Terça-feira, 24 de Julho de 2012

ÚLTIMOS ACONTECIMENTOS - O Futuro Já Está Acontecendo

VOCÊ ACHA QUE NÃO É POSSÍVEL?
FONTE: http://www.projetoomega.com
publicado por surfandonoassude às 06:16
link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Julho de 2012

A INSANA SUGESTÃO para o ENDIVIDAMENTO do POVO



Oferecendo DINHEIRO fiado e A CUSTOS ABSURDOS - Trata-se de Medida ELEITOREIRA que vai AFUNDAR as PESSOAS em DÍVIDAS e ESCONDE que o GOVERNO (este e o anterior) NÃO FEZ os INVESTIMENTOS (infraestrutura e saneamento da dívida pública) no TEMPO DAS VACAS GORDAS. Isso só vai adiar a visibilidade da CRISE BRASILEIRA, ou melhor DO CIDADÃO BRASILEIRO (inflação, baixos salários e desemprego)
VAMOS AO ARTIGO:

A insana expensão do crédito

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por João Antônio Pagliosa


A abundante oferta de crédito, principalmente por parte dos bancos estatais, tem auxiliado o aquecimento de nossa economia. Mas, a um preço muito salgado.

Salgadérrimo!

Todas as nossas classes sociais (exceção à classe A), estão endividadas e amargam sérias preocupações em como acertar seus débitos. Sabemos todos que


os níveis de inadimplência batem todos os recordes, e pelo que observo isto está longe de tirar o sono dos homens e mulheres do governo.O governo quer consumo!

Sabidamente, em todas as crises econômicas, invariavelmente o papel do Estado/Governo, exerce uma ação mais forte na economia. Mas aqui em terras tupiniquins, políticas implementadas até o momento, mostram inadequação na resolução das dificuldades dos muitos milhões de devedores. E ninguém assume erros. Antes, procuram um bode expiatório, para nele descarregar a culpa da vergonhosa situação.

Considero um erro crasso, horroroso, primário, esta política de liberar crédito, como se fossem benesses do governo. A principal razão é porque os brasileiros já estão demasiado endividados e não há como comprometer ainda mais seu apertadíssimo orçamento. Em Curitiba, a cidade onde resido, é fantástica a sempre crescente movimentação de carros novos circulando em nossas ruas. Chega a surpreender. Entretanto e paralelamente, sei que a nossa população é a mais endividada de todas as capitais brasileiras. O povo não está nem aí. Gasta o que não tem e parece não medir consequências!

As montadoras deveículos forçam as concessionárias. Metas. Metas.Metas. (Cada um no seu papel). As concessionárias no afã de bater metas, forçam a venda e acabam empurrando o carro zero para o cliente que sabe que não pode comprar. Mas, compra! E aí, meu prezado... Alguns meses depois, apreensão do veículo por falta de pagamentos. Insônia e desespero.

E o governo federal trabalha duro e incansavelmente para que os brasileiros comprem mais carros. Facilita crédito, diminui impostos (um pouquinho), e otimiza cenários no intuito de desovar os estoques de montadoras e concessionárias, porque o GOVERNO é aquele que mais ganha na comercialização de veículos. Cada novo carro nas ruas é mais arrecadação com impostos (escorchantes), com taxas (muitas), com multas (já virou indústria), com pedágios (extraordinariamente caros). É dinheiro grosso e isto é uma grande festa para o Palácio do Planalto. É também, em muitos milhares de casos, uma grande dor de cabeça e prejuízos homéricos para o desavisado comprador.

Ações governamentais mais fortes nos momentos de crises econômicas, com medidas para correção de rumos, por certo são necessárias, mas entendo muito excessiva a subordinação de bancos estatais e da Petrobrás (para citar apenas ela), às determinações governamentais. E por quê?

Porque isso tem desdobramentos sérios e abrangentes. Refiro-me a possibilidade de alimentar esta corrupção que só aumenta (para nosso desespero), além de diminuir drasticamente o capital do setor privado e além de sufocar a concorrência empresarial
.

Entendo que o rearranjamento de nossa economia, carece muito de investimento em nossa infraestrutura. Esta área é um verdadeiro caos. Isto geraria milhões de empregos mas o governo crê que é na gastança de um povo endividado que faremos a economia girar. Misericórdia!

Por outro lado, entendo que estamos socializando demais e educando e ensinando de muito menos. Estão tirando dinheiro da saúde e da educação e da segurança pública para ofertar bolsas de todo tipo, aliciando o povo a se tornar dependente de migalhas e a viver no ócio.

É salutar recordar que a União Européia possui apenas três países com governo socialista: Grécia, Portugal e Espanha. Os três estão hiper endividados e com desemprego nas alturas e ameaçam arrastar todo o bloco que aderiu ao Euro para a crise. É claro que socialismo não é solução e recordo a frase da dama de ferro,

Sra. Margaret Tatcher:"O socialismo dura até acabar o dinheiro dos outros."
O PT precisa aprender de forma definitiva que é impossível multiplicar as riquezas, dividindo-a. Chega de esbanjar dinheiro promovendo o ócio e a vagabundagem.

Somos um país com abundancia de riquezas potenciais e de recursos naturais. Precisamos é educar e preparar este povo para os desafios que o futuro nos impõe e diferentemente do que diz o ministro Mantega, reservar dez por cento do PIB para a EDUCAÇÃO precisa ser meta e isto não quebrará o país, não.
O que está nos quebrando é a roubalheira generalizada, a impunidade aos criminosos de colarinho branco, o sempre crescente gasto com Previdência Social (gastamos mais que o dobro que países de primeiro mundo, em razão do funcionalismo público), e principalmente pela magistral incompetência de nossos políticos de todas as siglas.

A propaganda hipócrita na TV, proclama: "O Banco xis baixou os juros porque isso é bom para você." Então, eu pergunto: "Por que vocês não fizeram isso há quarenta anos atrás?" Só por DEUS, não é, mermão?
Com carinho e orando por um país de todos e para todos e em verdadeira DEMOCRACIA!

João Antonio Pagliosa é Engenheiro Agrônomo pela UFRRJ em 1972. Servo útil de DEUS a partir de março 2007 - joaoantoniopagliosa@gmail.com

FONTE:http://www.alertatotal.net
publicado por surfandonoassude às 10:22
link do post | comentar | favorito
Sábado, 21 de Julho de 2012

CRISTÃOS QUEIMADOS VIVOS - Nigéria

50 cristãos queimados vivos na casa de um pastor na Nigéria
O país se transformou em um campo de extermínio; muçulmanos declaram “convertam-se ou morram”    -  Michael Carl
Cinquenta membros de uma igreja no norte da Nigéria foram queimados vivos na casa do pastor.
 O ataque, realizado por homens armados, foi apenas o primeiro de uma onda de violência que se espalhou por 12 vilas e deixou mais de 100 mortos no estado nigeriano de Plateau, região que anteriormente estava fora da área de atuação do grupo islâmico terrorista Boko Haram e é a terra natal da etnia fula, majoritariamente islâmica.
Apesar disso, o Boko Haram assumiu responsabilidade pelos ataques e prometeu mais violência.

O porta-voz americano da Missão Portas Abertas, Jerry Dykstra, alerta que a recente onda de ataques está rapidamente se transformando em um funesto campo de batalha religioso, onde o Boko Haram declara que os cristãos devem se converter... ou morrer.
“A Nigéria está se transformando em um campo de extermínio para os cristãos. Centenas deles já foram brutalmente assassinados pelo Boko Haram, incluindo mulheres e crianças”, explica Dykstra. “Ainda esta semana o grupo afirmou que todos os cristãos deveriam buscar o islamismo ou ‘nunca teriam paz novamente’. O objetivo deles é transformar toda a Nigéria em um país governado e dominado pela lei islâmica da sharia”.
Os líderes da Igreja de Cristo da Nigéria relatam que todas as igrejas da denominação foram totalmente queimadas durante a destruição em 12 cidades.
O estado de Plateau é a terra natal dos fulas, grupo nômade e majoritariamente muçulmano, originalmente apontados pelas autoridades de segurança nigerianas como responsáveis pelo ataque.
Segundo uma reportagem local, o consultor criminal nigeriano Innocent Chukwuni teria dito que a logística sugere que o Boko Haram não poderia ter agido sozinho.
“Não acredito que o Boko Haram teria condições de atacar essas vilas tão de repente. Não conseguiriam sem apoio e cooperação local”, ponderou Chukwoma, segundo a reportagem.
O porta-voz dos fulas negou responsabilidade e não respondeu sobre a possível aliança com o Boko Haram.
A analista da Heritage Foundation na África, Morgan Roach, não acredita no envolvimento do Boko Haram devido ao histórico de violência dos fulas.
“Ataques a povoados cristãos não são novidade no estado de Plateau, uma vez que se sabe que os fulas já atacaram comunidades cristãs no passado”, sustenta Roach.
Ela afirma que, como o estado de Plateau é fora do território do Boko Haram, ela tende a concordar com as autoridades nigerianas. Ela também acredita que as queimas de igrejas são um desvio dos métodos do grupo terrorista, tipicamente mais avançados.
“Caso eles sejam responsáveis, isso seria um desvio das suas táticas anteriores, que tendem a ser mais sofisticadas”, questiona Roach.
“Acredito que convém fazer duas perguntas: O Boko Haram está tentando tirar vantagem da instabilidade de Plateau e se aliar aos fulas? Talvez, mas é preciso mais provas”, opina. “Se for confirmada a ligação do incidente ao Boko Haram, seria um caso preocupante para a segurança do país”.
Mas Michael Rubin, analista de Oriente Médio e Terrorismo do Instituto Empresarial Americano, diz acreditar que o Boko Haram é responsável pelos ataques.
“Ninguém iria se surpreender se o campo de ação do Boko Haram estiver se expandindo. Os jihadistas não podem ser aplacados; são expansionistas”, declara.
Roach teme pelas consequências caso o Boko Haram esteja realmente avançando sobre Plateau e sobre o território fula.
“Será que eles estão buscando expandir sua influência para outras partes do território? Provavelmente", constata Roach. “Certamente iria ao encontro do seu objetivo maior de criar um estado muçulmano”.
Dykstra acredita que a maior prioridade da Nigéria é proteger seus cidadãos cristãos e reforçar a segurança nacional.
“O governo nigeriano precisa se posicionar e proteger os fieis cristãos”, defende. “O Departamento de Estado Americano precisa reconhecer que o que está acontecendo na Nigéria não é apenas devido à pobreza e à injustiça”.
Dykstra estava se referindo a uma reportagem da Reuters de 11 de julho sobre um relatório sobre a Nigéria elaborado pelo Conselho Mundial das Igrejas.
“A pobreza, a desigualdade e a injustiça estão ameaçando desencadear um conflito sectário na Nigéria, explicou uma força-tarefa cristã-muçulmana na quarta-feira”, dizia a Reuters, citando o relatório. “O relatório identificou dezenas de problemas distintos, cuja resolução poderia contribuir para a paz de maneira geral”.
Ainda citando o relatório do CMI, a Reuters prosseguia: “A disparidade de riqueza entre os estados produtores de petróleo do sul e os países pobres em recursos do norte é um dos principais fatores para as tensões regionais, como são também as disputas por terra, como a falta de terra de pasto reconhecida para os pastores de gado do grupo nômade fula”.
O relatório também cita o príncipe Bola Ajibola, ex-ministro da justiça, dizendo, “Na Nigéria, três coisas são entrelaçadas: religião, política e etnia; e as três são ofuscadas pela corrupção, a pobreza e a insegurança”.
Dykstra questiona as conclusões do relatório, inclusive a afirmação que joga a culpa em “missionários bem financiados tanto do islamismo quanto do cristianismo” por aumentar as tensões.
“É ridículo”, critica.
Dykstra ressalta também que os cristãos precisam orar pelos seus irmãos e irmãs perseguidos.
Rubin alerta que terríveis consequências irão se seguir se o governo da Nigéria não colocar um fim na guerra civil auto-anunciada Boko Haram.
“Se não for contra-atacado e derrotado, o Boko Haram pode transformar a Nigéria no maior estado falido do mundo”, lamenta.
Traduzido por Luis Gustavo Gentil do artigo do WND: “50 Christians burned to death in pastor's home
Fonte: www.juliosevero.com
publicado por surfandonoassude às 09:47
link do post | comentar | favorito

UM CONVITE para A PAZ MUNDIAL e LIBERAÇÃO de TECNOLOGIA


"Mas, irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva;
Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite;
Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobre-virá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão."         1 Tessalonicenses 5:1-3


SURFANDO NO AÇUDE comenta: A postagem a seguir é um tanto controvertida, está mais para o campo da utopia que realidade, mas, a título de conhecimento geral e também para não negligenciar totalmente a novidade (novidade - ao menos para mim), eis a matéria.

Trata-se de um suposto movimento globalista do bem em oposição ao atual movimento para a nova ordem mundial totalitária e escravagista. Destaco dois pontos cruciais nesse assunto: primeiro que, examinando as fontes, descobri que um dos suportes para tal movimento do bem são seres extra terrestres, algo que vai na contramão daquilo que a Palavra de Deus nos ensina em termos de esperança para que a humanidade seja restaurada do caos do pecado e do engano do inimigo. 

A bíblia afirma que Jesus Cristo é quem retornará para restaurar todas as coisas, ele é o Senhor dos Senhores e virá para levar os salvos e exercer o juízo contra os ímpios, inclusive Satanáz, o “Dragão”, a “Antiga Serpente”. 
Antes de sinalizar o outro ponto, volto a falar do tal movimento do bem, pois com promessas de bem estar geral (pela maravilha da tecnologia) e paz mundial é que tal iniciativa pensa cativar as vontades dos governos e das pessoas individualmente.

O segundo ponto a destacar refere-se ao versículo que postei após o título e que me foi sugerido pelo amigo do blog “Nos Dias de Noé(1 Tess 5:1-3). É só prestar atenção e entender que a bíblia já previu um tempo de uma falsa paz, sem Jesus, antes que venha a “destruição”.

Pois bem, feitos esses comentários, vamos ao artigo...

CONVITE IRRECUSÁVEL AOS GOVERNOS MUNDIAIS
Digo convite irrecusável devido à forma inteligente de como é feito, colocando a decisão dos governantes à vista de todos.

Há um ditado que diz que quando a esmola é grande, o pobre desconfia.
Não é segredo que muitas descobertas em muitos campos que poderiam contribuir para o desenvolvimento e libertação da humanidade foram sistematicamente escondidas para que alguns grupos económicos continuassem a obter os seus fabulosos lucros apesar de estarem a contribuir para a morte da humanidade e do planeta.
Trata-se de um crime contra a humanidade que vem sendo perpetuado há um século e com vastas implicações na vida de todos.

Também faz parte do Plano difundido por Drake, a libertação de 6.000 patentes que terão implicações directas na vida das pessoas e que irão mudar de facto a sociedade.
As patentes da Fundação Keshe não estão englobadas na lista de Drake, sendo um acontecimento independente.

O inteligente procedimento da Fundação Keshe (descrito no convite), não deu qualquer hipótese a tentativas de bloqueio como tem acontecido com outras descobertas.


O próprio convite, sendo público, dirigido aos líderes mundiais, obriga-os a responder sob a observação/escrutínio dos seus cidadãos. Alem disso, se tentarem esconder (como é hábito) esta oportunidade, terão sempre o rabo de fora pois haverá certamente outros países que aceitarão o convite e implementarão as tecnologias oferecidas.
Outra atitude da Fundação com que os poderes instituídos não sabem lidar, é que não há dinheiro envolvido. As patentes foram oferecidas directamente à humanidade e é negada qualquer tentativa de intermediação ou de controlo.

O convite foi publicado em 6 de Junho de 2012.
Leia o texto do convite pois ele é dirigido não só aos líderes mundiais mas também a todos nós para prestarmos atenção às suas reacções.

Um Convite para a Paz Mundial e Libertação de Tecnologia


O texto abaixo é a cópia do convite oficial aos líderes dos vossos governos através das suas embaixadas na Bélgica.
Estes emails começarão a sair da Fundação e serão encaminhados para todos os embaixadores na Bélgica nas próximas duas semanas.

Publicaremos o nome do país e o endereço de email utilizado para que possa seguir o progresso da resposta do vosso governo.

Daqui para o futuro cabe a si verificar que as implicações desta tecnologia são compreendidas no seu país de origem.


Convite para a paz mundial e libertação de tecnologia
A seguir ao encontro da Fundação Keshe com os embaixadores do mundo convidados a Bruxelas em 21 de Abril de 2012, agora o nosso convite vai para as nações do mundo através dos seus embaixadores e dos seus líderes para um encontro em 6 de Setembro de 2012 no Centro da Fundação Keshe em Ninove, Bélgica (ou em qualquer outro lugar escolhido pelas nações).

Como Vossas Excelências tiveram conhecimento, nós convidamos representantes de todos os países para a primeira apresentação da nossa tecnologia em 21 de Abril de 2012.
Os embaixadores de alguns países compareceram a esta reunião e outros decidiram ignorar o convite, devido a pressões de outras nações, e decidiram não comparecer ou desistiram no último momento.



Com este segundo convite nós convidamos de forma directa e inequívoca os líderes do vosso país a apontar indivíduos qualificados que possam tomar parte do próximo encontro na Fundação em 6 de Setembro em nome dos seus governos.
As razões para este convite e para o encontro são as seguintes:


1. Em 21 de Setembro de 2012 a Fundação Keshe irá libertar a primeira fase da sua tecnologia espacial e os sistema gravitacionais e magnéticos (Magravs) que desenvolveu, para todos os cientistas à volta do mundo em simultâneo, para produção e duplicação.
Daqui para o futuro, as fronteiras internacionais deixarão de ter significado.
Isto porque, logo que o primeiro sistema de voo tenha sido construído e colocado à disposição do público, o tempo de viagem de por exemplo de Teerão a Nova Iorque será no máximo de 10 minutos.



Os novos sistemas aéreos permitirão a cada indivíduo fazer a mesma viagem no mesmo tempo e quase sem qualquer custo para qualquer parte do planeta.
A embarcação não será detectável com a tecnologia de radar actual.

2. A crise energética será resolvida de uma só vez, e quando esta tecnologia for posta em prática, os poderes que controlam o fornecimento de energia e com isso as estruturas financeiras, ficarão de mãos vazias.


3. A escassez mundial de água será tratada e resolvida ao apresentar esta tecnologia ao público pouco depois da libertação da nossa tecnologia espacial e energética.
Como conseguimos isto?


Nos últimos 6 anos utilizámos o sistema internacional de patentes para termos a certeza que toda a nação e os maiores cientistas de todo o mundo tenham uma cópia das nossas patentes na sua posse.
(Verifiquem por favor o número de 'downloads' de servidores internacionais de patentes Europeias).


Desta forma evitamos o possível bloqueio desta tecnologia por qualquer indivíduo ou grupo e agora a maior parte das nações estão na posse das nossas patentes para geração de energia, sistemas médicos e viagem espacial.
Desta forma, os métodos utilizados no passado para evitar o desenvolvimento internacional foram contornados e agora todas as nações têm a mesma oportunidade para trabalhar em conjunto para verificarem se esta tecnologia está a ser desenvolvida em segurança.


O ponto principal é que a nossa tecnologia se destina para ser gratuitamente disponibilizada a todos os governos para o benefício de todos os seus cidadãos.


Através dos sistemas que desenvolvemos todas as nações podem ter acesso a toda a energia, água e alimentos que necessitem, assim como a novos métodos de cuidados de saúde e de transporte, todos a muito baixo custo.
De acordo com o seu regulamento, a Fundação Keshe e todas as suas tecnologias são da propriedade das pessoas de todo o mundo.


As patentes são os bens de cada indivíduo neste planeta e não poderão ser invocadas por pessoa, organização ou nação.
Isto significa que toda a renda gerada por esta tecnologia pertence à nação que a utiliza.


Divulgaremos a lista dos países convidados para o encontro de 6 de Setembro de 2012 e o endereço de email completo daqueles que receberam convites, cabendo a vocês como governo tornar conhecido quem da vossa nação irá comparecer a este encontro.
Quando este email chegar às vossas embaixadas, uma cópia ficará exposta no forum e website da Fundação para os vossos cidadãos tomarem conhecimento da oferta que vos está a ser feita.


Será a vossa parte informar os vossos cidadãos da vossa resposta, assim como à Fundação e nós juntaremos os nomes dos delegados assinalados e informaremos onde e como se encontram.
A seguir a este encontro, a apresentação em 21 de Setembro de 2012 será p primeiro passo do programa de ensino da Fundação Keshe para partilhar o seu conhecimento e colocá-lo nas mãos das pessoas por todo o mundo.


Assim que estas novas tecnologias e seus benefícios forem conhecidos pelo público em geral, os líderes de cada nação precisarão decidir como irão implementá-las para o benefício de todos.
Nessa altura haverá duas escolhas: ou trabalhamos juntos para melhorar a vida de todos na Terra através de padrões correctos de conduta, ou as nações avançadas do mundo verão num futuro próximo um dilúvio de imigrantes na ordem das dezenas de milhar a inundarem as grandes cidades.


Estamos preparados para apresentar a tecnologia aos vossos representantes em qualquer ambiente para que possam compreender as suas implicações e as mudanças que poderão produzir.
Daqui para o futuro, podemos assegurar que nenhuma criança ou adulto morrerá de sede ou de fome e que nenhuma nação será atacada por outra, porque as potencialidades militares da nova tecnologia são tão terrivelmente destrutivas que não teremos escolha em aceitar que lutar pelos recursos do planeta é coisa do passado.


Não tem nada de errado em proteger os recursos nacionais, mas agora, como líderes de pequenas regiões da Terra, é vossa responsabilidade verificar que os seus recursos estão disponíveis para serem compartilhados e que, com a ajuda da nossa tecnologia todas as necessidades básicas de energia, água, alimento e cuidados de saúde serão cumpridas.
A Fundação Keshe não leva em conta a cor, nacionalidade, religião ou filiação política, assim o nosso apelo dirige-se a todos os governos para escolherem uma equipa de cientistas para virem e verem as nossas tecnologias em primeira mão.
Poderão então decidir utilizá-las ou não.


Se ignorarem este convite, não demorará muito para que a vossa nação tenha que seguir a liderança de outras que decidiram desenvolvê-las.

Apelamos à vossa nação para iniciar o processo da cooperação mundial o mais depressa possível porque quando estes sistemas estiveram a funcionar, as fronteiras que separam os países não terão significado.


Definimos o cenário para uma mudança de rumo para a humanidade e nos próximos meses veremos isso a acontecer.
Num futuro próximo as pessoas virão a perceber que estamos aqui para servir e não para ser servidos, como todos os recursos estarão disponíveis a todos ao mesmo tempo e na mesma medida.
M T Keshe

Fundador e Director Interino da Stichting the Keshe Foundation


Tradução: OxV.

No mínimo é incrível. Já tinha ouvido falar da Fundação Keshe, das suas tecnologias avançadas (sem pormenores) e da sua intenção de um dia as oferecer à humanidade.
Parece que esse dia está a chegar.
Pode consultar a lista de emails e respectivos países para onde foi enviado o conviteaqui.

No caso de Portugal: secretariat@ambassade-portugal.be

Boa Vida!
Publicada por OlharXver

publicado por surfandonoassude às 05:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 20 de Julho de 2012

ECOTERRORISTAS em PÉ de GUERRA

Greenpeace troca toda sua diretoria no Brasil 
Do site Código Florestal Brasileiro

Depois da derrota humilhante que os ecotalibãs do Greenpeace levaram na discussão do Código Florestal se isolando numa luta contra a agricultura brasileira, a ONG trocou toda sua diretoria no Brasil. Segundo os dirigentes a receita de bolo que orienta a atuação do Greenpeace “está desgastada”.
Com 20 anos de atuação no Brasil, a sucursal brasileira da ONG internacional também quer elevar as doações no país. O Brasil conta com a metade do número de colaboradores da vizinha Argentina, por exemplo.

Nas últimas semanas, três ativistas do alto escalão foram realocados ou afastados do cargo. Paulo Adário, diretor da campanha Amazônia caiu pra cima. Deixará seu bunker em Manaus para se tornar um líder global em florestas tropicais. Virou uma espécia de Raoni branco sem botoque.

Ano passado Adário foi nomeado pela ONU como herói da floresta. Não se sabe ainda se o Greenpeace vai dar um uniforme de capitão planeta a ele, mas deve exibi-lo pelo mundo pedindo dinheiro como os circos faziam antigamente com bestas exóticas.

Sérgio Leitão deixa a direção de campanhas e Kiko Britto deixa a direção de comunicação da ONG. De acordo com o Greenpeace, nenhum nome foi escolhido ainda para ocupar esses cargos.

“Entramos em nova fase: a de um mundo rápido e integrado, que requer novo aprendizado organizacional”, diz Marcelo Furtado, diretor-executivo e mentor das mudanças, que deseja buscar no mercado “gente nova”, que formará os quadros sucessórios da ONG

As mudanças vêm no momento em que o escritório brasileiro da ONG está sendo processado por ter mentido no mundo inteiro sobre a empresa brasileira JBS. A JBS nega as acusações e uma liminar da justiça impede o Greenpeace de comentar o assunto. Para alguns ativistas, o fato ajudou a precipitar a troca de cadeiras na ONG.
fonte:http://www.observadorpolitico.org.br
publicado por surfandonoassude às 18:58
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 18 de Julho de 2012

MUDANÇA de REGIME na SÍRIA: a VERDADEIRA HISTÓRIA

EUA e Al-Qaida: dessa vez, são aliados
O jogo da Turquia
A empresa-imprensa ocidental  

Por François-Alexandre Roy, no Asia Times Online
Quem assista às televisões e leia os jornais da mídia ocidental, só conhecerá a narrativa, repetida diariamente, segundo a qual a Síria estaria envolvida num levante democrático que seria extensão da Primavera Árabe. A verdadeira história é absolutamente outra.

Os sírios que exigem reformas ditas democráticas não são maioria significativa no país, como eram na Tunísia ou no Egito. Além disso, nem todos os “combatentes da liberdade”, entre os quais o Exército Sírio Livre, são sírios.
EUA e Al-Qaida: dessa vez, são aliados

Houve muitas notícias segundo as quais as forças da “oposição síria” seriam um cadinho de diferentes ideologias, de curdos separatistas a membros da Al-Qaida. Sabe-se que há soldados da Al-Qaida entre as forças de oposição na Síria, como há também mercenários vindos diretamente da “Revolução Líbia” – outro bom exemplo de golpe de estado tratado como se fosse parte de alguma Primavera Árabe, pela imprensa-empresa ocidental.

No início no levante na Síria, Ayman Al-Zawahiri, líder máximo da Al-Qaida, convocou diretamente combatentes da Al-Qaida e mercenários sunitas, para juntar-se às forças de oposição na Síria. Assim sendo, é bem evidentemente claro que EUA, Al-Qaida, países do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) estão hoje todos do mesmo lado, aliados, no conflito sírio – tentando um golpe de estado na Síria, sem qualquer preocupação com o futuro da Síria, depois de derrubado o governo de Bashar al-Assad.

O jogo da Turquia

O Conselho Nacional Sírio e o Exército Sírio Livre tampouco estão integrados, e nem sempre lutam do mesmo lado. Contudo, além de derrubar o estado policial de Assad, lhes caberia traçar algum plano coerente para o futuro da Síria pós-revolucionária. Mas o Conselho Nacional Sírio e o Exército Sírio Livre têm um importante traço comum: ambos são pesadamente apoiados pela Turquia, que conta com vir a ocupar lugar de mais destaque na região.

Abdulbaset Sieda, o presidente sírio-curdo do Conselho Nacional Sírio, foi acusado por outros grupos curdos de só representar a agenda do governo turco – inimigo de muito tempo das populações curdas na região. O Quartel-General e os campos de treinamento do Exército Sírio Livre são localizados na província de Hatay, sul da Turquia; foram ali instalados por forças especiais do Catar. Através da Turquia, o Exército Sírio Livre também recebe armas (que foram usadas na Líbia); e, da Otan, recebe equipamento de tecnologia avançada, para comunicações.

Já há algum tempo, a Turquia trabalha para ampliar seu espaço de ação e influência no Oriente Médio. Com uma “revolução democrática” acontecendo junto à sua fronteira leste, os turcos logo procuraram estimular a revolta, na esperança de vir a construir laços fortes com quem vier a governar a Síria, seja governo democrático ou ditador novo. Bom meio pelo qual a Turquia pode começar a construir laços com o futuro governo na Síria é apoiar a causa da “mudança de regime” desde o início, inscrevendo-se entre as forças que tenham ajudado a derrubar Assad.

Dia 22 de junho, a força aérea síria abateu um jato de combate F-4 turco, que, como diz a Síria, invadiu águas territoriais sírias. Além de reforço na presença militar turca na fronteira leste com a Síria, nada mais resultará desse incidente, porque a Turquia errou ao invadir águas territoriais sírias.

Mas, ao derrubar o Phantom turco, o exército sírio mostrou que suas capacidades de defesa antiaérea estão instaladas e operantes. É o que basta para tornar impraticável qualquer coisa semelhante à tal “zona aérea de exclusão” que abriu caminho para o golpe contra a Líbia. É possível que muitos ainda insistam em outras explicações para o “incidente” com o F-4 turco; nenhum jornal ou noticiário de televisão ocidental noticiará o fato: os turcos foram apanhados em operação de espionagem, tentando recolher informação sobre as defesas antiaéreas sírias; é sinal claro de que há planos para outros tipos de agressão à Síria.

A empresa-imprensa ocidental

O modo como a empresa-imprensa ocidental apresenta os eventos que se desenrolam na Síria é o melhor indicador de que há um golpe em curso contra a Síria, chamado sempre “mudança de regime”. O “analista”, o “comentarista” ou o “jornalista” sempre só vê metade do fato, e sempre a metade que mais ajude a justificar e promover a agenda de “mudança de regime” da grotesca coalizão de forças que, hoje, está atacando a Síria: EUA e Turquia (dentro da Otan), aliados da Al-Qaida e do Conselho de Cooperação do Golfo.

Basta analisar o modo como a empresa-imprensa ocidental está cobrindo os desenvolvimentos do conflito na Síria, para ter certeza de que o que está em andamento na Síria nada tem a ver com Primavera Árabe e já é guerra civil provocada e “arrastada” para dentro do território sírio.

Absolutamente nenhum jornal, jornalista, especialista ou autoridade entrevistada nos veículos de mídia faz qualquer referência ao povo sírio ou a demandas dos próprios sírios. Todas as “matérias” e “noticiários” são carregados de imagens de bombardeios e matanças, sempre imediatamente declaradas ações criminosas do regime Assad. Mas sem qualquer tipo de prova.

O mais recente massacre, acontecido em Hula, é bom exemplo do tipo de ação de guerra operado por jornais e jornalistas, contra a Síria: sem qualquer tipo de confirmação ou prova, as imagens que chegaram ao ocidente foram imediatamente identificadas como efeito da ação das forças de Assad.

A BBC chegou a exibir imagem de centenas de cadáveres envolvidos em mortalhas brancas, identificados como vítimas do massacre em Hula. Não. Era foto feita no Iraque, em 2003, pelo fotógrafo Marco di Lauro...

À guisa de legenda, em letras convenientemente microscópicas, a BBC notificava que: “Essa imagem – que não pôde ser verificada – parece mostrar cadáveres de crianças mortas no massacre de Hula, à espera de serem enterrados”. A história espalhou-se pelo mundo, como argumento que comprovaria a crueldade do regime sírio, induzindo a opinião pública a aprovar alguma espécie de intervenção militar, para finalidades “humanitárias”, contra a Síria.

Pouco depois, o autor da fotografia manifestou-se, o “jornalismo” foi denunciado como fraude, e afinal noticiou-se que os reais autores do massacre haviam sido membros do Exército Sírio Livre fantasiados de shabiha (grupos de mercenários); e os mortos eram manifestantes sírios pró-Assad, cujas manifestações não recebem qualquer atenção dos “jornalistas”, jornais, comentaristas de televisão e colunistas e receberam tratamento diferente: a correção não foi tão amplamente divulgada quanto a notícia errada (ou propositalmente falsificada).

E onde se veem, no “jornalismo” das empresas de imprensa ocidental, imagens dos protestos pacíficos? Não há notícias, porque não há qualquer tipo de levante democrático ou Primavera Árabe na Síria, como dizem as empresas de imprensa no ocidente. O que há na Síria é guerra civil, na qual os “rebeldes” são “importados”, não representam qualquer tipo de maioria da população e não estão absolutamente unidos sob qualquer tipo de plataforma política; absolutamente não se sabe por que, afinal, tanto lutam para derrubar o regime de Assad.

Mais provas disso se veem nos confrontos sectários que irromperam no norte do Líbano. Toda e qualquer prova da guerra civil na Síria é censurada pelas empresas de imprensa ocidentais, porque não ajudariam a promover a causa do golpe contra Assad (“mudança de regime”). A opinião pública tem de ser convencida de que o golpe não é golpe; que há “boas razões” para uma “mudança de regime”.

Se o regime de Assad for afinal derrubado, será má notícia para o Irã e para o Hezbolá. O Irã estará cercado por “postos avançados” dos EUA em estados hospedeiros, a partir dos quais os EUA poderão, afinal, começar a atacar o regime iraniano: é o sonho, há vários anos, do complexo militar-midiático-industrial representado no Congresso dos EUA pelos neoconservadores dos dois principais partidos.

Mas, se houver ataque militar pelos exércitos dos EUA/Otan para “libertar” o povo sírio, como “libertaram” o povo líbio ao preço de destruir a Líbia, acontecerá na Síria o que não aconteceu nem na Líbia, pelo menos até agora: guerra civil sem prazo para acabar, mais sangrenta do que se viu até agora. E que permanecerá absolutamente ocultada pelos jornais, “jornalistas” e empresas de mídia do ocidente.

Fonte: Asia Times Online (retirado do sítio O Vermelho)

Nota O Tempo Final: algum tempo atrás sugeri que as mudanças politico-sociais no norte de África e Médio Oriente eram muito mais do que apenas isso, mais do que um assunto interno dessas nações. As implicações citadas nos dois últimos parágrafos do texto sãoevidentes.

Não se de esqueça que estamos a apenas quatro meses de eleições presidenciais nos EUA. E Obama terá de saber jogar muito bem com todas as peças do tabuleiro...

fonte: http://diariodaprofecia.blogspot.com.br
publicado por surfandonoassude às 18:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

MUÇULMANOS e CATÓLICOS - encontro para debate

Líderes muçulmanos e católicos se encontram para debate
Um grupo de lideranças muçulmanas e católicas reuniram-se no Vaticano para fazer um debate sobre suas relações diante da “situação atual do mundo”.

De acordo com um comunicado oficial do Vaticano, o cardeal Jean-Louis Tauran, presidente do Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso e o presidente do Fórum Islâmico Internacional para o Diálogo, Hamid bin Ahmad Al-Rifaie, presidiram a reunião. Oito muçulmanos e oito representantes católicos participaram da reunião. Os participantes “trocaram opiniões sobre as relações entre cristãos e muçulmanos”, segundo o comunicado.

Uma segunda reunião de dois dias foi agendada em Roma, em julho de 2013, cujo tema será “Os crentes na frente do materialismo e do secularismo”, disse o Vaticano.

Dando continuidade ao diálogo iniciado em 1995, até 2012 foram 17 encontros promovidos.
O Vaticano tem feito reuniões inter-religiosas regulares com estudiosos muçulmanos depois que 138 especialistas muçulmanos escreveram uma carta em 2007, defendendo o diálogo com os cristãos.

A carta chegou depois que o papa Bento XVI fez um discurso em Regensburg, Alemanha em setembro de 2006 citando observações de um imperador bizantino, criticando o Islã por ser uma religião violenta.

O papa posteriormente pediu desculpas aos muçulmanos, pois os comentários causaram uma reação violenta. Ele disse que o verdadeiro significado de seu discurso “era e é um convite ao diálogo franco e sincero, com grande respeito recíproco”.

Fonte(S) - Gospel Prime
tags:
publicado por surfandonoassude às 17:52
link do post | comentar | favorito

OBAMA INTIMADO a COMPROVAR sua CERTIDÃO de NASCIMENTO FALSA

VOCÊ ACHA QUE NÃO É POSSÍVEL?

publicado por surfandonoassude às 17:35
link do post | comentar | favorito

GLOBALITARISMO AMEAÇADO lança cortina de fumaça

Escândalos no HSBC e na City londrina forçam Oligarquia Global a lançar pretensa ofensiva contra o crime
Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net

Por Jorge Serrão

Por erros táticos, com repercussão política negativa, a Oligarquia Financeira Transnacional se vê obrigada a rever todo seu teatro de operações para consolidação da Nova Ordem Mundial. Os recentes escândalos envolvendo bancos ingleses com lavagem de dinheiro e manipulação das taxas interbancárias Libor e Euribor, gerando prejuízos financeiros e de imagem a megainvestidorees, queimaram o filme da City de Londres.

O centro nervoso, político e econômico das decisões do globalitarismo terá de se reinventar ou se metamorfosear para continuar exercendo o controle invisível dos negocios mundiais. A maquiagem tática imediata é usar os centros de poder global para um suposto combate ao crime transnacional. É o caso da campanha anunciada pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). Outra ação é o anúncio midiático de que o Council on Foreingn Relations (CFR) – o mais influente propagador da Nova Ordem Mundial – vai mobilizar o Google e parceiros estratégicos para atuar no combate ao mesmo crime organizado global – que movimentaria, por ano, absurdos US$ 870 bilhões (R$ 1,74 trilhões na cotação média).

O estouro de novos escândalos forçou a rápida contra-ofensiva midiática da Oligarquia Transnacional. Causou turbulência no mercado a revelação de uma investigação do Senado norte-americano indicando que o frágil sistema de controle do HSBC Holdings PLC – maior banco europeu – permitiu que cartéis de droga mexicanos, durante pelom menos sete anos, lavassem dinheiro em operações nos Estados Unidos. Subcomissão Permanente de Investigações do Senado também descobriu que o banco fez transações financeiras com o Irã, o proibidas pelos EUA, repassando dinheiro a bancos na Arábia Saudita e Bangladesh - suspeitos de financiar grupos terroristas como a Al-Qaeda. Por isso, o HSBC virou alvo de investigações do Departamento de Justiça dos EUA.
A City londrina já estava na berlinda com os escândalos de manipulação das taxas interbancárias Libor e Euribor liderados pelo banco Barclays – que chegou demitir dirigentes, para efeito-especial perante a opinião pública. No final do ano passado, o britânico Royal Bank of Scotland (RBS) foi obrigado a detonar quatro de seus traders por seu suposto envolvimento em manipulações das taxas. Agora, com a suspeita lançada pelo Senado dos EUA sobre o HSBC, o sistema financeiro dos controladores fica com a imagem e credibilidade debilitadas. As denúncias parecem uma reação de setores de informação conservadores dos EUA, na tentativa de recuperar a soberania perdida desde 1913, quando os bancos britânicos e seus parceiros norte-americanos criaram a Reserva Federal – assumindo o poder sobre a moeda do Tio Sam.

Como já destacamos neste Alerta Total, o Crime Organizado Transnacional conta com as parecerias locais dos Governos do Crime Organizado. Tal sistema atua em quatro frentes simultaneamente. A primeira é a Força Motriz (que é a base política de quem dita a ideologia do Estado). A segunda é a Força de Sustentação (que forma as associações entre os agentes do Estado, nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, junto com os demais promotores da corrupção e usurpação estatal e seus aparelhos repressivos). A Terceira é a Força de Influência (que colocam em prática as ideologias e funcionam como agentes conscientes ou inconscientes do sistema que serve ao crime: mídia, ONGs, academia, sindicatos, seitas e movimentos sociais. A quarta é a Força Operacional (onde operam as máfias de todos os tipos e suas milícias ou guerrilhas urbana e rural, todas com alguma ligação direta ou indireta com a máquina estatal, para promover ações práticas ou psicológicas de terror e medo: assaltos, homicídios e terrorismo.
As quatro forças juntas formam uma Organização Político-Administrativa que obedece, no topo da cadeia, à Oligarquia Financeira Transnacional – que controla todos os negócios globais lícitos e se beneficia diretamente dos esquemas ilícitos que mantém as nações sob controle. Tal esquema, que patrocina a globalização, conta com a sustentação de de clubes de poder, cartéis informais e seus centros de inteligência, onde são formuladas todas as políticas, estratégias e ideologias que atuam a serviço do globalitarismo e do próprio crime organizado transnacional. O sistema de crime organizado global só se viabiliza com o apoio direto ou consentido do mercado financeiro – onde rola todo o dinheiro necessáriuo para financiar ou emprestar legalidade às ações mafiosas ou de guerra social (midiáticas, ideológicas ou ações diretas de banditismo e guerrilha propriamente ditas).

O globalitarismo será obrigado a se reinventar. As consequencias disso serão novas crises econômicas, para rearranjo do sistema de poder, e novas crises políticas – provocando ainda mais a quebra das soberanias nacionais e o avanço dos poderes multilaterais. O alvo preferencial é o núcleo de poder dos EUA – que tem a capacidade bélica e potencial econômico para se contrapor ao esquema da Oligarquia Financeira Transnacional, nesta guerra quase invisível pela hegemonia mundial.


FONTE: http://www.alertatotal.net

Entenda melhor esse assunto lendo também Piada: ONU lança campanha para combater o crime organizado patrocinado pelo próprio sistema globalitário
publicado por surfandonoassude às 17:19
link do post | comentar | favorito

UM TESTE de peso PARA a RÚSSIA

Observatório Internacional: Um teste de peso para a Rússia
Por: Fernando de Jesus
17 de julho de 2012 às 1:32 pm | Postado em: Geral, Opinião
Desde os tempos dos czares a Rússia manteve um papel de destaque nas principais decisões que envolveram a História e a geopolítica internacional. A primeira contribuição russa aconteceu quando o czar Ivan, o grande, se tornou o protetor do legado de Roma e Constantinopla, tornando Moscou a terceira Roma. Não fosse isso, grande parte da história e cultura do império romano teria se perdido pelos becos da história.


O segundo momento de destaque russo se deu no início do século XIX. Napoleão já tinha conquistado mais da metade da Europa, mas ainda faltava a Rússia. Em 1812, o general francês lançou suas tropas para o leste. Mas ele não contava com a destreza do povo russo com seu poderoso aliado, o inverno. Não deu outra. Napoleão caiu.
Outra grande vitória russa foi durante a Segunda Guerra Mundial. Hitler era imbatível. Por onde passavam, suas tropas obtinham êxito com brutal facilidade. Até que o baixinho decidiu se aventurar, no que ele considerava o Espaço Vital: a URSS.

Até então, os exércitos de Hitler desconheciam a palavra derrota. Após a invasão do país, os russos recuaram até os arredores de Moscou, esperando a hora certa para contra-atacar. Na verdade eles esperavam a chegada do inverno. A História se repetiu e os alemães foram expulsos de novo para o oeste. Na bagagem, a futura derrota na guerra.

No entanto, com o colapso da União Soviética em 1991, a Rússia perdeu seu status de potência mundial e seu poder de decisão foi posto em xeque. Mas, depois de colocar os parafusos no eixo, e contar com a alta do preço do petróleo, no início dos anos 2000 Moscou voltou a dar as cartas do cenário mundial. Dessa vez com porretes nas mãos e ogivas nos bolsos.

O gigante estava dormindo, mas resolveram acordá-lo com vara curta. Em 2008, pressionada pelo programa de escudo de antimísseis proposto pelos EUA à Europa, os russos responderam rápido. A bola da vez foi a Geórgia. Foram apenas cinco dias de guerra e uma mensagem clara: naquele quintal, quem manda é o Kremlin.
Mas a influência dos EUA, rival geopolítico histórico, na região do Mar Cáspio é crescente e preocupa Moscou. Depois da Líbia, agora é a vez da Síria testar sua resistência frente ao interesse ocidental. Não entrando no mérito da questão. Quem está certo ou quem está errado, isso é um tema para um próximo debate.

O que está em jogo é a queda de braço russa contra as potências ocidentais. Desde o final do comunismo os russos não tinham um teste de força como agora. Herdeira do acento soviético no Conselho de Segurança da ONU, a Rússia possui poder de veto no órgão. Moscou vetou todas as propostas de intervenção estrangeira no país, e no que depender do Kremlin, nenhum outro país irá intervir militarmente na Síria.
Longe de ser uma preocupação humanitária ou democrática, Moscou está preocupada com a crescente influência dos EUA na região, que já tem tropas no Iraque, Afeganistão e em outros países do Leste europeu. Se a Síria cair, Moscou estará cercada por forças que durante muito tempo foram seus inimigos mortais, o que pode diminuir ainda mais seu poder de decisão e influência na região e no cenário mundial.
FONTE: http://ianoticia.com
publicado por surfandonoassude às 16:59
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 17 de Julho de 2012

A BÍBLIA SATÂNICA


A Editora HarperCollins, que publica a Bíblia Satânica, anunciou a compra da Editora Thomas Nelson, que publica várias edições daBíblia Sagrada e outros livros cristãos, segundo a agência de notícias Associated Press. Os valores da transação não foram revelados.

No Brasil, a Editora Thomas Nelson é dirigida por Omar de Souza, amigo do Pastor Caio Fábio, e trabalha em parceria com a Ediouro, uma editora que publica livros com conteúdo místico e pornográfico, segundo o site Holofote.Net.

O autor da Bíblia Satânica, Anton LaVey, era o Supremo Sacerdote da Igreja de Satanás e morreu louco. A Editora HarperCollins já havia comprado anteriormente uma outra editora cristã nos Estados Unidos, a Zondervan, que publica a Bíblia NVI ( Nova Versão Internacional) em inglês.

A Editora Zondervan era a dona da Editora Vida, uma das mais conceituadas editoras cristãs brasileiras. Após uma reestruturação, a Zondervan vendeu a Vida para um comprador argentino, e desde então, a Editora Vida tem perdido espaço no mercado brasileiro.

Fonte: Gospel+

Como vocês podem ver, está cada vez mais difícil confiar nestas versões da Bíblia, cujos proprietários das editoras que têm o direito legal de suas publicações não são nem um pouco confiáveis. São grandes vendedores de material pornográfico e também de teor satânico e esotérico.

É porisso que em outro artigo sugeri a leitura de uma única versão da Bíblia 100% confiável: Almeida Corrigida e Fiel, publicada pela Sociedade Trinitariana do Brasil. Um abraço a todos.
FONTE: http://jesusprometeuvoltar.blogspot.com.br

publicado por surfandonoassude às 13:26
link do post | comentar | favorito

PAPA recebe MARCA na FRONTE (ocorrido em 1988)


O Papa João Paulo II Recebe Uma Marca na Fronte Colocada por uma Sacerdotisa Pagã de Shiva


Em um dos mais reveladores exemplos da natureza ocultista da Igreja Católica Romana, o papa João Paulo II permite que uma sacerdotisa pagã de Shiva (ou Xiva) marque sua fronte. Não se engane: o papa é o Falso Profeta, conforme revelado por outra fonte pagã.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"

Recebemos algumas informações chocantes e reveladoras sobre o papa João Paulo II de outra organização cristã, Former Catholics for Christ. Os boletins deles, de jan/fev/mar de 1998, revelam que o papa João Paulo II permitiu que uma sacerdotisa hindu fizesse a tradicional marca de Shiva (ou Xiva) em sua fronte. Logicamente, esse evento chama a atenção de qualquer pessoa que creia nas profecias bíblicas. No livro do Apocalipse, o Falso Profeta, o líder da nova religião global do Anticristo, faz os habitantes do mundo aceitar uma marca, ou na fronte, ou na mão direita. Portanto, é um fato importante quando uma sacerdotisa pagã faz uma marca na fronte do Papa!

Veja você mesmo a foto que recebemos da FCFC. Veja a sacerdotisa estender sua mão direita para colocar a marca de Shiva na fronte do papa João Paulo II
A maioria de vocês provavelmente não sabe quais são as características da adoração a Shiva, de modo que dedicaremos alguns momentos para explicar isso. O Dicionário de Nova Era define Shiva como "O deus hindu da ilusão, da Ioga, dos animais, e dos ascéticos; Senhor da dança, que vive no Monte Kailas, em Benares, e em vários outros lugares em todo o mundo" [pág. 180].

Portanto, sabemos que a religião de Shiva é parte da religião hinduísta, e que é pagã. Se o papa da Igreja Católica Romana é "o Vigário de Jesus Cristo na Terra", e se é infalível quando executa suas funções de papa, então como pode sancionar a falsa religião do hinduísmo? Como pode permitir uma cerimônia na qual ele não somente recebe uma marca na fronte, como também claramente fica subserviente a uma sacerdotisa de Shiva? O papa João Paulo II esqueceu as palavras do Senhor em matéria de outras religiões?

"Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim." [João 14:6].
Em outras palavras, Jesus está declarando que seu caminho para o céu é o único caminho, e que o cristianismo é a única religião válida na terra! A propósito, essa exclusividade foi a doutrina principal dentro da Igreja Católica Romana, por vários séculos!

"Tomai conhecimento vós todos e todo o povo de Israel de que, em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, a quem vós crucificastes, e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, sim, em seu nome é que este será curado perante vós. Este Jesus é a pedra rejeitada por vós, os construtores, a qual se tornou a pedra angular. E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos." [Atos 4:10-12].

O papa João Paulo II desafiou as solenes palavras de Jesus Cristo quando deu credibilidade e validade à religião pagã de Shiva. O papa está negando, por suas ações, que o cristianismo é a única religião válida na Terra. Mas ele está fazendo muito mais: está desafiando o mandamento de Deus em Jeremias 10:2: "Assim diz o SENHOR, não aprendais o caminho dos gentios.".

Vamos agora examinar o paganismo da religião hindu de Shiva. Prepare-se para um choque. Fizemos uma pesquisa na Web e descobrimos alguns fatos
interessantes sobre esse deus:
 
"Shiva Ardhanariswara — Deus como a União Divina. Shiva é a totalidade da existência — masculino e feminino, luz e trevas, criação e destruição, yin e yang. Nessa forma chamada o Senhor, cuja metade é mulher, encontra-se a expressão não da dualidade, mas da união dos opostos. O lado direito da deidade está vestido com um curto dhoti, a tradicional vestimenta masculina da pré-história até o presente. O lado esquerdo veste roupas e jóias femininas mais elaboradas. Essa divisão antropomórfica simboliza o evento primal que a física moderna chama de "big bang": a forma que emerge a partir do vazio, uma Unidade Original atingindo a multiplicidade".

Aqui, descobrimos que Shiva encorpora a teologia satânica do Princípio da Dualidade, especialmente conforme representado pelo princípio Masculino e Feminino! Shiva é puro satanismo. Shiva é também típico da religião de Nova Era, que fala muito sobre alcançar a "Unidade Original". Assim, Shiva é compatível com satanismo e com o Movimento de Nova Era.

Examinemos agora outra gravura de Shiva que obtivemos na Internet e estudemos as notas referentes à gravura:

"Shiva — Shakti — A Consorte de Shiva-Shakti (Yab-Yum) é uma imagem de uma consorte tântrica. O mais sagrado e mais misterioso caminho para a consciência mais elevada, tantra é a União Sagrada dos opostos. Os taoístas chamam essas energias de yin (o princípio ativo) e yang (o princípio passivo). Bly, Jung e Nin destacam que cada indivíduo precisa alcançar um casamento interior de sua natureza masculina e feminina para obter o equilíbrio verdadeiro. Os pares de consortes hindus que epitomizam esse simbolismo psíquico são excelentes representações das interconexões sagradas sociais, sexuais dos homens e das mulheres. Essa conjunção de Shiva e Shakti expressa o sagrado da sexualidade como um caminho para a união espiritual".
Que raios é uma "imagem de consorte tântrica"? Segure-se bem na cadeira, porque quando você souber, mudará para sempre sua opinião sobre a Igreja Católica Romana e seu papa! O Dicionário de Nova Era define "tantra" como "união sexual meditativa (no tantra hindu, a parte feminina é a ativa, e a masculina é a passiva; no tantra budista, a parte masculina é a ativa e a feminina é a passiva)" [Pág 195].

A palavra "consorte" também tem um grande significado quando usada nesse contexto. O Novo Dicionário Aurélio define "consorte" como um "companheiro na mesma sorte, estado, ou encargo; cônjuge". Assim, o termo "consorte tântrica" literalmente significa envolver-se em sexo com uma parceira como um meio de adorar o deus! Pessoal, isso é puro satanismo. Se você realmente quer uma experiência que irá abrir seus olhos, vá a uma livraria especializada em livros sobre Nova Era e procure os livros sobre Sexo Tântrico. Você descobrirá que os livros são recheados de páginas que podem ser classificadas como pornográficas, acompanhadas de descrições que deixariam orgulhoso qualquer autor de literatura pornográfica. Tudo isso é feito em nome de "adoração" e "religião". Essa adoração pervertida não é nada mais que a definição bíblica completa de paganismo:

"Pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura, em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente, Amém. Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames..." [Romanos 1:25-26a].
Essa religião está literalmente adorando a criatura por meio do sexo, em vez de adorar o Criador. Por que o papa João Paulo II está se confraternizando com pessoas que adoram utilizando o sexo? Ele não é celibatário, e sua Igreja Católica Romana não defende os "Valores Familiares" conforme ensinados na Bíblia? Poderíamos fazer uma infinidade de perguntas iguais a essas.
"Shiva com Nandi — Deus como uma Felicidade Meditativa". O touro Nandi é Shiva em sua forma animal bem como o monte sobre o qual o Grande Deus monta. O touro sexualmente potente é uma expressão da energia cósmica criativa de Shiva, porém seus instintos bestiais são mantidos sob controle. De uma maneira similar, o asceticismo iogue de Shiva garante a libertação dos enganos e ilusões mundanas. Nandi (seu nome significa 'dar alegria') é o maior devoto de Shiva. Essa imagem evoluiu de uma representação pré-histórica (Shiva Pasupati) em que o deus era uma deidade chifruda da fertilidade; sua adoração era centralizada na antiga civilização Mohenjo Daro do vale do rio Indo.

Nesta figura, vemos Shiva em sua forma feminina, com o "touro sexualmente potente" ao seu lado, ao qual ela está controlando; porém, temos a certeza que a bestialidade não está ocorrendo aqui, embora o touro tenha afeição por Shiva. No fim dessa descrição, vemos a ligação entre esse touro e a "deidade chifruda" satânica. Novamente, somos confrontados pelo fato que Shiva não é nada mais que satanismo com uma máscara ligeiramente diferente que aquela
vestida pelos satanistas tradicionais.
 
"Shiva — Mahadev — Símbolo do equilíbrio interior. Senhor da criação e da destruição, representado aqui em seu aspecto como um iogue asceta. Sentado na posição de lótus sobre a pele de um tigre, o terceiro olhofocado na meditação, ele supervisiona sem paixão a criação e desintegração do universo material. Dele brotam as águas do rio Ganges, símbolo da fertilidade e da purificação. Seu colar de serpente implica a força da vida que está em todos os seres. A adoração a Shiva iniciou-se há mais de 5000 anos. A lua crescente em seus cabelos e as marcas na sua fronte indicam seu aspecto de minotauro chifrudo."

Nesta figura, vemos Shiva na forma masculina, e podemos ver claramente o tipo de marcas que a sacerdotisa de Shiva está fazendo na fronte do papa João Paulo II. Observe que os escritos que acompanham a figura falam do "terceiro olho focado na meditação". Os ocultistas de todo o mundo, em todas as épocas, ensinam a suprema importância de elevar sua consciência até o ponto em que o Terceiro Olho seja aberto. Vejamos a definição do Dicionário de Nova Era. "Terceiro Olho, órgão da intuição, localizado entre as duas pestanas; sexto chakra dividido em cinco categorias pelos tibetanos: 1) Olhos dos Instintos, faixa de visão acima do normal, como um pássaro; 2) Olhos Celestiais, recebendo o céu, a Terra, e os nascimentos no passado e no futuro; 3) Olhos da Verdade, dos épicos do mundo; 4) Olhos Divinos, recebendo milhões de períodos do mundo; 5) Olhos do Buda, recebendo a eternidade." [pág. 200].

Adolf Hitler esteve extremamente interessado em alcançar a completa abertura do seu Terceiro Olho, durante seu tempo de treinamento na Sociedade Ocultista de Thule, treinamento esse que era indispensável para fazer dele um Filho do Inferno, como de fato ele foi. Os ensinos do Terceiro Olho são satanismo, hinduísmo, budismo, e Nova Era, todos combinados em uma coisa só. O que o papa João Paulo II está fazendo, submetendo-se a uma sacerdotisa de uma religião tão ocultista e satânica?

O informe da organização cristã Former Catholics for Christ acrescenta mais uma pequena informação interessante com relação à adoração a Shiva.

"De acordo com o livro Gods of the New Age (Deuses da Nova Era), de Caryl Matrisciana, o adoradores de Shiva são 'reconhecidos pelas três linhas horizontais pintadas em suas frontes. Esses discípulos do deus Shiva consideram a loucura — um dos atributos de Shiva — um dos níveis mais altos de espiritualidade! Muitos hindus acreditam que a insanidade é uma forma de consciência do deus'."

Novamente, vemos a face do satanismo. A Bíblia fala repetidamente que a mente sadia é um dos atributos da comunhão com Deus. Veja:

"Porque Deus não nos tem dado o espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação." [2 Timóteo 1:7].

"Indo ter com Jesus viram o endemoninhado, o que tivera a legião, assentado, vestido, em perfeito juízo; e temeram" [Marcos 5:15; também Lucas 8:35, etc.] Nesta seção, vemos que Jesus expulsou uma legião de demônios de um homem. Uma das principais características daquele homem possesso era uma forma de loucura. No entanto, quando Jesus expeliu os demônios, o homem recuperou o perfeito juízo.

"E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem cousas inconvenientes." [Romanos 1:28] Todas as pessoas que se envolvem profundamente no ocultismo estão correndo o risco de serem "entregues" por Deus a uma disposição mental reprovável.

"Todas as cousas são puras para os puros; todavia, para os impuros e descrentes, nada é puro. Porque, tanto a mente como a consciência deles estão corrompidas. No tocante a Deus, professam conhecê-lo, entretanto o negam por suas obras, por isso que são abomináveis, desobedientes ereprovados para toda boa obra." [Tito 1:15-16] Novamente, esses versos, clara e precisamente descrevem a insanidade potencial das pessoas que rejeitaram a Deus e se entregaram às práticas do ocultismo, qualquer que seja a forma.

Deus é um Deus de uma mente cristalina e sã, enquanto Satanás é o deus da insanidade. Um dos principais modos em que o mundo será impactado após o Arrebatamento da Igreja, é que a ação do Espírito Santo em restringir o mal será suspensa. Satanás terá, então, muita liberdade para agir. Ocorrerão muitos casos de insanidade mental, pois a mente é aquela parte do corpo onde "fomos criados à imagem de Deus", e, portanto, Satanás a detesta excessivamente. A outra parte do nosso ser criado à imagem de Deus, é nossa alma eterna, na qual Satanás não pode tocar.
Conclusões

Agora, vamos revisar cuidadosamente o que aprendemos neste artigo:

Vimos que o papa João Paulo II participou em uma cerimônia na qual permitiu que uma sacerdotisa hindu colocasse a tradicional marca de Shiva em sua fronte. Isso deixou o papa em submissão à sacerdotisa durante a cerimônia, e conferiu aceitação papal à religião pagã da adoração a Shiva.

Aprendemos que a religião de Shiva é totalmente satânica e que adora seu deus por meio do sexo tântrico.

Por meio desse ato de aceitar a marca na sua fronte, o papa sinalizou sua aceitação de Shiva como uma religião tão válida quanto o cristianismo.

Como Shiva tem muito em comum com a religião de Nova Era, o papa sinalizou sua aceitação da Nova Era como uma religião tão válida quanto o cristianismo. Nos anos anteriores a sua morte, Madre Teresa participou de várias conferências de Nova Era nas quais ela era uma das conferencistas. Em N1020, "Gorbachev More Dangerous Than Ever, Part I", e em N1021, "Parte 2", abordamos a conferência global de líderes da Nova Era e da Nova Ordem Mundial para uma conferência de uma semana de duração em San Francisco. Essa conferência foi organizada para facilitar uma transição suave para a Nova Ordem Mundial por volta do ano 2000. As pessoas que compareceram pareciam sair da lista Quem é Quem dos principais líderes da Nova Ordem Mundial. O único representante da Igreja Católica Romana foi Madre Teresa.

Em N1052, "Seminar Note: House of Theosophy", informei que o diretor da Nova Inglaterra da Casa da Teosofia, que passou vários anos como membro planejador no "Projeto da Aliança Nova Jerusalém" disse várias coisas muito interessantes sobre o papa da Igreja Católica. Especificamente, ele disse qual é a posição do papa no Plano para a implementação da Religião da Nova Ordem Mundial:

O papa é um "Receptor Adequado" para o Cristo da Nova Era. Essa afirmação significa que o papa não terá problemas em aceitar o Anticristo quando ele aparecer. O único modo como isso poderia acontecer é se ele for tão pagão em seu coração quanto o Anticristo.

Após o Anticristo aparecer, o Papa convocará uma conferência religiosa especial em Jerusalém na qual anunciará que as religiões do mundo estão agora unificadas e que ele é o líder supremo.

Essas revelações colocam o papa no papel do Falso Profeta descrito na Bíblia. Vamos examinar a passagem em Apocalipse 13 que descreve esse Falso Profeta, para que você possa decidir por si mesmo se o papa cumpre essa profecia:

Apocalipse 13:11 descreve o Falso Profeta quando ele aparecer ocupando esse papel: "Vi ainda outra besta emergir da terra; possuía dois chifres, parecendo cordeiro, mas falava como dragão." Em outras palavras, o Falso Profeta bíblico afirmará ser cristão e será aceito pela vasta maioria das pessoas na Terra, como um cristão. ["Tinha dois chifres, parecendo cordeiro", refere-se claramente a um líder que afirma conhecer e servir a Jesus Cristo]. No entanto, no fundo de seu coração, esse Falso Profeta será satânico. Será um adorador de deuses pagãos e abraçará essa cosmovisão e práticas religiosas. Essa cerimônia onde o papa João Paulo II aceita a marca de Shiva em sua fronte é a maior ilustração que o Pontífice Romano cumpre a profecia bíblica perfeitamente.

Apocalipse 13:12-14 diz que o Falso Profeta poderá efetuar todos os sinais e maravilhas que o Anticristo pode realizar, e que levará a população a adorar o Anticristo. "Exerce toda a autoridade da primeira besta na sua presença. Faz com que a terra e os seus habitantes adorem a primeira besta, cuja ferida mortal fora curada. Também opera grandes sinais, de maneira que até fogo do céu faz descer à terra, diante dos homens. Seduz os que habitam sobre a terra por causa dos sinais que lhe foi dado executar diante da besta...".

Portanto, o Falso Profeta será simplesmente outro Anticristo no fundo de seu coração. Ele exercerá um papel importante em enganar os habitantes do mundo e levá-los a adorar o Anticristo. Desde Martinho Lutero [ano de 1520] até o Dr. Alexandre Hislop [fim de 1800], líderes evangélicos identificaram o papa da Igreja Católica como o Falso Profeta bíblico. Eles basearam suas conclusões no paganismo da Igreja Católica e em várias profecias que oferecem grandes detalhes referentes ao Falso Profeta, sua igreja e a cidade a partir da qual ele reina.

Agora, os eventos que estão ocorrendo diante dos nossos olhos, nas notícias do dia-a-dia, estão oferecendo provas que essa antiga identificação do Pontífice como o Falso Profeta é absolutamente correta. A Igreja Católica Romana não somente contém muita doutrina pagã, como também o papa agora utiliza uma Cruz Vergada Satânica, em vez de um crucifixo tradicional, mas agora o vemos aceitando a religião de Shiva, como se fosse tão válida quanto o cristianismo. Lembre-se da profecia do fim dos tempos referente ao discernimento, e aplique-a a essa situação:

"Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora." [1 João 4:1].

Quando "provarmos" esse espírito, veremos que ele procede de Satanás, não de Deus.

Amigos, Deus está tentando chamar nossa atenção aqui. Ele está tentando mostrar-nos a verdade da situação que o mundo enfrenta hoje. Ele está tentando nos mostrar a identificação do Falso Profeta. A verdadeira pessoa que será o Falso Profeta pode não ser João Paulo II, mas será o papa Católico Romano!

Se você é católico, compreenda que não o odiamos, nem odiamos o Catolicismo Romano. Nossos corações ardem por vocês, porque suas vidas eternas estão em jogo. Se você continuar a seguir o Catolicismo Romano, será eternamente perdido, pois a doutrina católica não ensina a salvação pela fé. Além disso, o papa está agora revelado como o Falso Profeta satânico. Você acabará caindo no inferno. Conheça o Plano de Salvação oferecido na Bíblia e o poder real do Espírito Santo.

Todos que lerem este artigo devem compreender que acabaram de ver um sinal incrível do fim dos tempos. Acabam de ver a face sem máscara do Pontífice Romano como o Falso Profeta que ele realmente é.

O fim dos tempos está vindo apressadamente sobre nós, como um trem de carga.

Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", clique aqui: http://www.cuttingedge.org


Que Deus o abençoe.Revisão: http://www.TextoExato.com
FONTE: A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1161.asp



LEIA TAMBÉM: O Papa João Paulo II Recebe uma Marca na Fronte Colocada Por uma Sacerdotisa Pagã de Shiva — Parte 2
publicado por surfandonoassude às 08:08
link do post | comentar | favorito

EUA e CHINA disputando a ÁFRICA

Os Estados Unidos e a África
 
Quê? Outro artigo acerca da África? É para chorar acerca dos pobres da Nigéria, dos desgraçados do Darfur ou quê? E fala-se de Estados Unidos também? Olha só que originalidade...

Calma Leitor, calma: a realidade é um pouco mais complexa.
O facto é que na África, tal como no Médio Oriente, há uma guerra em curso. Muitas vezes é uma guerra silenciosa mas nem por isso menos importante. Enquanto os media vendem a Síria nas primeiras páginas, pouco ou até mesmo nada é dito acerca da operações que são desenvolvidas no vizinho continente.

Curioso: há mais mortos na África do que na Síria; há mais forças em campo; há as duas maiores potências mundiais (EUA e China) directamente empenhadas; há biliões de Dólares gastos; há recursos naturais em jogo; mas é só o silêncio, pois todas as atenções são canalizadas para a Síria. Isso significa algo.
Embora assuma a forma duma coordenação de segurança com o pretexto de "combater o terrorismo", na realidade a penetração americana na África vai muito além disso: é uma estratégia imperial que visa controlar os recursos naturais e as áreas geo-estratégicamente importantes.

No passado 14 de Outubro, o simpático Barack Obama (o Prémio Nobel da Paz, caso o Leitor tivesse esquecido) afirmava:

Autorizei a implantação de um pequeno número de forças americanas na África Central, para prestar assistência às forças regionais que visam eliminar Joseph Kony do campo de batalha [...] Acredito que a implantação dessas forças armadas para reforçar a segurança nacional dos EUA Americana garante os nossos interesses estratégicos e apoia a nossa política externa.Era este o envio de 100 soldados norte-americanos em Uganda, uma decisão que faz parte do plano anunciado em 2009 e que tem como objetivo "desarmar" a milícia do Exército do Senhor (LRA, Lord’s Resistence Army), pelo menos oficialmente.

Para justificar este polémico envio e reiterar a firme intenção de não arrastar o País em novas missões (os EUA já estão atolados no "cemitério dos impérios", o Afeganistão, e também no Iraque a situação é pouco risonha), Obama afirmava fazer isso apenas para:

apoiar as forças regionais que combatem Joseph Kony e outros importantes líderes rebeldes do LRA envolvidos em assassinatos, estupros e apreensões de milhares de pessoas em África.Comovente, sem dúvida. E mais:

As forças americanas, apesar de ser unidades de combate, estarão limitadas ao fornecimento de informação, aconselhamento e assistência às forças dos Países em causa, sem tomar parte na luta contra o LRA, a menos que seja absolutamente necessário ou por razões auto-defesa.Bastante claro. Mas não é tudo: o governo de Washington também planeia enviar forças de combate nos próximos meses para o sul do Sudão, na Republica Central Africana e na República Democrática do Congo, com o "consentimento prévio dos Países de acolhimento em questão" (como se esses Países fossem capazes de tomar decisões soberanas e democráticas, recusando a "oferta" norte-americana).

Enquanto isso, o Conselho de Segurança das Nações Unidas, com a Resolução 2016, marcou o fim da operaçãoUnified Protector, definida pelo Secretário Geral da NATO Anders Fogh Rasmussen como o "histórico mandato das Nações Unidas para proteger o povo líbio" e uma "das mais bem sucedidas na história da Aliança Atlântica". Teria sido lícito esperar um período de calma, por isso a imprensa americana definiu a atitude de Obama como "muito estranha" ou até mesmo "desconcertante".

Na verdade não há nada de "estranho": há uma corrida entre os Americanos e os Chineses, com os primeiros decidido a esmagar a concorrência de Pequim no Continente Negro. E se analisarmos os métodos da política externa americana desde 1945, então não encontramos nada de "desconcertante".
O caso do Vietname, por exemplo: quando a prioridade foi conter a influência chinesa e "proteger" a Indonésia, que o presidente Nixon tinha definido como "a mais rica reserva de recursos naturais na região", o Vietname pagou com três milhões de mortes, a destruição e a poluição do seu território para garantir que os EUA materializassem os próprios objectivos estratégicos.


A invasão americana de outros Países não foi excepção a esta regra, a única diferença é que agora são utilizados novos termos como "auto-defesa" ou "intervenção humanitária", mas a táctica é a mesma utilizada desde o final da Segunda Guerra Mundial: é este o fio vermelho que liga os rios de sangue da América Latina, a guerra infinita no Afeganistão, a destruição do Iraque e a venda da Líbia às multinacionais do petróleo.

Obama diz que "a missão humanitária das nossas forças" é apoiar o governo do Uganda para derrotar as forças do LRA que "massacram, estupram e sequestram dezenas de milhares de homens, mulheres e crianças na República Central Africana". Sem dúvida, mas estas atrocidades cometidas pelo LRA não são menos ferozes daqueles cometidas pelos Estados Unidos. A única diferença é que estas últimas não encontram tamanho eco nos media ocidentais: alguém lembra do banho de sangue após o assassinato de Patrice Lumumba, orquestrado pela CIA? O do golpe que levou ao poder o tirano Mobutu Sese Seko?

A hipocrisia do presidente dos EUA, no entanto, toca novos picos quando insiste em querer convencer que "a implantação das Forças Armadas dos Estados Unidos fortalece a segurança nacional e a política externa americana, e será um grande contributo para lutar contra o LRA". O simpático Obama esquece de acrescentar que o LRA existe e opera desde 1987 com uma mobilização de 2 milhões de combatentes, entre os quais 60.000-100.000 soldados-crianças; 25 anos de vergonha sem que os Estados Unidos mexessem um dedo. Os Estados Unidos intervêm agora, quando as forças de Kony não superam as 400 unidades; e, segundo o presidente americano, é agora que Kony representa uma ameaça que não deixa sossegados os Estados Unidos. Curioso.

O facto é que a África, até a invasão da Líbia, tinha sido um "sucesso" para a China: onde os Americanos semeiam destruição e implementam bases militares, os Chineses constroem barragens, pontes e infra-estruturas. Atenção: em ambos os casos estamos perante um neo-colonialismo que tem os mesmos objectivos: pensar nos Chineses como "melhores" do que os Americanos seria profundamente ingénuo: só que as técnicas são diferentes e isso não pode ser negado.
É com estas técnicas que o China tornou a Líbia uma das suas maiores fontes de fornecimento de petróleo na China. Numa altura em que a NATO decidiu iniciar as operações militares na Líbia sob a bandeira da "intervenção humanitária", a China foi forçada a evacuar mais de 30.000 trabalhadores, engenheiros e especialistas; cujos lugares serão agora tomados por aqueles que controlam a riqueza e os recursos e que irão dividir o bolo do "saque programado" definido como "reconstrução". As operações da Nato ou dos Estados Unidos devem ser lidas nesta óptica: o estrangulamento das tentativas de penetração africana por parte do "dragão" chinês.

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos continua a procurar um País que possa acolher a sede do AfriCom (United States Africa Command), até agora sediado na cidade alemã de Stuttgart.
Embora os EUA aleguem que o AfriCom seja uma criação que se enquadra no âmbito dos esforços dos EUA para "trazer a paz e a segurança para os povos da África e promover os nossos objetivos comuns relacionados com o desenvolvimento, a saúde, a educação, a democracia e o crescimento económico" (nas palavras do Bush filho), os alvos reais que se escondem atrás da linguagem diplomática norte-americana, do "papel messiânico" da propagação da democracia e do pretexto das razões de segurança (terrorismo, pirataria, etc.), são na realidade a proteção dos muitos interesses geo-estratégicos do império:

-a importações de petróleo (Líbia, por exemplo)
-o controle das fontes de energia (Nigéria)
-o controle das passagens marítimas de importância estratégica (Somália e Sudão)
-a oposição a qualquer poder internacional que possa aspirar a competir com Washington (China).
Não admira, portanto, que a Africom goze dum orçamento que passou de 50 milhões de Dólares em 2007 para 57,5 em 2008 para atingir 310 milhões em 2009.

Um neo-colonialismo que sob a camada de protecção esconde o surgimento de novas guerras.


Ipse dixit.

Fontes: Medarab News, Michael T. Klare: Resource Wars: The New Landscape of Global Conflict (ISBN:9780805055764)
publicado por surfandonoassude às 07:37
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Julho de 2012

TERREMOTOS podem ser PREVISTOS, diz "Quak Red Alert" grupo brasileiro de pesquisa

VOCÊ ACHA QUE NÃO É POSSÍVEL?

Ainda muito criticados e desacreditados, pricipalmente por não terem formação na área, brasileiros do "Quake Red Alert" apresentam seu trabalho com seriedade, criatividade e ousadia, desafiando a comunidade científica a prestarem atenção a sua corajosa e inteligente iniciativa com um histórico de acertos quase infalível. VALE A PENA ASSISTIR AOS VÍDEOS A SEGUIR. Faça você mesmo o seu juizo.



Apoiando o projeto Quake Red Alert. O brasileiro que prevê terremotos.
Publicado por Jesús Ybarzo Benito


Um brasileiro, por acaso, descobriu uma formula de prever e relacionar esses sismos. A fórmula matemática consiste num algoritmo de triangulação de dados que prevê em até sete dias um sismo que está a caminho. Isso simplesmente porque ele gosta de quebrar códigos.
Aroldo Maciel Máximo, técnico de áudio de uma instituição acadêmica de Cuiabá (MT), desenvolveu o projeto Quake Red Alert. Trata-se de um grupo de estudo e pesquisas sobre terremotos. A ciência utilizada pelo Quake Red Alert é exclusiva, sendo desenvolvida através das ligações entre sismos ao passar dos anos.

Impossível é um termo que não está no vocabulário de Aroldo Maciel. Pesquisador, grande observador do mundo e dos seus acontecimentos, sempre teve facilidade de enxergar padrões nos fatos e de fazer experiências em todo tipo de campo da ciência. Durante mais de um ano acompanhou a atividade sismológica no planeta, lendo livros, matérias e artigos, até que percebeu um padrão. Na semana que aconteceu o terremoto no Japão, uma das maiores tragédias do ano de 2011, ele já tinha percebido que iria acontecer. E começou a testar a sua teoria. “O que todos os geofísicos e geólogos do mundo dizem ser impossível de fazer, eu descobri como. Agora tem gente que me acha picareta, principalmente porque eu não tenho formação acadêmica no assunto”, comenta. “Sou tachado de louco e até de genial, mas não me importo”. O fato de ser brasileiro, povo considerado pelo resto do mundo como “malandro” e ainda por cima cuiabano, fora do eixo Rio-São Paulo, faz com que muitas pessoas acreditem que o que ele faz é mentir.

Com uma média de acertos de 90% em suas fórmulas matemáticas de previsão, ele explica que o que faz não é estatística. “Se fosse, acertaria muito menos. Seria muito mais possibilidade do que certeza, o que não é o meu caso”. Além dos terremotos do Japão e da Espanha (11/03), ele acertou os da Costa Rica (13/03), do Chile (02/04), da Turquia (23/10), que foram os mais devastadores de 2011.

A fórmula matemática consiste num algoritmo de triangulação de dados que prevê em até sete dias um sismo que está a caminho. O pesquisador defende que, assim como as correntes marítimas, os terremotos possuem rotas, direções e força. Desse modo, ele possui uma propriedade na qual é possível calcular magnitude, velocidade e localização.

De acordo com Aroldo Maciel, o índice de erro é de 1,2 a cada 10, e, quando não está correto, geralmente erra apenas o local atingido em alguns quilômetros. O seu material de trabalho são apenas mapas e papéis com cálculos. “Nada sofisticado ou tecnologia de ponta”, completa.
1/5
2/5
                                          3/5
                                          4/5
                                          5/5

Equipe virtual > Para poder divulgar suas informações e provar a veracidade da sua descoberta, Aroldo Maciel chamou três amigos para fazer parte de um grupo chamado Quake Red Alert. André Galvan, Gregório Frigeri e Igor Machado, todos com formação em comunicação social, aprenderam sobre sismologia e criaram um site e uma conta no Twitter para disponibilizar suas previsões, que já passam de mil. http://twitter.com/quakeredalert

Aroldo é o líder e garante que o objetivo do Quake Red Alert não é causar o caos e o pânico,apenas alertar pessoas que podem ser atingidas. “Por isso, não disponibilizamos a magnitude do terremoto, apenas a sua localização. Quando eles são considerados pequenos e sem risco de danos, nem divulgamos. Então, se ele está no site e no Twitter, é porque é um dos perigosos”, salienta.

Como no mundo virtual é possível fraudar datas e fatos postados, a equipe coloca na sua conta do Twitter a chegada de um sismo com antecedência para que todos os seus seguidores e outras pessoas possam ver e, assim que ele ocorrer, comprovar a sua credibilidade. Há quase um ano no ar, desde abril de 2011, eles possuem atualmente mais de 40 mil seguidores e escrevem em inglês, português e espanhol.

Inicialmente, postavam a previsão do terremoto e, depois que ele acontecia, colocavam um link com sites de sismos oficiais e matérias relatando sobre o ocorrido para provar a veracidade das suas informações. Segundo Igor Machado, hoje isso não é mais preciso, já que os próprios internautas dos lugares atingidos twittam avisando que a previsão estava correta. É muito comum ver tweets de seguidores agradecendo o aviso do terremoto que vinha, pois foram salvos por causa disso.

Um dos problemas que o Quake Red Alert enfrenta, além do preconceito com a descoberta até então considerada impossível, é que a equipe é pequena. No momento, são apenas os quatro jovens, que trabalham em outras áreas e fazem da equipe algo como um hobby, não como emprego. Desse modo, não há como fazer previsões para o mundo todo, por isso eles acabam escolhendo apenas as áreas comumente mais afetadas por terremotos. Para acabar com esse obstáculo, André Galvan pretende criar um software que ajude nas pesquisas, assim, os cálculos não serão mais feitos apenas à mão e papel.

Áreas de risco > Alguns lugares do mundo são muito mais propensos a sismos do que outros. O Chile e a Turquia são alguns dos que mais sofrem com isso. Por isso, grande parte das previsões feitas pelo Quake Red Alert é sobre esses dois países. Com isso, a “população chilena já comprovou que nossos dados estão corretos e acreditam muito no nosso trabalho”, afirma André Galvan.

Segundo ele, as redes de televisão do país apresentam os dados juntamente com previsão do tempo, os dois considerados como utilidade pública. Gregório Frigeri ainda conta que Rodrigo Candia, presidente da equipe de resgates ITF-CHILE, e Andrea Ojeda Miranda, assessora da Presidência da República do Chile, já mandaram cartas de agradecimento ao Quake Red Alert pelas previsões.

Na conta do Twitter da equipe, há agradecimentos recentes pela divulgação com antecedência do sismo que abalou o Peru no dia 30 de janeiro de 2012. O internauta @habo25 escreveu “Aumenta para 98 o número de feridos por forte sismo no Peru. Sismo foi divulgado pelo Quake Red Alert”. Já @solanowilfred postou “Quake Red Alert, alguns esperam que vocês estejam equivocados para que não passemos por essas tragédias, mas, obrigado por nos avisar e assim estarmos preparados”.

Preconceito > Apesar de comprovar a eficácia da sua ferramenta, Aroldo Maciel pontua que o preconceito em relação ao trabalho é muito grande. “Os cientistas não acreditam na previsão de sismos principalmente pelo fato de que nunca tentaram algo igual ao que fazemos. Estão muito presos à ciência atual e não querem evoluir”.

Para que isso acabe, os membros do Quake Red Alert comentam que é preciso ter respaldo científico, além do que eles já têm feito. O complicado é que nem todos os geólogos e outros estudiosos da área estão abertos ao assunto. Felizmente, nem todos pensam assim. George Sand França, doutor em Geofísica pela Universidade de São Paulo (USP) e professor do departamento de sismos da Universidade de Brasília (UnB), um dos geólogos mais conceituados do país, é um dos que acreditam. “Posso ser também tachado de louco, mas eu asseguro o que eles tentam provar”, afirma o estudioso.

Aroldo Maciel procurou o pesquisador por meio de seu blog. “Apesar de parecer uma proposta estranha e fora do que se tem comprovado hoje, fiquei curioso e decidi ouvi-lo”, explica o professor. Para ele, o Quake Red Alert apresenta bons resultados, principalmente por meio do site e da conta no Twitter, e está baseado cientificamente. “É muito importante tomar cuidado para não gerar o caos com as informações descobertas e eles estão fazendo isso”, salienta. O próximo passo é quantificar e divulgar por meio de estudos formais e artigos, que já estão sendo elaborados por ele e sua equipe, da qual Aroldo Maciel faz parte.

O professor George Sand França acredita que, por a ciência crer que não há como prever terremotos, não se “pensa fora da caixa”. “Um sismólogo como eu nunca teria chegado a essa conclusão, pois sempre aprendemos que isso é algo impossível”. Para ele, o mais interessante é que a iniciativa saiu de alguém de Mato Grosso, uma região que quase não apresenta sismos.

Apoio de blogs > Mesmo que muitas pessoas não acreditem que seja possível prever terremotos, Aroldo Maciel conta com o apoio de muita gente, principalmente do mundo virtual.

Blogs conhecidos nacionalmente, como Jacaré Banguela e Papo de Homem, que tratam de diversos assuntos, fizeram matérias sobre o Quake Red Alert. Sites, principalmente internacionais, além de rádios da América Latina, fazem reportagens com a equipe. Mesmo assim, ainda há falta de respeito com o trabalho da Quake Red Alert, mas não é algo que incomoda os jovens pesquisadores. Segundo ele, enfrentar resistência não é nada se comparado à sensação de salvar vidas mundo afora. “Por mais que eu quisesse estar errado, para que aquelas pessoas não passassem por esse desastre natural, saber que eu ajudei é algo fantástico e muito gratificante”, finaliza Aroldo que, juntamente com André, Igor e Gregório, são funcionários da Universidade de Cuiabá (Unic).

Afinal, o que são sismos? > Um sismo é basicamente a ocorrência de uma fratura da crosta terrestre a certa profundidade, que origina ondas elásticas que se propagam por toda a Terra. As palavras sismo e terremoto são sinônimas, e normalmente reserva-se o uso da palavra terremoto para a classificação de grandes sismos, e para os pequenos costuma-se usar abalo sísmico ou tremor de terra.

Ha muito tempo o periodo jurássico ficou para trás. Mas os terremotos que remontam a ele continuam a nos ameaçar?

Quake Red Alert Twitter : http://twitter.com/quakeredalert
FONTES: 

FONTES:  http://fimdostempos.net
                 http://arcadenoe.ning.com
publicado por surfandonoassude às 17:58
link do post | comentar | favorito
Domingo, 15 de Julho de 2012

Obama e a FOME - PROFECIA em andamento

"E, havendo aberto o terceiro selo, ouvi dizer ao terceiro animal: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo preto e o que sobre ele estava assentado tinha uma balança na mão.
E ouvi uma voz no meio dos quatro animais, que dizia: Uma medida de trigo por um dinheiro, e três medidas de cevada por um dinheiro; e não danifiques o azeite e o vinho."   Apocalipse 6:5-6
 
Obama implora por ajuda da Rússia por conta da Seca Apocalíptica que cresce nos EUA     -     Nos dias de Noé


Um relatório impressionante preparado peloMinistério da Agricultura que está circulando na Rússia hoje diz que o regime Obama começou a fazer aberturas "estridentes" para a Rússia a expandir as exportações de grãos este ano,no momento em que os Estados Unidos enfrentam o seu pior desastre agrícola em mais de um quarto de século, e talvez o maior em comparação desde o Dust Bowl na era daGrande Depressão .

Temores de uma outra proibição russa de grãos de exportação foram levantados na semana passada após as inundações catastróficas que atingiram a Rússia na costa do Mar Negro e trouxera o caos nas principais estradas e ligações ferroviáriaspara o principal mercado de exportação de grãos no porto de Novorossiisk .
Outros temores foram levantados após Rússia , Ucrânia e Cazaquistão anunciaramque suas safras de trigo combinadas caíra 22 por cento para 78,9 milhões de toneladas neste ano de 2011, com o maior impacto sobre os rendimentos de seca de primavera na Rússia e Ucrânia .

Há apenas dois anos atráso , então primeiro-ministro Putin ordenou uma proibição total de exportações de grãos após mais de um terço das terras cultiváveis ​​na Rússia foi destruída devido a uma seca histórica e incêndios florestais.

As preocupações soaram os alarmes entre os funcionários do governo Obama, este relatório diz, é que o presidente dos EUA será confrontado com aumentos sem precedentes nos preços dos alimentos durante os exatos mesmo tempo,em que os americanos vão votar para um novo líder em novembro que poderia muito bem levar a sua derrota e, possivelmente, a uma agitação civil em massa.
Para o pesadelo no qual o regime Obama tornou-se como a sua capacidade para alimentar seu próprio povo entra em questão foi revelado na semana passada com novos relatórios que mostram que o Exército dos EUA começou a treinar seus soldados a usar força letal contra civis americanos e ser seus carcereiros nos campos de concentração em massa em acampamentos nas revoltas civis do evento que está para ocorrer.
Ainda mais assustador são novos relatórios provenientes dos EUA de que o regime Obama regim, ordenou empresas de telefonia celular para começar a vigilância em cerca de 1,5 milhões de civis norte-americanos e em 06 de julho o ao Presidenteassinou uma ordem executiva dando seu governo o poder total sobre todas as comunicações durante um momento de crise nacional iminente.

A pior seca dos EUA desde a era Ronald Reagan foi a de que a presente safra está safra mundial de milho está murchando, e a velocidade do dano dizem que pode estimular o governo de Obama a fazer um corte recorde em sua estimativa de Julho, para inventários nacionais. Discussão entre os principais especialistas mundiais de grãos devido ao estado histórico dos preços do milho , ainda, que até um milhão de toneladas de milho brasileiro serão importados para a Costa Leste dos EUA no último trimestre do ano , nunca uma ação sem precedentes fora visto antes.

Uma vez que 75% dos produtos de loja de supermercado dos Estados Unidos usam o milho como ingrediente-chave , os preços dos alimentos devem subir rapidamente condenando as chances de Obama a reeleição, assim, colocando o seu regime em perigo, o relatório diz.

Pior ainda, este relatório continua, é o pedágio a ser exigido ao Estado do Texas, que desde o ano passado viu imensas tempestades de poeira soprar bilhões de toneladas de sua terra agrícola mais fértil uma reminiscência dos anos Dust Bowl de 1930 e tem, também , visto a destruição de mais de 500 milhões de árvores só naquele Estado .
Condições de seca históricas e os preços crescentes de grãos têm, também, forçado fazendeiros norte-americanos de Wyoming irem paraArkansas para vender seus rebanhos de gado em números recordes o que significa que os aumentos de preçospoderia muito bem levar a carne pra fora das mesas de jantar de dezenas de milhões de americanos médios.

Não deve ser esquecido em relação a este apocalipse agrícola são de que os preços mundiais de alimentos devem subir nos próximos meses, na esteira do recorde de temperaturas e à seca no milho e soja das regiões produtoras dos Estados Unidos, dizem os economistas . Seria o terceiro aumento nos preços dos alimentos nos últimos cinco anos.
Exemplos anteriores temos - em 2007 e 2008, e novamente em 2010 e 2011 - com tumultos provocados junto a instabilidade social em dezenas de países ao redor do mundo.

Enquanto o aumento dos preços pode ameaçar a segurança alimentar para os pobres, os especialistas, notam que pode criar instabilidade entre os consumidores cujo nível de vida tinha sido crescente. Dermon Hayes da Iowa State University diz que poderia ser igual a uma explosiva China , um país com uma classe média crescente, mas a desigualdade social significativo. "É um barril de pólvora lá, não é uma verdadeira sociedade homogênea ou agradável da forma como está estruturada agora. Portanto, poderia haver alguns problemas. "

Para que as "questões"que serão confrontadas pelo povo americano, como muitos deles perto do ponto de morrer de fome porque não podem comprar comida não é conhecido.

O que se sabe, no entanto, é que durante o apocalipse americano na última crise agrícola durante a década de 1930 mais de 7 milhões dessas pessoas morreram no que é hoje chamado de uma das maiores mortes em massa da história humana.
A pesquisa revela que esse genocídio chocante foi conduzido pelo pesquisador russo Boris Borisov, que em seu artigo de 2008 intitulado " A Fome americana ", usou apenas documentos oficiais dos EUA e registros históricos para revelar a verdade chocante, mas mesmo assim foi condenado e censurado nos Estados Unidos fazendo a Wikipédia, a enciclopédia mundial de Internet livre para apagá-lo em sua totalidade .

Para o quão pior será para os americanos de hoje foi revelado em um relatório de 2008 intitulado " Fome na América? Porque 99% dos EUA estão em risco de fome"que, em parte, diz:
"Na virada do século 20, mais de cinqüenta por cento da força de trabalho americana ganhava a vida através do envolvimento direto na agricultura, mas este número diminuiu para apenas 2% até o ano de 2000. Ainda mais assustador, apenas 0,8% dos americanos estão envolvidos na indústria em tempo integral.

Durante a Grande Depressão, os executivos anteriormente ricos ficaram na fila durante horas esperando em roupas esfarrapadas para um prato -de sopa quente, enquanto o rural "pobres" levou a vida, como de costume, mal notando a Depressão. Sobreviventes da Depressão, que viveram em regiões agrárias, muitas vezes brincavam dizendo que eles eram "muito pobres para notar o crash da bolsa", mas eram, de fato, melhor do que a maioria dos trabalhadores do centro da cidade em que eles nunca passaram fome. Como resultado disso, a metade dos americanos com acesso aos seus próprios alimentos caseiros eram isentos dos horrores da Grande Depressão.
Agora imagine que, em vez de 50% da população sofrendo as desgraças de um colapso econômico, foi a 99,2% que não estão envolvidos na agricultura o tempo inteiro. A comparação faz 1929 parecer um passeio no parque.Pior ainda, nossos serviços de transporte de alimentos são agora totalmente dependentes de enormes quantidades de petróleo para o transporte, e as distâncias de transporte de alimentos aumentaram de dezenas de quilômetros para milhares, o que torna a rede de supermercado moderno ainda mais frágil em comparação.

Perdido em nossa falsa sensação de segurança, a América já esqueceu das belas-artes da jardinagem, conservas, o gado tende, e cozinhar a partir do zero, e as pessoas que continuam a fazê-lo são considerados fora de moda ou loucos. Qualquer um que tenta se preparar e começa a fazer o armazenamento de alimentos ou criar galinhas é chamado de alarmista, e a grande maioria dos norte-americanos urbanos e suburbanos não fazem nenhuma idéia e a tentativa para se prepararem para o colapso iminente. "

Algumas Fontes do texto: WhatDoesitMean.com
RT.com- Em Boris Borisov- A Fome americana
Yahoo.com -No artigo de Juniper Russo-
Fome na América? Porque 99% dos EUA estão em risco de fome
VOA- Em os Economistas dizem
standeyo.com/NEWS/12_Food_Water/120709.corn.disaster.html
Fonte:
http://2012umnovodespertar.blogspot.com.br/2012/07/obama-implora-por-ajuda-da-russia-por.html


FONTE:http://nosdiasdenoe.blogspot.com.br
publicado por surfandonoassude às 11:27
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
17
20
21
22
23
26
28
29
30
31

.posts recentes

. A MENTIRA do RELATIVISMO

. SALVAÇÃO, de Onde Ela Vem...

. CONTROLE DO CLIMA - GUERR...

. GUERRAS e RUMORES de GUER...

. 75 MIL BRASILEIROS serão ...

. POSSÍVEL GUERRA Sul-ameri...

. ARMAGEDON FINANCEIRO depo...

. "E HAVERÁ SINAIS no SOL e...

. CIDADES "FANTASMAS" també...

. CRISTÃOS são CRUCIFICADOS...

.arquivos

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Maio 2010

. Abril 2010

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub