há qualquer garantia de que uma vez que é implantada, que não será ativado para marca da tecnologia fera. Esse é o perigo e desafio que está diante de nós.


Marca da besta: 'Obamacare' foi aprovado. Todos os americanos RECEBERÃO um implante de microchip em 2013?

Existem algumas pessoas (por incrível que pareça, muitas delas, religiosas), que tentaram contestar (não sei se propositalmente) de todas as formas, dizendo que o Plano "Obamacare" (famoso por conter a exigência da implantação do microchip) não iria ser aprovado...

Pois o OBAMACARE FOI APROVADO...     (Veja aqui e aqui)

Circo de ativistas reage à vitória do Obamacare no Supremo

São Paulo - O presidente norte-americano Barack Obama conseguiu uma grande vitória hoje ao ter aprovada pela Suprema Corte a sua reforma da saúde. Chamado de “Obamacare” o plano cria um sistema universal de saúde nos Estados Unidos, nos moldes dos países europeus.

Diversos manifestantes tanto a favor como contra a aprovação da medida se reuniram em frente à Suprema Corte norte-americana. Entre as críticas feitas ao “Obamacare” pelo Partido Republicano estão a de gastos excessivos e a de que ele legisla demais no âmbito privado das pessoas. Os democratas argumentam que o país mais rico do mundo não pode deixar grandes grupos de sua população sem a proteção de um sistema de saíde.

O rival de Obama nas eleições presidenciais deste ano Mitt Romney já antecipou que caso seja eleito irá revogar a reforma como primeira medida no mandato. Clique nas imagens para vê-las com mais detalhes.      
(FONTE: http://exame.abril.com.br )


E a implementação acerca do chip ainda está no plano!

Leia este artigo e mais outros... Clique aqui e aqui         Por Paul McGuire - NewsWithViews.com

A notícia principal apareceu no AOL e inúmeros outros meios de comunicação tradicionais agências de notícias, na semana passada, de que o Plano de Saúde de Obama vai exigir que todos os cidadãos norte-americanos e bebês para receber um microchip ou Medchip até 23 de março de 2013. Quer ou não a exigência de microchip no projeto será implementado em 2013, continua a ser visto.

Em 2010, meu livro "Você está pronto para o Microchip?" Foi lançado, e eu fiz a pergunta, "É o implante de microchip escondido no plano de Saúde? São crianças recém-nascidas a partir de 2013 vão receber um microchip logo após o nascimento "Então, no livro, eu escrevi:" No maciço EUA HEALTHCARE BILL, que os seus representantes eleitos votaram a favor, sem leitura, há uma seção intitulada: Subtítulo C- 11 seg. 2521 – National Medical Device Registry which states: 2521 - Registro Nacional de Dispositivos Médicos, que afirma:

"O secretário deve estabelecer um registro do dispositivo médica nacional (nesta subseção referido como o" registro ") para facilitar a análise de segurança pós-comercialização e dados os resultados em cada dispositivo que-'' (A) é ou tem sido utilizado em ou em um paciente; e'' (B) é um dispositivo de classe III;. ou'' (ii) uma classe II do dispositivo implantável que é "

A linguagem é deliberadamente vaga, mas ela fornece a estrutura para tornar-se o primeiro país do mundo que irão exigir que cada cidadão dos EUA para receber um implante de rádio-freqüência (RFID) microchip com a finalidade de controlar a cuidados médicos.

Um número de estados como Virgínia, se passaram "parar a marca da besta em legislação" em um esforço para acabar com este tipo de legislação.

Tal como acontece com inúmeras outras coisas que tenho escrito e falado com base em uma sólida documentação, estou regularmente contestada por alguns, especialmente aqueles na comunidade cristã, que estão a margem sobre o que está acontecendo. Suas críticas nunca me impediu de apresentar os fatos, porque eu nunca tomar uma enquete sobre o que eu escrever ou falar sobre. Um cristão é chamado a falar a verdade em amor, se é ou não é aceito. Eu não estou tentando menosprezar qualquer ministério, mas não determinam o que eu digo com base em se ele é ou não "buscador amistoso", ou popular. O único problema é, é verdade e é sábio para comunicá-lo naquele momento em particular?

Há muitas coisas que eu poderia dizer, mas não, porque há muitas pessoas em nossa nação que, quando confrontados com uma verdade que está fora da caixa de sua consciência engenharia social, entram em dissonância cognitiva. Como o implante de microchip se aproxima a cada dia, juntamente com a "crise fabricada" da imigração ilegal, os problemas de estados como Arizona estão a criar um ambiente onde os senadores Charles Schumer (D-NY) e Lindsey Graham (R-SC) estão se movendo legislação que exigiria que todos os trabalhadores norte-americanos, cidadãos e residentes, para obter e levar um cartão de identificação biométrica Nacional, a fim de trabalhar nos Estados Unidos.

Não importa onde você está na questão da anistia ou da imigração, todo mundo vai ter que ter um cartão de identificação biométrica nacional que, eventualmente, conter um transmissor de RFID que permitirá Big Brother bases de dados eletrônicos para rastrear todas as suas informações pessoais. O cartão de identificação nacional fará a transição para um implante de microchip, porque é tecnicamente mais eficiente. Tudo isso que está para acontecer muito em breve, é apenas a ponta do iceberg.

Presidente Ronald Reagan recusou-se a passar o que ele chamou isso de "Marca da Besta" legislação. Em meu livro, "Você está pronto para o Microchip?", Examino o texto cuidado no projeto de saúde que exige um Med-Chip e um implante de microchip. Isso nunca foi escondido, é simplesmente republicano e democrata, juntamente com a nossa empresa-controlada e mídia orwelliano, que deliberadamente optaram por ignorá-la. 

O Grupo Bilderberg deu ordens para microchip da população dos EUA inteiro e depois o mundo. Antes da reforma da saúde foi aprovada, a data limite foi definido para o ano de 2013, quando cada bebê nascido em os EUA vão receber um microchip no nascimento. Muitos estão atacando o presidente Barack Obama para isso, mas embora seja a Lei Obama 

Cuidados de Saúde, o plano de microchip foi criado décadas atrás e colocado na pista rapidamente pela administração republicana do presidente George Bush e seu suposto "nascido de novo" Procurador-Geral, John Ashcroft, após o 11 do 9. Parece que Ashcroft estava mais preocupado com encobrir os seios de uma estátua da Liberdade Senhora no corredor do Departamento de Justiça, que ele estava protegendo nossas liberdades constitucionais, que incluem a liberdade de religião.

Infelizmente, os cristãos evangélicos são excelentes peões políticos porque eles se concentram em questões secundárias, em vez de as questões importantes. Isso ocorre porque o cristianismo evangélico na América de hoje não tem uma visão de mundo verdadeiramente bíblica. Eu realmente não quero parecer indelicado, mas a realidade histórica é que os cristãos evangélicos têm o papel de que Lenin chamou "idiotas úteis". Obviamente, este não é o que Deus planejou para o Seu povo. Mas, ao rejeitar uma cosmovisão bíblica, a Escritura: "O meu povo perece por falta de conhecimento", é cumprida. A maioria dos cristãos evangélicos nos Estados Unidos têm uma fé muito superficial, como resultado do que está sendo ensinado em muitas de suas igrejas e seminários.

A tecnologia de microchip nova com um chip RFID é tão avançada que parece ficção científica.O apóstolo Paulo explica como isso se encaixa em Apocalipse 13, onde o Falso Profeta irá dirigir a uma religião mundial e forçam as pessoas a aceitar a marca da besta. Um implante de microchip, implante de biochip ou chip med, por si só, não é necessariamente a marca da besta. A marca da besta, sob a direção do Falso Profeta, exige a rejeição consciente de Jesus Cristo como Senhor e um compromisso com a adorar o Anticristo como Deus.

O desafio para os cristãos e outros será o próprio ato de fazer um implante de microchip, implante de biochip ou chip med, simplesmente por causa de seu paralelo à marca bíblico da besta. Será que as pessoas de fé, ser isento por motivos religiosos ou será que vão ser obrigados a levá-lo ou presos. Além disso, qualquer tecnologia de circuito integrado pode ser ativado com controles melhorados após ele é implantado.Então, o que começa como um implante de microchip simples pode se tornar uma tecnologia onde, em algum momento futuro, você deve adorar o Anticristo como Deus, e rejeitar Jesus Cristo como Senhor, a fim de participar no sistema econômico. A capacidade interna e evolução de tecnologia de microchip faz esta possibilidade perigosa.

Na análise final, o simples ato de aceitar a implantação de um microchip por razões médicas parece inofensiva na superfície. No entanto, não há qualquer garantia de que uma vez que é implantada, que não será ativado para marca da tecnologia fera. Esse é o perigo e desafio que está diante de nós.

Fontes:http://www.libertar.in/2012/07/marca-da-besta-obamacare-foi-aprovado.html#ixzz21alxVTGz
               http://2012umnovodespertar.blogspot.com.br/2012/07/obamachip.html
               http://exame.abril.com.br
               http://nosdiasdenoe.blogspot.com.br
publicado por surfandonoassude às 10:29
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Julho de 2012

QUAL a sua COSMOVISÃO ?

Uma cosmovisão é uma "estrutura interpretativa", [4] uma espécie de par de lentes por meio das quais vemos todas as coisas. A cosmovisão se refere a qualquer conjunto de ideias, crenças ou valores que forneçam uma estrutura ou mapa para ajudar você a compreender Deus, o mundo, e seu relacionamento com Deus e com o mundo. Especificamente, uma cosmovisão contém uma determinada perspectiva relacionada com pelo menos cada uma das seguintes dez disciplinas: Teologia, Filosofia, Ética, Biologia, Psicologia, Sociologia, Direito, Política, Economia e História.

Compreendendo as Seis Cosmovisões Dominantes no Mundo
Autor: Dr. David Noebel - Forcing Change, Volume 4, Edição 2.
No início dos anos 1990s, o Dr. James Dobson e Gary Bauer procuraram identificar aquilo que viam acontecer com os jovens cristãos. A conclusão deles foi que:

"... nada menos que uma grande guerra civil de valores está ocorrendo hoje na América do Norte. Dois lados com cosmovisões tremendamente diferentes e incompatíveis estão travados em um conflito amargo que permeia cada nível da sociedade." [1].

A guerra, conforme Dobson e Bauer a descreveram, é uma luta "pelos corações e mentes das pessoas; é uma guerra de ideias." [2].

De um lado está a cosmovisão cristã, a base da civilização ocidental. Do outro lado estão cinco cosmovisões: o Islamismo, o Humanismo Secular, o Marxismo, o Humanismo Cósmico e o Pós-Modernismo. Embora essas cinco cosmovisões não concordem em cada detalhe, elas unanimemente concordam em um ponto: sua oposição ao cristianismo bíblico.

Como em qualquer guerra, existem baixas e as ideias anticristãs estão fazendo suas vítimas. Pesquisas recentes indicam que até 59% dos universitários que se declaram cristãos "nascidos de novo" mudam de categoria por volta do último ano de seus cursos. De acordo com uma pesquisa realizada pelo instituto de pesquisas de George Barna, nove de cada dez adultos que se declaram "cristãos" não têm uma cosmovisão bíblica. Para efetivamente se envolverem nessa batalha ideológica, os cristãos precisam ter uma compreensão dos tempos e "saber aquilo que precisam fazer" (1 Crônicas 12:32).
O Que É uma Cosmovisão?

Todos baseiam suas decisões e ações em uma cosmovisão. Podemos não ser capazes de articular nossa cosmovisão e ela também pode ser inconsistente, porém todos nós temos uma cosmovisão. Portanto, a pergunta é: o que é uma

cosmovisão?

Uma cosmovisão é uma "estrutura interpretativa", [4] uma espécie de par de lentes por meio das quais vemos todas as coisas. A cosmovisão se refere a qualquer conjunto de ideias, crenças ou valores que forneçam uma estrutura ou mapa para ajudar você a compreender Deus, o mundo, e seu relacionamento com Deus e com o mundo. Especificamente, uma cosmovisão contém uma determinada perspectiva relacionada com pelo menos cada uma das seguintes dez disciplinas: Teologia, Filosofia, Ética, Biologia, Psicologia, Sociologia, Direito, Política, Economia e História. [4].

Este artigo resume as seis cosmovisões que atualmente exercem mais influência no mundo. Existem outras cosmovisões, mas elas são menos importantes em termos de influência. Por exemplo, o Confucionismo, o Budismo, o Taoísmo, o Hinduísmo e o Xintoísmo podem influenciar profundamente alguns países orientais, mas dificilmente afetam todo o mundo. As principais ideias e sistemas de crenças que controlam o mundo e, especialmente o Ocidente, estão contidos nas seguintes seis cosmovisões:
A Cosmovisão Cristã

Muitas pessoas, incluindo muitos cristãos, não percebem que a Bíblia trata todas as dez disciplinas de uma cosmovisão. O Cristianismo é a incorporação da afirmação de Jesus Cristo de que Ele é "o caminho, a verdade e a vida" (João 14:6). Quando dizemos: "Este é o caminho cristão", queremos dizer que este é o modo como Cristo nos faria tratar a vida e o mundo. Não é uma questão de pouca importância pensar e agir como Cristo nos instruiu.

Os EUA são descritos como um país cristão. Entretanto, os EUA — juntos com toda a civilização do mundo ocidental — se afastaram de sua herança intelectual, cultural e religiosa. Cerca de trinta anos atrás, o filósofo cristão Francis Schaeffer observou a tendência do país em direção ao secularismo como uma falha dos cristãos "em verem que tudo isto [a ruptura cultural e social] ocorreu devido a uma mudança na cosmovisão, isto é, por meio de uma transformação fundamental no modo geral como as pessoas pensam e veem o mundo e a vida como um todo." [6].

O estudo das cosmovisões em geral e da cosmovisão cristã, em particular, é um chamado ao despertamento para todos. Uma nação que esteja procurando promover os direitos humanos (incluindo o direito de nascer), a liberdade e o bem comum precisa aderir à única cosmovisão que pode explicar nossa existência e dignidade. Afirmamos que a dignidade humana advém do fato de termos sido criados à imagem de Deus, uma perspectiva singularmente bíblica. O abandono dessa perspectiva traz sérias consequências; basta observar o crescimento no número de abortos, nas práticas homossexuais, na eutanásia, no casamento entre pessoas do mesmo sexo, a pesquisa com células-tronco embrionárias e a tendência em direção à clonagem humana.
A Cosmovisão Islâmica

O número de muçulmanos é estimado em 1,3 bilhões de seguidores. [7]. Nos anos recentes, a cosmovisão islâmica cresceu exponencialmente em número, poder e influência e, portanto, merece ser incluída em nosso estudo. Um artigo publicado teve o seguinte título: "O Futuro Pertence ao Islã" [8], o que fornece um incentivo adicional para que compreendamos suas crenças e objetivos.

Escrevendo em The Sword of the Prophet (A Espada do Profeta), o comentarista e consultor em política internacional Serge Trifkovic explicou que "o Islã não é uma 'mera' religião; é todo um modo de vida e um sistema social, político e jurídico que envolve tudo e que gera uma cosmovisão peculiar para si mesmo.
O Cristianismo e o Islã têm alguns ensinos em comum, incluindo a crença em um Deus pessoal, a criação do universo material, anjos, imortalidade da alma, céu, inferno e julgamento dos pecados. Da mesma forma, os muçulmanos aceitam Jesus como um profeta (um entre muitos), Seu nascimento virginal, Sua ascensão física, Sua segunda vinda, Seus milagres e Seu papel como Messias. [10].

As grandes diferenças entre o Cristianismo e o Islã são: a rejeição do Islã do Deus bíblico triúno e da morte vicária de Jesus pelos pecados do mundo. Os muçulmanos também rejeitam a ressurreição física de Jesus dos mortos e Sua reivindicação de ser o Filho de Deus.

Outra grande diferença entre o fundador do Cristianismo e o fundador do Islã é que a Bíblia descreve Jesus como alguém que teve uma vida imaculada, enquanto que as tradições do Islã retratam Maomé com muitas falhas e imperfeições.

"A prática e constante encorajamento de Maomé para o derramamento de sangue", escreve Trifkovic, "são singulares na história das religiões. Assassinatos, pilhagens, estupros e mais assassinatos estão no Alcorão e nas tradições." [11].

Além disso, a vida de Maomé "parece ter impressionado seus seguidores com uma crença profunda no valor do derramamento de sangue como um modo de abrir as portas do Paraíso". [12]. Assim, desde o ano 622 até o presente, a história do Islã tem sido de violência, submissão e guerra contra os infiéis (qualquer um que não seja muçulmano).

Para muitos muçulmanos, um dos legados mais importantes é ver o mundo como um conflito entre a Terra da Paz (Dar al-Islam) e a Terra da Guerra (Dar al-Harb). Por outro lado, existem muitos muçulmanos, particularmente aqueles que vivem em países ocidentais democráticos, que não creem nas passagens violentas do Alcorão sobre matar os infiéis e que a história violenta do Islã deva ser aplicada literalmente hoje. [13]. Todavia, em ambos os casos, o Islã é uma cosmovisão contra a qual os cristãos precisam contender.
A Cosmovisão Humanista Secular

O Humanismo Secular (também chamado de Humanismo Laico, ou Humanismo Secularizado) refere-se principalmente às ideias e crenças delineadas nos Manifestos Humanistas de 1933, 1973 e 2000. O Humanismo Secular é a cosmovisão dominante na maioria de faculdades e universidades em todos os países ocidentais. Ele também fez avanços em muitas escolas e universidades cristãs, especialmente nas áreas de Biologia, Sociologia, Direito, Ciência Política e História.

Os humanistas seculares reconhecem a sala de aula como uma poderosa incubadora para doutrinar os alunos em sua cosmovisão. Operando sob a palavra da moda "liberalismo", uma agenda Humanista Secular controla o currículo nas escolas do sistema público de ensino dos EUA graças à Associação Nacional da Educação, à Academia Nacional de Ciências e diversas fundações, incluindo a Fundação Ford.

Os cristãos que estão considerando uma educação de nível superior precisam estar bem instruídos a respeito da cosmovisão Humanista Secular, ou correm o risco de perderem sua própria perspectiva cristã quase que automaticamente. Em seu livro Walking Away From the Faith, a autora e professora de seminário Ruth Tucker deixa claro que os estudantes cristãos estão se afastando da fé por causa do ensino Humanista Secular.

As ideias do Humanismo ganharam influência proeminente em toda a sociedade moderna. B. F. Skinner, Abraham Maslow, Carl Rogers, and Erich Fromm, todos os quais receberam o título "Humanista do Ano" afetaram poderosamente a disciplina da Psicologia. Cientistas como o falecido astrônomo Carl Sagan, outro "Humanista do Ano", pregaram seu humanismo com grande publicidade na televisão e em livros adotados no currículo escolar. Mais recentemente, o combativo ateísta e biólogo da Universidade de Oxford Richard Dawkins recebeu muita atenção com seus livros sobre a evolução e, é claro, com seu livro de grande sucesso de vendas Deus, um Delírio, publicado em 2006. Claramente, os humanistas estão dispostos a apoiarem sua cosmovisão — frequentemente com mais fervor e dedicação que os cristãos fazem por sua fé. Por estas e por outras razões, precisamos prestar muita atenção à cosmovisão do Humanismo Secular.
A Cosmovisão Marxista

O Marxismo é uma cosmovisão militantemente ateísta e materialista. Ele desenvolveu uma perspectiva com relação a cada uma das dez disciplinas, normalmente em grande detalhe. Baseado nos escritos de Karl Marx (fim dos anos 1800s), o Marxismo assumiu novas aparências nos anos recentes, incluindo a degradação da cultura como uma forma de atividade revolucionária. [14]. O mais recente Manifesto Comunista, intitulado Empire (Império) foi publicado no ano 2000 pela editora da Universidade de Harvard. A presença de Marx continua a ser sentida em todo o mundo.

O Marxismo predomina em muitos campi universitários. Recrutados nos anos 1950s e 1960s como alunos de faculdade, muitos "radicais" marxistas receberam diplomas de pós-gradução e hoje integram o corpo docente de muitas universidades.

"Com algumas poucas e notáveis exceções", diz o ex-professor da Universidade Yale Roger Kimball, "nossas universidades e as faculdades de artes liberais instalaram todo o menu radical no centro de seus currículos de Ciências Humanas tanto no nível de graduação como de pós-graduação." [15]. O U.S. News and World Report publicou uma extensa matéria em 2003 intitulada "Where Marxism Lives Today" (Onde o Marxismo Vive Hoje), que diz o seguinte: "O Marxismo está tão entrincheirado em cursos que vão de Literatura a Antropologia... que hoje os estudantes estão virtualmente imersos nas ideias de Marx." [16].

O "menu radical" mencionado por Kimball inclui uma grande porção de determinismo econômico. De acordo com Karl Marx, o problema fundamental com o capitalismo é que ele gera a exploração. Portanto, o capitalismo precisa ser substituído por um sistema econômico mais humano, um sistema que elimine o livre mercado (a propriedade privada e a troca livre e pacífica de bens e serviços) e o substitua por uma economia controlada pelo governo. As ideias econômicas de Marx e a definição de políticas públicas caminham de mãos dadas. O comunismo no estilo de Marx controla um grande número de países em todo o mundo e, disfarçada com o nome de "Social Democracia", uma filosofia política de inspiração marxista engolfou os países da Europa Ocidental. Além disso, nos anos recentes, muitos países sul-americanos se voltaram para o marxismo e muitos acreditam que a atual administração do presidente Obama e o atual Congresso dos EUA estão levando rapidamente o país para o mesmo caminho socialista. [17].

Ademais, alguns grupos cristãos tentaram combinar sua forma de cristianismo com as ideias de Marx sobre a igualdade social. Devido à prevalência e à natureza subversiva do Marxismo, os cristãos precisam se acautelar dos objetivos dos professores, políticos e teólogos de pensamento marxista.
A Cosmovisão Humanista Cósmica

A cosmovisão Humanista Cósmica consiste de dois movimentos espirituais inter-relacionados. Um é conhecido como Movimento de Nova Era e o outro é o neopaganismo, que inclui práticas ocultistas, xamanismo indígena e Wicca.

O Movimento de Nova Era mistura antigas religiões orientais (especialmente o Hinduísmo e o Zen-Budismo) com um toque de outras tradições religiosas, adiciona uma dose de jargão científico e traz o bolo recém-saído do forno para a sociedade consumir. "A Nova Era", explica a pesquisadora cristã Johanna Michaelsen, "é a religião eclética máxima do eu: tudo o que você decidir que é certo para você é correto, desde que você não fique com a mentalidade estreita e exclusivista sobre aquilo." [18].

Entretanto, a suposição que a verdade reside dentro de cada indivíduo torna-se a pedra fundamental para a cosmovisão. Dar a alguém o poder de discernir toda a verdade é uma faceta da teologia e essa teologia tem ramificações que muitos membros do movimento de Nova Era também descobriram. Marilyn Ferguson, autora de A Conspiração Aquariana (um livro considerado como "o clássico divisor de águas da Nova Era"), diz que o movimento introduz "uma nova mente — o aparecimento de uma cosmovisão surpreendente" [19].

Essa cosmovisão foi resumida da seguinte forma por Jonathan Adolph: "Em seu sentido mais amplo, o pensamento de Nova Era pode ser caracterizado como uma forma de utopismo, o desejo de criar uma sociedade melhor, uma 'Nova Era' em que a humanidade viva em harmonia consigo mesma, com a natureza e com o cosmos." [20].

Embora os aderentes da Nova Era não façam sérias distinções entre as religiões, considerando que todas são no fim a mesma coisa, John P. Newport explica que: "... geralmente, os neopagãos acreditam que estão praticando uma antiga religião popular, seja como uma forma sobrevivente ou restaurada. Assim, estando focados nas religiões pagãs do passado, eles não estão particularmente interessados em uma Nova Era do futuro." [21].

Por meio de livros de grande sucesso de vendas, de programas na televisão e de filmes no cinema [22], a cosmovisão Humanista Cósmica está ganhando convertidos no Ocidente e em todo o mundo. Malachi Martin lista dezenas de organizações que são de Nova Era ou simpatizantes da visão Humanista Cósmica. Claramente, o Humanismo Cósmico, um transplante do Oriente, é uma presença crescente em todo o hemisfério ocidental.
A Cosmovisão Pós-Moderna

Forçados a encararem a desumanidade, a destruição e todos os horrores produzidos pelo Terceiro Reich e pelos Gulags soviéticos durante a primeira metade do século 20, grupos substanciais de humanistas iluministas e neo-marxistas abandonaram suas cosmovisões para criarem uma cosmovisão que eles acreditavam seria mais apropriada para a realidade, resultando na virada para o Pós-Moderno. Por volta de 1980, professores pós-modernos estavam entrando significativamente nos Departamentos de Ciências Humanas e Ciências Sociais das universidades de todo o mundo.

O filósofo cristão J. P. Moreland observa que o Pós-Modernismo se refere a uma abordagem filosófica principalmente na área da Epistemologia, ou aquilo que conta como conhecimento ou verdade. Falando em termos bem amplos, Moreland diz: "O Pós-Modernismo representa uma forma de relativismo cultural sobre coisas como a verdade, a realidade, a razão, os valores, o significado linguístico, o 'eu' e outras noções." [23].

Embora existam diversas formas de Pós-Modernismo, três valores são unificadores: (1) um comprometimento com o relativismo; (2) uma oposição às meta-narrativas, ou explicações totalizadoras da realidade que são verdadeiras para todas as pessoas em todas as culturas; (3) a ideia de realidades culturalmente criadas. Cada um desses comprometimentos tem o propósito de negar que exista uma cosmovisão ou um sistema de crenças que possa ser considerado como Verdade absoluta.

O instrumento metodológico mais eficaz do Pós-Modernismo, que é usado extensivamente nos Departamentos de Letras modernos, é conhecido como Desconstrução, que significa (1) que as palavras não representam a realidade e (2) que os conceitos expressos em sentenças em qualquer idioma são arbitrários.

Alguns pós-modernistas chegam ao ponto de desconstruírem a própria humanidade. Assim, junto com a morte de Deus, da verdade e da razão, a humanidade também é obliterada. Paul Kugler observa a inversão irônica: "Hoje, é o sujeito que declarou que Deus estava morto cem anos atrás que agora está tendo sua própria existência colocada em questão." [24].

Para complicar as coisas ainda mais, precisamos reconhecer que existe também uma variedade chamada de "Pós-Modernismo Cristão" [25]. Tal é a essência do Pós-Modernismo dominante — uma cosmovisão que afirma que não existem cosmovisões. Essa cosmovisão "anticosmovisão" certamente requer a atenção dos cristãos atentos.
Conclusão

Não podemos negligenciar essas cinco cosmovisões anticristãs. A base para muito daquilo que é ensinado nas salas de aula nas escolas públicas hoje vem do pensamento secularizado, marxista, humanista cósmico e pós-moderno e recebe diversos rótulos: Progressismo, Multiculturalismo, Politicamente Correto, Desconstrucionismo, e Educação para a Auto-Estima. Ou, como é frequentemente o caso, os rótulos são deixados de lado e os cursos são ministrados a partir de suposições anticristãs sem que os estudantes sejam informados qual cosmovisão está sendo expressa. A neutralidade na educação é um mito.

O primeiro capítulo do livro de Daniel explica como ele e seus companheiros se prepararam para sobreviverem e florescerem no meio de um choque entre civilizações em seu tempo. Acreditamos que os jovens cristãos equipados com um conhecimento abrangente e uma compreensão da cosmovisão cristã e de suas rivais possam se tornar "Daniéis" que não ficarão nas laterais, mas que entrarão em campo para participarem na grande colisão de cosmovisões no século 21.

A sociedade florescerá somente à luz da verdade e quando a ênfase retornar para uma perspectiva cristã. Essa mudança drástica em ênfase pode ser produzida por meio da liderança de milhares de estudantes cristãos bem-informados e confiantes que pensem de modo amplo e profundo a partir de uma bem-afiada cosmovisão bíblica e se levantem como líderes na educação, nos negócios, na ciência e no governo.

Nosso desejo de produzir essa mudança em ênfase é a razão fundamental por que nosso ministério cristão produz currículos e recursos para as escolas cristãs e para as famílias que oferecem educação no próprio lar para suas crianças (primária, básica e de segundo grau), apresenta treinamento em cosmovisão para professores de todo o país e do mundo e organiza conferências para os estudantes e para os adultos. Maiores informações podem ser obtidas em nossa página na Internet em http://www.Summit.org.

Nota: Este artigo foi extraído do capítulo introdutório do livro Understanding the Times (Compreendendo os Tempos), do Dr. David A. Noebel, (Summit Press, Manitou Springs CO, 2006). Esse livro fornece uma comparação detalhada das seis cosmovisões discutidas neste artigo e pode ser adquirido no site do autor em http://www.summit.org. Porções do texto original foram editadas e reescritas por Chuck Edwards para compor este artigo.
Notas Finais

1. James C. Dobson e Gary L. Bauer, Children at Risk: The Battle For the Hearts and Minds of Our Kids(Dallas, TX: Word, 1990), pág. 19.

2. Ibidem, pág. 19-20.

3. Extraído de "College Student Survey". Cooperative Institutional Research Program, UCLA. Artigo on-line em http://www.gseis.ucla.edu/heri/css_po.html. [Nota: O vínculo não está mais ativo].

4. Norman L. Geisler e William D. Watkins, Worlds Apart (Grand Rapids, MI: Baker Book House, 1989), pág. 11.

5. Outras áreas poderiam ser incluídas em uma definição de cosmovisão, como as artes, porém estas dez disciplinas contêm as áreas principais, atuando como uma teia de ideias em interação, que contribuem para uma visão total do mundo e da vida.

6. Francis A. Schaeffer, A Christian Manifesto (Westchester, IL: Crossway Books, 1981), pág. 17.

7. http://www.infoplease.com/ipa/A0001468.html.

8. "The Future Belongs to Islam", de Mark Steyn, 20 de outubro de 2006, acessado em 4/5/2009,http://www.macleans.ca/culture/books/article.jsp?content=20061023_134898_134898.

9. Serge Trifkovic, The Sword of the Prophet (Boston, MA, Regina Orthodox, 2002), pág. 55.

10. Ibidem, pág. 369.

11. Op cit., pág. 51.

12. Ibn Warraq1 (Ed.), The Quest for the Historical Muhammad, New York, 2000, pág. 349, citado em Trafkovic, pág. 51.

13. Veja "The American Islamic Forum for Democracy", em http://www.aifdemocracy.org.

14. Paul Edward Gottfried, The Strange Death of Marxism: The European Left in the New Millennium(Columbia, MO, University of Missouri Press, 2005); David Horowitz, Unholy Alliance: Radical Islam and the American Left (Washington, DC: Regnery Publishing, 2004); Michael Hardt e Antonio Negri, Empire(Cambridge, MA, Harvard University Press, 2000); Rolf Wiggershaus, The Frankfurt School: Its His­tory, Theories, and Political Significance (Cambridge, NY, MIT, 1998); Raymond Aron, The Opium of the Intellectuals (terceira impressão, New Brunswick, NJ, Transaction, 2003).

15. Roger Kimball, Tenured Radicals (New York, NY, Harper and Row, 1990), pág. xiii.

16. U.S. News and World Report, Special Collection Edition, 2 de setembro de 2003, pág. 86.

17. Veja o artigo on-line "The Socialization of America", de David Noebel, acessado em 4/5/2009,http://www.summit.org/blogs/pd/2009/03/the_socialization_of_america.php

18. Johanna Michaelsen, Like Lambs to the Slaughter (Eugene, OR, Harvest House, 1989), pág. 11.

19. Marilyn Ferguson, The Aquarian Conspiracy (Los Angeles, CA: J. P. Tarcher, 1980), pág. 23.

20. Adolph, pág. 11.

21. John P. Newport, The New Age Movement and the Biblical Worldview: Conflict and Dialogue (Grand Rapids, MI, Eerdmans Publishing Co, 1998) pág. 214.

22. Livros de autores sucessos de vendas incluem A Profecia Celestina e Conversas com Deus, enquanto que os temas Humanistas Cósmicos são explícitos em programas de televisão como Buffy, a Caça-Vampiros, Slayer e Lost, bem como em filmes como Pocahontas, Mulan, e Guerra nas Estrelas(direcionados para as crianças) e Sexto Sentido, Gladiador, Dança com Lobos, e Hidalgo (para o público adulto), apenas para citar alguns em cada categoria.

23. Veja o artigo "Postmodern­ism and the Christian Life" no website de J. P. Moreland. Veja também de J. P. Moreland e William Lane Craig, "Filosofia e Cosmovisão Cristã", Edições Vida Nova,http://www.vidanova.com.br/produtos.asp?codigo=192.

24. Walter Truett Anderson, The Future of the Self: Exploring the Post-Identity Society (New York, NY, Tarcher/Putnam, 1997), pág. 32.

25. Veja D. A. Carson, The Gagging of God: Christianity Confronts Pluralism (Grand Rapids, MI, Zondervan, 1996); Myron B. Penner, ed., Christianity and the Postmodern Turn (Grand Rapids, MI, Brazos Press, 2005); e D. A. Carson, Becoming Conversant with the Emerging Church (Grand Rapids, MI, Zondervan, 2005).
Autor: Dr. David Noebel, artigo original em http://www.forcingchange.org
Data da publicação: 22/3/2011
Transferido para a área pública em 22/7/2012
FONTE: A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/cosmovisao.asp
publicado por surfandonoassude às 18:47
link do post | comentar | favorito

DEGELO REPENTINO na GROELÂNDIA


Groenlândia gelos derretimento NASA

© Flickr.com/Jon Wiley/cc-by-nc

O gelo da Groenlândia derreteu este mês de julho muito mais do que habitualmente nesta região, informa a NASA. Os cientistas nunca haviam registrado um degelo tão repentino em 30 anos de observações de satélite.

O gelo derreteu ainda no local mais alto e frio da Groenlândia – na região da estação de investigação Summit. A área do gelo fundido atingiu 97% da cobertura de gelo, quase dobrando em apenas quatro dias.

Embora no verão, principalmente, quase uma metade da cobertura de gelo da Groenlândia se derreta, os ritmos e escala do degelo neste ano surpreendeu os cientistas. A causa deste fenômeno ainda não foi estabelecida. No entanto, os cientistas acreditam que a água derretida na Groenlândia já teria voltado a congelar.

Na semana passada as imagens de satélite da NASA registraram que um bloco de gelo do dobro do tamanho de Manhattan se separou de uma das maiores geleiras da Groenlândia.

FONTE:http://portuguese.ruvr.ru

tags:
publicado por surfandonoassude às 18:08
link do post | comentar | favorito

DOUTRINANDO as pessoas PARA A OPERAÇÃO DO ERRO

"A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade."       2 Tessalonicenses 2:9-12

Cientistas prevêem próximo encontro com extraterrestres

© Flickr.com/Vermin Inc/cc-by-nc-sa 3.0
Logo depois de as autoridades britânicas divulgaram documentos de arquivos governamentais sobre contatos com extraterrestres, na Irlanda os cientistas europeus discutiram numa conferência o que fazer quando alienígenas visitarem a Terra.

Os participantes da conferência acreditam que a humanidade ainda não está pronta para encontrar extraterrestres: o que fazer, quem deve falar com eles – ainda não há consenso nestas matérias.

Os ufólogos há vários decénios consideram estas questões, se confiar nos recentes documentos desclassificados pelas autoridades britânicas. No entanto, os participantes da conferência em Dublin chegaram a um acordo que o contato de humanos e extraterrestres deve teve lugar até fim do século XXI.


publicado por surfandonoassude às 17:47
link do post | comentar | favorito

Ressurge o EXÉRCITO REPUBLICANO IRLANDÊS (IRA)



Três grupos dissidentes da Irlanda do Norte anunciam um novo IRA
O IRA declarou o fim da luta armada em 2005 mas várias facções dissidentes subsistiram (Paul McErlane/Reuters)

Três dos quatro principais grupos que se têm apresentado como facções do Exército Republicano Irlandês (IRA) juntaram-se para formar um novo IRA, segundo um comunicado enviado ao Guardian. Poderão promover os ataques contra as forças de segurança britânicas.

O anúncio foi feito em vésperas do início dos Jogos Olímpicos em Londres e noticiado peloGuardian. De acordo com o jornal britânico, a grupo designado por IRA Verdadeiro juntou-se à Acção Republicana Anti-droga (RAAD, na sigla em inglês) e a uma outra coligação de grupos armados independentes, deixando de fora o grupo designado por IRA Continuidade. O anúncio faz temer um regresso da violência.

“Após extensas consultas, os republicanos irlandeses e um número de organizações envolvidas em acções armadas contra as forças armadas da coroa britânica juntaram-se numa estrutura unificada, com uma única liderança, subserviente à constituição do Exército Republicano Irlandês”, lê-se no comunicado divulgado pelo Guardian. “A liderança do Exército Republicano Irlandês continua empenhada na concretização dos ideais e princípios estabelecidos na Proclamação de 1916”, adianta o documento.

Esta é a primeira vez que se verifica uma coligação das forças dissidentes do IRA desde os acordo de 1998 que pacificaram o conflito na Irlanda do Norte, sublinha o Guardian. Fontes republicanas contactadas pelo jornal adiantaram que a nova força paramilitar contará com várias centenas de dissidentes armados, incluindo alguns antigos membros do entretanto desmantelado IRA Provisional que promoveram uma campanha de violência e deslocamentos forçados de homens na cidade de Londonderry que o grupo acusava de tráfico de droga.

A nova estrutura inclui também os que são designados no comunicado por “republicanos não conformados”, que o Guardian descreve como pequenos grupos independentes de Belfast e de regiões rurais da Irlanda do Norte. Com a nova organização, o IRA Verdadeiro e a RAAD deixam de existir.

Todos os grupos que agora se juntaram opuseram-se à estratégia de paz do braço político do IRA, o Sinn Féin. O IRA Verdadeiro surgiu em 1997, a partir de uma facção dissidente do IRA Provisional, enquanto o RAAD tem levado a cabo uma campanha violenta contra alegados traficantes de droga na Irlanda do Norte e as várias facções republicanas independentes que agora se juntam aos outros dois juntam vários grupos armados. De fora fica o IRA Continuidade, que se mantém independente.

No comunicado divulgado, a nova organização refere que “nos últimos anos o estabelecimento de uma Irlanda livre e independente tem sofrido recuos devido às falhas de liderança no nacionalismo irlandês e divisões entre os republicanos”, numa referência à contestação da estratégia de paz do Sinn Féin, que resultou numa partilha de poder com unionistas. Hoje Martin McGuiness, antigo responsável do IRA Provisional, é vice-primeiro-ministro na Irlanda do Norte.

O grupo agora anunciado refere ainda que “a necessidade de recurso à luta armada para alcançar a paz na Irlanda do Norte pode ser evitada através da retirada da presença militar britânica, do desmantelamento das suas milícias armadas e do estabelecimento de um calendário internacional que detalhe o desmantelamento da interferência política britânica” na Irlanda do Norte.

O IRA recorreu durante mais de duas décadas à luta armada e a ataques com o objectivo de separar a Irlanda do Norte do Reino Unido para a integrar na católica República da Irlanda. A 28 de Julho de 2005 anunciou o fim da luta armada após um conflito em que morreram mais de 3500 pessoas.

tags:
publicado por surfandonoassude às 17:35
link do post | comentar | favorito

ARMAMENTO AMERICANO - projétil inteligente persegue o alvo

Exército americano anuncia bala autoguiada que faz curva e viaja quilômetros              Nos dias de Noé

Tecnologia desenvolvida já pode entrar em produção de forma barata e rápida.

(Fonte da imagem: Divulgação/Sandia)
Não adianta mais se esconder atrás do muro para não levar tiro. O exército dos Estados Unidos anunciou um novo tipo de bala que pode orientar-se em direção ao alvo e mudar de caminho, como se fosse uma pequena mosca veloz e mortal.

Eles anunciaram que obtiveram sucesso na criação de um protótipo da bala, testado distâncias superiores a uma milha (cerca de 2 km). Segundo Red Jones, pesquisador do laboratório, a tecnologia desenvolvida por eles para guiar pequenos projéteis é promissora e já pode ser produzida de forma barata e rápida.
A bala inteligente pode mover-se de uma forma nunca antes vista. Cada bala possui um sensor óptico que pode detectar um feixe de laser que seria usado para “pintar” um alvo. Ela é capaz ainda de se comunicar com outros sensores, para permitir dirigi-la e alterar seu destino. O projétil viaja na velocidade do som e pode autocorrigir seu caminho de navegação 30 vezes por segundo.

O Laboratório Nacional de Sandia, de propriedade do governo americano, trabalha há muito tempo com os militares do país para desenvolver uma “bala inteligente”, segundo as informações divulgadas pelo próprio orgão por meio de um release.

Fontes:http://nosdiasdenoe.blogspot.com.br

http://www.tecmundo.com.br/armas-de-fogo/18720-exercito-americano-anuncia-bala-autoguiada-que-faz-curva-e-viaja-quilometros.htm

http://virtudesdeumhomem.blogspot.com.br/2012/07/exercito-americano-estaria-investindo.htm
l
publicado por surfandonoassude às 17:17
link do post | comentar | favorito

"ESQUIANDO na GEADA"

VOCÊ ACHA QUE NÃO É POSSÍVEL?  Geada no sul do Brasil dia 25/07/2012
Essa é para descontrair um pouco....dedicada a todos os amigos do blog. Uma paisagem da região onde moro. Prá quem sabe "Surfar no Açude" até que dava prá "Esquiar na Geada".




publicado por surfandonoassude às 08:32
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 26 de Julho de 2012

“Somos ABSOLUTAMENTE ESCRAVOS dos BANCOS CENTRAIS"

POR LUIS MIRANDA | THE REAL AGENDA | 17 JULHO, 2012
 
Nao foi um segredo por muito tempo, mas os espectadores raramente assistem ou ouvem os convidados na mídia não apenas aceitar o fato de que somos todos escravos que trabalham para os bancos centrais, mas também admitindo-o, na televisão nacional dos EUA. Em uma recente entrevista na CNBC, um dos co-anfitriões perguntou se a atual situação económica e financeira era simplesmente o resultado de políticas de governança global, e se os bancos centrais estão realmente no comando. Não e verdade que nós todos, vivemos e morremos pelo que os bancos centrais fazem? Um convidado, Jim Iuorio, disse que tal cenário é exatamente o que estamos experimentando. “Para responder à sua pergunta, com certeza somos escravos dos bancos centrais”, disse Iuorio.

Veja o clipe na íntegra abaixo:


E claro que não há necessidade que a mídia admita ou mostre provas de tal cenário. Talvez o mais simples exemplo que mostra como banqueiros centrais estão no controle total, é que eles ordenaram que os governos na América do Norte e da Europa deviam “resgatar” os bancos que estavam à beira da falência devido às suas operações com produtos financeiros tóxicos. Mesmo os bancos que não precisaram ser resgatados foram forçados a aceitar a ajuda financeira de modo que quase todas as instituições bancárias estão acorrentados aos bancos centrais da União Europeia e América do Norte.
Na semana passada, The Real Agenda informou sobre o estado atual de planejamento de políticas na área do euro, onde os bancos centrais já estão trabalhando em uma maior consolidação no sistema financeiro global. No artigo New Global Money Planned in Secret by the Elites, AmericanFreed.com explica como o sistema monetário do mundo está se formando. Conforme explicado em artigos anteriores, os banqueiros centrais são expertos em criar ordem do caos, e da crise global atual não é exceção.

As elites no comando do sistema bancário estão antecipando os resultados das suas políticas monetárias e financeiras do século passado, e já apresentaram planos para uma moeda mundial. A moeda parece ser uma cesta de moedas cujos valores serão fixados tendo como base o valor do ouro. Mais tarde, dessa cesta de moedas surgirá uma moeda única.

Todos os expertos financeiros concordam que o estabelecimento de uma moeda única não ocorrerá imediatamente, mas nos próximos 5 a 15 anos, dependendo de como banqueiros centrais executem os seus planos de consolidação financeira na zona euro e da América do Norte. As elites estão contando com os “resgates” atuais para ganhar tempo até que o sistema esteja totalmente pronto para lidar com o grande colapso durante o qual o atual sistema monetário baseado em uma moeda única sera apresentado como como a solução para o caos que eles causaram. Elites ou bancos centrais que querem governar o mundo vão prolongar a agonia tanto quanto possível, a fim de consolidar seu poder tão fortemente quanto possível antes do ‘big crunch’.

Os bancos centrais têm sido bem sucedidos em países onde seus governantes adotaram o sistema baseado em dívida como uma forma de sair do estado atual de endividamento, um paradoxo, sem dúvida. Espanha, um país à beira de cair do penhasco financeiro anunciou o seu pedido ao governo em Bruxelas para resgatar seu sistema bancário. O governo espanhol recusou-se até o último minuto a chamar o seu pedido de resgate, embora os US $ 100 bilhões que foram dados a alguns dos maiores bancos do país, vem do fundo europeu de resgate criado sob os auspícios do governo liderado por Angela Merkel.

Espanha concordou com o plano europeu e assinou o memorando de entendimento que o governo de Bruxelas recebeu oficialmente na semana passada. A decisão de aceitar o dinheiro do fundo europeu foi discutido na quinta e na sexta-feira durante uma reunião que foi realizada por alguns líderes da UE. Entre as condições no plano de resgate dos bancos espanhóis estao a duração do empréstimo, a taxa de juros, condições de pagamento e as sanções a serem incorridos por aqueles que não paguem suas dívidas. Este último fato é surpreendente, no entanto, é outro exemplo de como os bancos centrais controlam todos os governos.

Os líderes europeus dizem que os bancos não podem pedir um resgate por eles mesmos, que os países precisam pedir estes dinheiros em representação dos bancos apesar do fato que os bancos são filiais de bancos centrais em toda a Europa. Ao mesmo tempo, os banqueiros no controle da área do euro também dizem que os governos devem distribuir o dinheiro e detalham as condições em que os bancos recebem os fundos, porque os bancos estão legalmente proibidos de pedir os fundos. É claro que não é esse o caso.
Este assunto mostra como os banqueiros centrais europeus ditam os termos e determinam as taxas de juros que os contribuintes europeus, e não os bancos terão que pagar sobre a dívida durante os próximos 25 ou 30 anos. Embora os governos sejam os que pedem o resgate de seus bancos, os bancos não são os que pagarão os juros da dívida. Essa responsabilidade é colocada nas costas da classe trabalhadora européia.

Uma visão mais detalhada de como os bancos centrais controlam o sistema financeiro global veio de outro convidado no show da CNBC, Jim LaCamp. “Os mercados são dirigidos pela política, não por forças de mercado, eles são levados pelas decisões dos bancos centrais.” Em outras palavras, são as decisões tomadas por tecnocratas não-eleitos a cargo de instituições financeiras que operam em nome de bancos centrais e atendem às suas solicitações, quem determinam como as economias funcionam. Não é a produção industrial, os mercados livres, as diretrizes dos governos eleitos pelos cidadãos ou as propostas dadas a estes governos por grupos sociais.
“Na Espanha, muitas pessoas dizem muitas coisas sobre o que fazer”, disse Iñigo Méndez de Vigo, Secretário de Estado dos Assuntos Europeus da Espanha. Veja, apenas os banqueiros devem ditar o que deve ser feito, e não as pessoas, não a imprensa, e não os governos. Segundo Mendez, Bruxelas tem de fiscalizar os orçamentos da Espanha e outras nações, economias e políticas monetárias. “Nós temos que tomar decisões a nível europeu, agora,” Mendez disse em uma entrevista na televisão TVE da Espanha. “Temos que deixar claro para a área do euro que em Espanha somos sérios sobre encontrar uma solução para este problema da dívida.”

“É importante não perder de vista a intenção do presente pedido de fundos”, disse o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, que insiste que o resgate do sistema bancário espanhol não é um resgate. Ele está convencido que o resgate só será aplicável a 3 bancos, mas se esquece de dizer que a quantidade de dinheiro — US $ 100 bilhões — é o que faz o resgate surpreendente, e não o número de bancos que estão sendo resgatados. Sob o atual modelo escolhido pelos bancos centrais, a adoção de programas com base na criação de mais dívida para resolver o colapso causado pela divida soberana, como na Grécia e Espanha vai ser repetido na França, Portugal e no resto da Europa antes se ir para a América do Norte, onde a implosão financeira final terá lugar.

Quem mais vai admitir que as pessoas do mundo somos realmente escravos do sistema financeiro global controlado pelos bancos centrais?

FONTE:http://real-agenda.com
publicado por surfandonoassude às 19:33
link do post | comentar | favorito

ADORANDO ANIMAIS e PROMOVENDO o ABORTO - SABEDORIA HUMANA ATUAL

A medida que o homem assume abertamente sua rebelião contra o criador a loucura vem a tona e isso pode ser visto nas notícias e fatos do dia-a-dia. 
"Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis."         Romanos 1:22-23

Anedota búlgara: humaniza-se o animal ao mesmo tempo em que se animaliza o homem  (REINALDO AZEVEDO)

Um grupo de neurocientistas lançou o “Manifesto Cambridge sobre a Consciência em Animais Não Humanos”, leio na Folha de hoje. Segundo informa o jornal, “um conjunto de evidências convergentes indica que animais não humanos, como mamíferos, aves e polvos, possuem as bases anatômicas, químicas e fisiológicas dos estados conscientes, juntamente com a capacidade de exibir comportamentos intencionais e emocionais.”
É evidente que haverá desdobramentos. Os vegetarianos, por exemplo, encontrarão um motivo a mais para recusar a carne, e é bem provável que alguns comedores de carne resolvem mudar seus hábitos alimentares. O fato de uma galinha não saber que é uma galinha e de uma vaca ignorar que é uma vaca facilita as coisas para nós. Parece que elas continuam desprovidas de consciência, mas a hipótese — creio que o achado ainda se situe nesse nível — é de que tenham mais sensibilidade do que se supunha.

Pois é…

O homem desenvolveu seu cérebro comendo os outros animais. Isso é um fato, não uma questão de gosto. Somos quem somos porque estamos impingindo, então, dor a outras espécies há alguns milhares de anos. Foi assim que a espécie deu à luz malditos como Hitler, Stálin e Mao Tse-Tung, mas também Michelangelo, Mozart e Flaubert.

Até havia pouco, a “consciência animal” era delírio de donos de cachorro, que insistem em atribuir aos bichos de estimação características humanas. Agora os cientistas jogam o peso de sua expertise na hipótese de que os bichos têm, vá lá, alguma coisa parecida com uma sabedoria… O açougue nunca mais será o mesmo.

Se vocês pesquisarem um pouquinho na Internet, constatarão que há centenas, talvez milhares, de estudos mundo afora em busca da tal “consciência dos animais não-humanos”. Esse esforço é parte da curiosidade da nossa espécie (o que nos foi facultado comendo a carne dos não-humanos e, em certos casos, dos humanos também) e, sim, do nosso humanismo, já aí tomando a palavra como um feixe de valores identificados com o bem.

É interessante que isso esteja em curso ao mesmo tempo em que assistimos à progressiva “animalização” do humano. Fico cá a me perguntar: quanto são os da nossa espécie que estão certos da “consciência de um cachorro”, que talvez achem uma barbaridade que se possa comer carne, que repudiam até os rodeios por causa do sofrimento que se impinge aos touros, mas que não hesitariam em defender o aborto, por exemplo?

Não deliro. Aquela Comissão de Juristas que elaborou as propostas de reforma do Código Penal, que foi entregue ao Senado, decidiu tipificar o crime o maltrato de animais — ficaram famosos os casos de pessoas que espancaram seus cães até a morte —, mas propôs, na prática (ainda de modo malandro, oblíquo), a legalização do aborto. Num raciocínio lógico e elementar, trata-se de pessoas para as quais o feto humano não pode, de modo nenhum, ser equiparado a um cachorro ou a um gato.

Os cientistas certamente estão tentando elaborar uma teoria a partir de dados objetivos, mas é evidente que foram movidos para essa pesquisa também pela cultura. Hoje em dia, aprendemos que proteger os bichos e ter o direito de eliminar os fetos humanos são posturas consideradas “progressistas”. Resta àqueles que nos opomos ao aborto, dada a sapiência dos juristas daquela comissão, reivindicar que o feto humano tenha, ao menos, o status de um cão sarnento.

Como não encerrar este texto com este poema, de Carlos Drummond de Andrade, que vocês já conhecem?

Anedota Búlgara

Era uma vez um czar naturalista
que caçava homens.
Quando lhe disseram que também se caçam borboletas e andorinhas,
ficou muito espantado
e achou uma barbaridade.

Por Reinaldo Azevedo

FONTE: http://cavaleirodotemplo.blogspot.com.br
publicado por surfandonoassude às 19:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
17
20
21
22
23
26
28
29
30
31

.posts recentes

. A MENTIRA do RELATIVISMO

. SALVAÇÃO, de Onde Ela Vem...

. CONTROLE DO CLIMA - GUERR...

. GUERRAS e RUMORES de GUER...

. 75 MIL BRASILEIROS serão ...

. POSSÍVEL GUERRA Sul-ameri...

. ARMAGEDON FINANCEIRO depo...

. "E HAVERÁ SINAIS no SOL e...

. CIDADES "FANTASMAS" també...

. CRISTÃOS são CRUCIFICADOS...

.arquivos

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Maio 2010

. Abril 2010

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds