Quinta-feira, 16 de Agosto de 2012

VÍRUS EBOLA atinge UGANDA

"E, havendo aberto o quarto selo, ouvi a voz do quarto animal, que dizia:Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo amarelo, e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte; e o inferno o seguia; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra, com espada, e com fome, e com peste, e com as feras da terra."   Apocalipse 6:7-8
                                                         ... ESTÁ SE CUMPRINDO ...

Por: Vania Negrão
ANGOLA, África 16 de agosto de 2012


Ebola em Uganda

O vírus Ebola foi detectado no início do mês de julho, mas demorou um mês até ser declarado pelo governo de Uganda. A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que até agora morreram 16 pessoas e 30 continuam infectadas.


A primeira vítima do vírus foi uma menina de 3 meses, disse a organização não-governamental dos Médicos Sem Fronteiras. Desde o início do surto, o número de pessoas suspeitas de ter a doença aumentou de 176 para 312. Esta é uma das doenças mais perigosas e em 90% dos casos é mortal, já que não existe um tratamento ou vacina contra a doença.

As autoridades de Uganda, disseram que varias pessoas foram colocadas em isolamento incluindo 7 médicos e 13 profissionais de saúde do Hospital de Mulago. Um dos pacientes diagnosticados com o vírus Ebola fugiu, durante a noite do dia 3 de agosto, do hospital de Kagadi. “Atualmente os pacientes estão algemados a cama, visto que temos medo que também possam escapar”, disse o médico e Comissário do Ministério da Saúde, Jackson Amune.

As autoridades sanitárias de Uganda continuam a procura do homem diagnosticado com o vírus. Segundo a Organização Mundial de Saúde os países que fazem fronteira com o Uganda, como é o caso do Quênia ou Ruanda, devem reforçar as barreiras sanitárias dado que o vírus atua com bastante rapidez. De acordo com um comunicado emitido pelo Ministério da Saúde, algumas pessoas se recusaram a procurar tratamento “porque acreditam que a doença esta ligada aos espíritos do mal”.
Geralmente a transmissão do Ebola acontece depois do contato com alguém infectado e os sintomas iniciais são o mal-estar, dores de cabeça ou até mesmo vômitos. Posteriormente surgem as hemorragias e os doentes acabam por morrer. O vírus surgiu pela primeira vez em 1976 na República Democrática do Congo e em 2000 matou cerca de 170 pessoas em Uganda. Desta vez o vírus foi identificado na zona oeste do país e a OMS esclareceu que, não existem informações sobre pessoas infectadas em outras cidades.

Em Comunicado de imprensa, o Presidente Ugandes, Yoweri Museveni, recomendou que a população evitasse o contato com outras pessoas e pediu especialmente para evitarem apertos de mão. Nos últimos anos o Ebola atingiu também o Sudão, Sudão do Sul, República do Congo e Gabão. Em menos de 12 anos, é a quarta vez que Uganda é abalado pelo vírus.

fonte: IAnotícia
publicado por surfandonoassude às 08:18
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Agosto de 2012

CRISTOFOBIA no BRASIL é Politicamente Correta

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome."     Mat 24:9
                                  
                                             ESTÁ SE CUMPRINDO

“Cristofobia” no Brasil: Marco Feliciano, Marisa Lobo e Julio Severo falam sobre o tema e as ameaças à liberdade de crença no país  -  Tiago Chagas
O engajamento de lideranças cristãs em defesa de princípios pregados a partir de conceitos bíblicos, em questões como o debate a respeito de leis para combater a homofobia, por exemplo, fez com que a oposição a essa defesa ganhasse contornos mais explícitos, na visão dessas lideranças. 
O termo usado por muitos para se referir a esse movimento contrário às posturas cristãs é “cristofobia”, que embora não conste dos dicionários, tem o sentido de representar a aversão aos princípios pregados por igrejas cristãs.
A Redação do Gospel+ entrou em contato com alguns representantes do movimento evangélico brasileiro para consultá-los sobre o que é a cristofobia e o que ela representa, em termos nacionais. Entrevistamos o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), a psicóloga clínica Marisa Lobo e o blogueiro e ativista cristão Julio Severo.
Para a psicóloga Marisa Lobo, há imparcialidade por parte da grande mídia, que apresenta os casos que resultam em cristofobia como exemplos do politicamente correto: “A mídia é tendenciosa e quer vender, e se passar por ‘politicamente correta’ sabe que os cristãos são o povo mais perseguido no mundo, como também sabe que somos um entrave para o sucesso da agenda gay, e que a mesma não deve ser afetada por essas notícias. Então quando noticia, ameniza, suprime os dados, para não mostrar a realidade que é assustadora em todo mundo: somos perseguidos pelas maiorias islâmica, por homossexuais, por ateus, por outras religiões e pela minoria no Brasil, porém uma minoria fortalecida que tem a cumplicidade de uma mídia desleal totalmente perversa e antiética”.
O pastor Marco Feliciano acredita que a cristofobia no Brasil seja um movimento que se articula silenciosa e estrategicamente nos bastidores: “No mundo ela é declarada. Basta ver os países muçulmanos que assassinam cristãos e ateiam fogo em igrejas. No Brasil, declaradamente não, mas de maneira sorrateira, com ‘passos de algodão’, de maneira subliminar via mídia secular e ativistas do aborto e gays. Estes fazem de tudo para que tudo que lhes prejudique sejam os cristãos os culpados”, afirma o deputado federal.
Já o ativista cristão e blogueiro Julio Severo relata sua experiência pessoal de exílio para ilustrar o tamanho da perseguição e aversão aos princípios cristãos e ao direito de fé, crença e expressão: “Os supremacistas gays já agiram várias vezes contra mim por minhas posturas cristãs públicas. A Associação da Parada do Orgulho Gay de São Paulo fez uma queixa oficial contra meu blog em 2006. Toni Reis, da ABGLT, fez semelhante queixa contra meu blog em 2007. Campanha intensa de grupos gays fechou meu blog em 2007, o qual foi reaberto somente depois da intervenção de Olavo de Carvalho e um procurador de Brasília. E em 2011, mediante campanha de pressão de um bem financiado grupo gay dos EUA, o PayPal fechou minha conta, numa tentativa óbvia de impedir que leitores contribuíssem para mim e minha família, que vivemos hoje no exterior devido às próprias perseguições que sofremos”.

LEIA O ARTIGO COMPLETO CLICANDO AQUI: http://juliosevero.blogspot.com.br
publicado por surfandonoassude às 06:23
link do post | comentar | favorito

TERREMOTO 7,3 graus Richter no NORTE do JAPÃO

"E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu."    Lucas 21:11
                      ESTÁ SE CUMPRINDO

Terremoto atinge norte do Japão, mas sem alerta de tsunami
Tremor teve intensidade de 7,3 graus na escala Richter. Nenhuma usina nuclear informou problema  -  EFE | 14/08/2012 01:20:24 - Atualizada às 14/08/2012

Um terremoto de 7,3 graus na escala Richter com hipocentro próximo à ilha russa de Sakhalin, no norte do Japão, afetou a zona setentrional do país sem causar danos e sem ativar o alerta de tsunami, segundo a Agência Meteorológica do Japão.

O terremoto, com hipocentro no Mar de Ojotsk, 158 quilômetros ao nordeste da cidade russa de Poronaysk, foi sentido com uma intensidade de 3 na escala fechada japonesa (com máximo de 7) em várias localidades das províncias de Hokkaido, Aomori e Iwate, embora a imprensa local não tenha informado de danos em nenhuma delas.

Leia também: Forte terremoto provoca tsunami e mata centenas no Japão

Nenhuma das usinas nucleares na zona, incluída a de Fukushima Daiichi, informou de problemas devido ao sismo, que teve hipocentro a 590 quilômetros de profundidade. O terremoto não afetou o serviço de trem-bala nem produziu interrupções nas estradas ou nas provisões de água e eletricidade.

Localidades no norte do país como Hakodate e Kushiro, em Hokkaido, Hachinohe, em Aomori, e Morioka, a capital de Iwate, sentiram o tremor com grau 3 na escala japonesa, que se centra mais nas zonas afetadas do que na intensidade.

Estações de medição nas províncias de Ibaraki, Saitama, Yamagata, Miyagi e Akita registraram um máximo de 2. Na província de Fukushima, que junto a Miyagi e Iwate esteve entre as mais afetadas pelo terremoto e o tsunami de março de 2011, só registrou grau 1.

FONTE: http://ultimosegundo.ig.com.br
publicado por surfandonoassude às 04:46
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Agosto de 2012

"TRAIR-SE-ÃO UNS AOS OUTROS" - Está se cumprindo

"Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão."          Mateus 24:10 
Os pastores e outros cristãos continuarão a fazer a vontade de Deus, até o momento em que o Estado determinar que certa vontade de Deus é pecado contra o Estado. Aí começarão as traições. Muitos, para escapar da prisão, entregarão os inocentes à cova dos leões.

Quem tem olhos para ver, veja: 
A perseguição já começou no Ocidente “cristão”
A matéria abaixo é de LifeSiteNews:

Pastores traem pastor que ajudou menina a escapar de lésbica obcecada por possui-la
Comentário de Julio Severo: Ficamos horrorizados quando vemos relatos de pastores que traiam pastores na Alemanha nazista. Achamos que traições são eventos do passado. Mas eis que com a tirania de um governo movido por perversões, pastores começam a fraquejar. Lisa Miller precisou fugir dos EUA com sua filha porque sua ex-parceira lésbica, com o apoio do movimento homossexual, obteve dos tribunais decisões para tirar a filha de Lisa e dar à lésbica. Lisa pediu socorro a um grupo de pastores evangélicos, que a ajudaram a fugir para a Nicarágua. 

Mas com a intervenção do governo dos EUA, inclusive ameaçando de prisão, todos os pastores, menos o Pr. Kenneth Miller, “se arrependeram” e estão colaborando com o governo dos EUA para capturar e prender a mãe e entregar à menina a uma lésbica insana. Só o pastor Kenneth enfrenta agora risco de prisão pelo “crime” de ajudar uma mulher que entregou a vida a Jesus Cristo, saiu do lesbianismo e agora quer proteger sua filha biológica da obsessão de sua ex-parceira lésbica.
Conforme o Estado endurecer suas leis a favor do homossexualismo, veremos o crescimento de uma cultura de traição: irmãos traindo irmãos, pastores traindo pastores, etc.
Os pastores e outros cristãos continuarão a fazer a vontade de Deus, até o momento em que o Estado determinar que certa vontade de Deus é pecado contra o Estado. Aí começarão as traições. Muitos, para escapar da prisão, entregarão os inocentes à cova dos leões.
Quem tem olhos para ver, veja: A perseguição já começou no Ocidente “cristão”. A matéria abaixo é de LifeSiteNews:
Pastor levado a juízo por ajudar menina a escapar de “mãe” lésbica imposta por tribunal
Matthew Cullinan Hoffman
10 de agosto de 2012 (LifeSiteNews.com) — O Ministério Público Federal dos Estados Unidos está apresentando seus argumentos legais num julgamento contra um pastor menonita que é acusado de ajudar uma mãe solteira a escapar dos Estados Unidos com sua filha para evitar visitas impostas pelo tribunal de uma lésbica que o tribunal declarou ser a segunda “mãe” da menina.
A ex-lésbica Lisa Miller fugiu dos EUA depois do fracasso de seus esforços para impedir que Janet Jenkins, ex-parceira de uma união civil homossexual, tivesse acesso a Isabella, a filha de Lisa. Jenkins nunca adotou Isabella e não tem nenhum relacionamento biológico com a menina, que exibiu sinais de trauma emocional, de acordo com especialistas que a observaram, depois que o tribunal deu a Jenkins o direito de fazer visitas a força a menina.
Joshua Autry, o advogado do Pr. Kenneth Miller, está argumentando que Lisa Miller (que não tem nenhum parentesco com Kenneth Miller) tinha plenos direitos de mãe na época em que o pastor a transportou para a fronteira do Canadá, e que ele não estava ciente de que estava interferindo com alguma ordem de tribunal, de acordo com reportagens da Associated Press e outros jornais.
Se for condenado, Kenneth Miller pode acabar recebendo até três anos de prisão por “ajudar um sequestro parental internacional” sob a lei dos EUA.

Pr. Kenneth Miller com sua esposa e filhos
O MPF está usando emails obtidos do Google e gravações de telefone celular da empresa Verizon Wireless para mostrar os movimentos de Lisa Miller e sua filha em 2009, quando eles dizem que Lisa fugiu para o Canadá — e no final para a Nicarágua — com a ajuda de Kenneth Miller e outros menonitas ligados a ele.
Pelo menos dois menonitas que ajudaram na fuga decidiram entregar evidências no julgamento, testemunhando contra Kenneth Miller, que não está cooperando com o MPF.
O Pr. Ervin Horst, do Canadá, já testificou em favor do MPF, declarando que ele levou Lisa e Isabella de carro para o aeroporto de Toronto, da fronteira do Canadá até as Quedas do Niágara a pedido de Kenneth Miller.
O Pr. Timothy “Timo” Miller (que também não tem nenhum parentesco com Lisa Miller), que também ajudou Lisa e Isabella ao chegarem a Nicarágua, também concordou em testificar contra Kenneth Miller, num acordo claro para evitar que ele mesmo sofra ações do MPF. Um site mantido por apoiadores de Timothy Miller, o qual havia coletado milhares de dólares para defendê-lo, afirma que a eliminação de todas as acusações contra ele foi um evento “miraculoso”.
De acordo com os apoiadores menonitas de Kenneth Miller, o pastor considera o “casamento” homossexual como sintoma de uma sociedade que está abandonando o casamento cristão, que “foi feito para ser um relacionamento entre um homem e uma mulher para a vida inteira”.
Embora se oponha ao “casamento” homossexual, ele não o vê como a maior ameaça a essa instituição, em vez disso sustentando que “a maior ameaça é um Cristianismo que tem marginalizado e comprometido o ensino de Jesus sobre o casamento. O ensino de Jesus conforme a Igreja o entendeu pelos 300 anos de sua história permitia o divórcio ou separação em raros casos, mas o recasamento era visto como adultério”.
Ele descreve um “arrependimento radical dentro do Cristianismo” como a solução para o problema.
Os apoiadores do pastor explicam que “como seguidor de Jesus, Ken não conseguiria ignorar” a súplica de Lisa Miller pedindo ajuda para escapar de Jenkins.
“Ken apoiou o desejo de Lisa de remover a si mesma e Isabella de ex-relacionamentos que não estavam de acordo com o padrão de Jesus. Contudo, ele sentiu apenas amor e compaixão pela ex-parceira de Lisa e outros envolvidos”, acrescentam eles.
Link relacionado:
Site apoiando o Pr. Kennet Miller: MillerCase.org
Traduzido por Julio Severo do artigo de LifeSiteNews:Pastor prosecuted for helping girl escape court-imposed lesbian ‘mother’
Fonte: www.juliosevero.com
publicado por surfandonoassude às 16:56
link do post | comentar | favorito

NO MUNDO está IMINENTE uma REBELIÃO de FAMINTOS

"E, havendo aberto o terceiro selo, ouvi dizer ao terceiro animal: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo preto e o que sobre ele estava assentado tinha uma balança na mão.  E ouvi uma voz no meio dos quatro animais, que dizia: Uma medida de trigo por um dinheiro, e três medidas de cevada por um dinheiro; e não danifiques o azeite e o vinho."     Apocalipse 6:5-6
Nikita Sorokin     13.08.2012 

EPA
O aumento dos preços de grãos e do açúcar pode causar uma crise alimentar que será mais profunda e imprevisível do que a que estourou em 2007-2008. O perigo iminente obrigou a Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO) a publicar informação que geralmente é confidencial - o índice da dinâmica dos preços dos alimentos.
Agora este índice aproxima-se do pico histórico alcançado em 2011. Mas os preços dos alimentos continuarão subindo até que isso for rentável para as autoridades financeiras internacionais, dizem especialistas.

Em fevereiro do ano passado, o índice agregado de preços para produtos alimentícios elevou-se a 238 pontos pelo método de cálculo da FAO. Depois de alguma redução, em julho de 2012 esse número subiu bruscamente de uma vez 6% e atingiu 213 pontos. Previsões ruins para safra de trigo na Rússia, milho e outros cereais nos EUA, arroz na Índia e açúcar no Brasil, naturalmente, refletem no custo da refeição. Mais precisamente - no seu aumento significativo.

Os analistas da FAO lembram que a última crise alimentar provocou revoltas nos 30 países mais pobres do mundo que justificadamente temem uma repetição da situação no futuro próximo. No entanto, alguns estados, sobretudo no Sudeste da África, já estão em estado de choque devido à escassez de alimentos, disse o gerente dos projetos do fundo de investimento Hi Capital Corporation, Anton Lubitch. E, infelizmente, o desenvolvimento dos eventos deixa poucos motivos para otimismo, disse ele em uma entrevista à Voz da Rússia:

"Os alimentos vão certamente ficar mais caros por dois motivos: em primeiro lugar, devido ao fato de haver uma disparidade no crescimento populacional entre os países produtores e países consumidores. Não é nenhum segredo que os países onde há fome se caracterizam por um crescimento populacional relativamente alto, embora com alta mortalidade. O segundo fator é certamente o bombeamento inflacionário da economia com dinheiro. Enquanto as autoridades financeiras do mundo, principalmente a Reserva Federal dos EUA, o Banco Central Europeu e o FMI se divertem, jogando na "roleta da inflação," os preços dos alimentos, bem como dos outros bens, vão crescer mais rápido que as taxas de inflação."

Enquanto isso, os analistas da ONU sugerem medidas razoáveis que ajudariam se não a evitar a crise alimentar, pelo menos a parar a queda de alguns países em direção a uma catástrofe humanitária. Assim, o diretor da FAO, Graciano José da Silva, exortou os EUA a reduzir temporariamente a produção de álcool destinado aos biocombustíveis – para isso geralmente se gasta até 40% da safra de milho. Esta ação irá permitir enviar mais milho para alimentação humana e animal.

Por sua vez, o perito da nossa companhia de rádio, Anton Lubitch, observa que a redução na produção de biocombustíveis nos EUA vai reduzir o aumento do custo do milho e do açúcar. Para os países, onde a parte substancial da população está passando fome, isto seria importante para impedir o crescimento dos preços dos alimentos e, consequentemente, aumentar sua disponibilidade para as pessoas. Mas o secretário da Agricultura dos EUA, Tom Vilsek disse que a suspensão da produção de álcool, provavelmente, não resultará em preços mais baixos para os grãos e o açúcar. Além disso, nos Estados Unidos, esta indústria gera empregos e mantém sob controle os preços da gasolina.

Segundo analistas das Nações Unidas, se a comunidade internacional ainda permitir uma nova crise alimentar, as suas consequências serão imprevisíveis. Em alguns países a situação não se limitará só a revoltas das pessoas com fome, o desastre poderá alastrar e terá também consequências para os atuais donos da situação.

publicado por surfandonoassude às 16:24
link do post | comentar | favorito

Americanos Criam VERME-ROBÔ

10.08.2012

ru.wikipedia.org
Engenheiros americanos desenvolveram um novo robô que imita o movimento de vermes e é capaz de se movimentar através de aberturas estreitas.

O projeto é financiado pela Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (Darpa), ligada ao Pentágono.

O novo robô, chamado de Meshworm, é capaz de sobreviver a explosões ou a golpes em seu corpo. Presumivelmente ele será usado em explosões.

Vale notar que a Darpa concentra-se em vários projetos de robôs que imitam animais. Em particular, o interesse da agência se dirige para o projeto de um robô guepardo (que por enquanto alcança 29 km/h), de um beija-flor robô, usado em reconhecimentos, e também para o cachorro robô AlphaDog, projetado para carregar equipamento de soldados em grandes caminhadas.

FONTE: http://portuguese.ruvr.ru
publicado por surfandonoassude às 15:57
link do post | comentar | favorito

JAPÃO e CHINA DISPUTAM ILHAS

Japão se prepara para desembarque de chineses
13.08.2012
© Colagem: Voz da Rússia
O comando militar japonês começou a elaboração de planos para o caso de desembarque de tropas chinesas nas ilhas desabitadas de Senkaku, controladas por Tóquio e que Pequim considera território ilegalmente ocupados pelo Japão.

A discussão em torno de Senkaku, em cujo leito submarino existem importantes reservas de gás natural, se agravou significativamente nos últimos tempos.

Os navios chineses da inspeção de pescas costumam aparecer regularmente junto às ilhas. Em julho, até entraram de forma ostensiva em águas territoriais japonesas.

Os navios do serviço chinês de inspeção de pescas são praticamente navios de guerra. Alguns deles são equiparáveis a destroyers e podem, inclusive, transportar a bordo unidades de fuzileiros.


FONTE:http://portuguese.ruvr.ru
tags:
publicado por surfandonoassude às 15:44
link do post | comentar | favorito

ÚLTIMOS ACONTECIMENTOS - O Futuro Já Está Acontecendo...

Um resumo dos acontecimentos mundiais que tem relevância em relação as profecias bíblicas sobre o final dos tempos - Uma produção do site "Projeto Ômega" - Não deixe de conferir!
10/08/2012
FONTE: http://www.projetoomega.com
publicado por surfandonoassude às 15:37
link do post | comentar | favorito

UMA NOVA GUERRA na PENÍNSULA DO SINAI

Uma nova guerra no Sinai?
12.08.2012 

© \"Vesti.Ru\"

A crise na Península do Sinai é preocupante. O Egito enviou tropas para o Sinai e está realizando operações contra os extremistas radicais. Israel está assistindo passivamente à revisão dos acordos de paz de Camp David. Esta semana, os rebeldes já tinham feito a primeira tentativa de invadir o território israelense.

O exército egípcio está varrendo a Península do Sinai de grupos radicais. Está sendo planejada uma operação em grande escala para eliminar os rebeldes nas montanhas. Para realizá-la, foram deslocados urgentemente para o local tanques, aviões e lança-foguetes.

Já foram eliminados mais de 50 rebeldes, o mesmo número deles foi preso. Eles são suspeitos de ataques aos postos de controle do exército e de assassinato de 16 soldados. As autoridades egípcias afirmam que rebeldes têm ligações com a Al-Qaeda.

Quando o presidente era Hosni Mubarak, o Cairo controlava mais ou menos a situação no Sinai, afirma o presidente do Instituto do Oriente Médio e Israel, Evgueni Satanovsky. Depois de seu derrube, a situação ficou fora de controle:

“Depois da Primavera Árabe, após a queda do regime de Mubarak, não há controle no Sinai. O Sinai se tornou uma área de anarquia. A libertação de prisioneiros após o derrube de Mubarak fez com que milhares e dezenas de milhares de terroristas islamitas e elementos criminosos ficassem fora do controle do sistema egípcio. O tráfico de armas no Egito no momento é absolutamente livre, dezenas de milhares e centenas de milhares de armas estão espalhadas por todo o país. Entre este armamento estão sistemas de mísseis antitanque, que permitem abater aviões. O Hamas estabeleceu no Sinai a sua rede de bases de apoio para ataques terroristas contra Israel.”

Muitos destes grupos declararam uma guerra de guerrilha contra o Cairo na semana passada. O presidente egípcio, Mohammed Mursi, prometeu restaurar a ordem na península. Seus oponentes não acreditam nele. O envio de tropas para o Sinai, através do Canal do Suez é um argumento forte na disputa. No entanto, ninguém é capaz de prever quando e com que resultado vai terminar a operação militar. Além disso, o controle real da situação só é possível em caso da cooperação com os serviços de inteligência israelenses. Quando Hosni Mubarak era presidente,o controle estava presente, mas agora é minimizado. O seguinte episódio, por exemplo, é evidência disso. A inteligência israelense obteve a informação de que os rebeldes iriam, em carros blindados, realizar ataques contra Israel após capturarem um posto de controle na fronteira egípcia. Como resultado, a Força Aérea israelense destruiu rebeldes a 50 metros da fronteira. Enquanto isso, os militares egípcios estavam totalmente impreparados para este ataque.

A cooperação com Israel na esfera de segurança, obviamente, pode ajudar ao presidente do Egito a sair do "impasse do Sinai." No entanto, é provável que a Irmandade Muçulmana não permita que o seu candidato coopere com os "inimigos sionistas", concluindo, por exemplo, com ele alguns acordos informais.

Se Israel de repente decidir estender primeiro a mão ao Egito, então, em troca, ele vai colocar suas próprias condições, diz o chefe do Centro de Estudos Árabes do Instituto de Estudos Orientais da Academia de Ciências Russa, Bagrat Seyronyan:

“Depois da revolução do Egito, em janeiro do ano passado, especialmente após a chegada à presidência do político islamita, foram feitas algumas declarações muito duras contra Israel, após os quais as relações ficaram evidentemente piores, comparando com o período de Mubarak. Israel gostaria de fazer alguma pressão sobre o novo governo egípcio, para confirmar, pelo menos, os acordos que foram alcançados durante o regime anterior. Parece-me que este fator será, naturalmente, importante.”

Israel, evidentemente, está interessado no mais rápido restabelecimento do controle sobre o Sinai por parte do Cairo. No entanto, as forças conservadoras de Israel ainda não disseram a sua última palavra sobre o envio de soldados egípcios e armas pesadas para a área. Na verdade, até 1973 o Sinai tinha sido ocupado por Israel. Os acordos de Camp-David obrigaram-no a retirar suas tropas de lá. Agora, o lugar dos israelenses é ocupado por soldados egípcios e, por isso, podemos esperar uma reação dura da parte de Tel-Aviv.

É claro que os extremistas radicais atingiram o que queriam, ou seja, conseguiram provocar uma grave crise nas relações entre Egito e Israel, afirma o perito do Instituto de Estudos Orientais da Academia de Ciências Russa, Boris Dolgov. Ele prevê que o desenvolvimento da situação será o seguinte:

“A tensão e a incerteza da situação na Síria vão continuar, os confrontos continuarão. Isso cria dificuldades para Israel, com os radicais islâmicos a tentaram reentrar no território. É possível falar sobre o aumento de uma ameaça direta contra os serviços de inteligência egípcios e o exército porque os radicais islâmicos encaram o exército do Egito como seu adversário.”

Na mesquita do Cairo, Al-Rashdan, onde teve lugar a cerimônia fúnebre dos policiais mortos no posto de controle de Rafah, quase que explodiu uma revolta espontânea da população. Ao chegar à cerimônia, o primeiro-ministro Hisham Kandil, foi atacado pela multidão e se retirou rapidamente. Jogaram nele sapatos, que é o indicador do mais alto grau de desprezo no mundo muçulmano e, em seguida, foram ouvidas maldições contra a Irmandade Muçulmana.

fonte: http://portuguese.ruvr.ru
tags:
publicado por surfandonoassude às 15:22
link do post | comentar | favorito
Domingo, 12 de Agosto de 2012

PERGUNTAS RÁPIDAS para ATEUS e SECULARISTAS SENSATOS

Edson Camargo
"Buscar-me-eis e achareis quando me buscarem de todo o coração."
                                                     Jr. 29:13

       Nada nas ciências prova a impossibilidade da ocorrência de milagres. Muito bem. Então por que o ceticismo diante dos inúmeros relatos de milagres? Não passam de relatos? Ok. 
       E as conclusões da ciência, não são baseadas nos relatos das experiências? Por que crer nos relatos inusitados de uns poucos cientistas e não crer em milhares de depoimentos que fortalecem-se uns aos outros ao longo de séculos?
Muitos secularistas atribuem as mais diversas motivações psicológicas para a crença em Deus. Principalmente para a crença no Deus dos cristãos, que, segundo estes, é bom, justo, e ao fim da história humana, eliminará o mal para sempre. 

Você tem certeza que para o ateísmo não há nenhuma motivação psicológica reconfortante, como por exemplo, a crença de que ao fim de sua vida terrena você simplesmente deixará de existir e não terá que prestar contas a nenhum Ser Superior que tudo sabe sobre você é que é perfeitamente justo e santo?
Por que afirmar a causalidade como uma lei da ciência e da investigação científica, e negá-la justamente quando busca explicar a origem do universo, apelando para o acaso? Não seria esse “acaso causador” uma enorme confluência de causas, que, necessariamente, evocam uma ordem transcendente e imaterial anterior à existência do universo?
Por que negar a existência da verdade absoluta e não parar de vociferar contra a mentira imperante? Qual seria a lei científica que explicaria, dentro da sua alma e da sua mente, essa sede de justiça?

A lei da verificabilidade empírica não é empiricamente verificável, e nem o princípio da falseabilidade de Popper é falseável. Ainda assim, são defendidos pelos secularistas e anti-religiosos como preciosos alicerces da plena manifestação da racionalidade humana, a ciência moderna. Você tem certeza de que sua casa não está construída sobre areia movediça?
Por que afirmar o primado da ciência sobre a religião e a filosofia, se até para se definir o que é ciência, os métodos cientificamente válidos (para não falar no próprio conceito de valor e validade) é preciso recorrer à filosofia, e para se fazer ciência com honestidade precisa-se evocar, inescapavelmente, questões sobre moralidade encontradas sobretudo na tradição religiosa?

As ciências, apesar da dimensão forense de algumas áreas, lidam simplesmente com fatos mensuráveis, repetíveis e quantificáveis. Como propor um fundamento adequado para a sociedade moderna baseando-se apenas na ciência, uma vez que a ética, o direito, a arte, as relações humanas, além de todo um vasto campo de conhecimento e de questões decisivas para a saúde existencial de cada ser humano só podem ser analisados à luz de áreas de investigação que lidem com aspectos qualitativos? Se o que é bom, o que é belo, o que é verdadeiro, ou mesmo o que é útil, não é assunto das “ciências duras”, por que considerá-las superiores às ciências que podem responder a questões de relevância muito maior para indivíduos e sociedades?

Por que não enfatizar os questionamentos sobre a “solução do bem”, um bem tão presente e imperante na ordem da realidade e mesmo dentro da sua alma a ponto de te incomodar com o “problema do mal”?
Por que não aceitar a explicação cristã de que o mal “ainda será plenamente destruído” mas aceitar a desculpa cientificista de que “a ciência não explica, mas ainda explicará” alguns fenômenos?

Por que evocar o método indutivo – partir dos efeitos para conhecer as causas – na ciência, e desprezá-lo numa reflexão mais profunda sobre a presença humana no universo, especialmente pelo fato de que se no mundo existem pessoas, a pessoalidade, como não poderia existir uma Pessoa, um Deus pessoal que é a Causa primeira de toda a pessoalidade existente e evidente?
A proposta de Pascal é simples e contundente: se a fé cristã é verdadeira, vale a pena ser cristão nesta vida e conquistar a eternidade com Deus; se a fé cristã for falsa, apenas perdeu-se algo (o que é discutível) nesta vida finita. 

Se a cosmovisão materialista realmente tem algo de racional, deve reconhecer que há mais há ganhar do que há perder tornando-se cristão. Você não acha que a proposta de Pascal torna-se ainda mais forte se levarmos em conta a debilidade e falta de abrangência dos postulados cientificistas e materialistas aqui discutidos?

Filósofos cristãos apresentaram ao longo da histórias diversas formas de argumentos que provam (ou ao menos inferem e dão plausibilidade intelectual) pela via racional a existência de Deus. Se a mentalidade secularista, atéia e que se diz apegada à razão e à ciência é tão superior intelectualmente, por que até hoje nenhum destes argumentos – enumero uns aqui: o cosmológico, o ontológico, o teleológico e o moral – não foram refutados de forma decisiva pelos filósofos ateus?
Um mundo no qual se percebe ordem e a existência da pessoalidade só pode ter como Causa Primeira um Ordenador que deve necessariamente ser pessoal. Por que não crer que essa Pessoa Onipotente pôde não só criar o mundo, mas também se revelar ao homem e manter sua revelação especial – as Sagradas Escrituras – intacta e acessível aos homens até hoje? Por que Ele não poderia fazer isso?

Você tem certeza de que está mais interessado em descobrir a verdade sobre estas questões fundamentais e decisivas do que este Deus Onipotente e sabidamente amoroso (é o que afirmam milhões de cristãos) em transformar sua vida se você O procurar com determinação e honestidade?
Sinceramente? Eu duvido.


Fonte (S): Gospel+
                   www.juliosevero.com
publicado por surfandonoassude às 14:12
link do post | comentar | favorito
Sábado, 11 de Agosto de 2012

HOJE vivemos COMO NOS DIAS de NOÉ

Antes do Último Dilúvio

O mundo do tempo de Noé não sucumbiu por causa da poluição ambiental ou pelo aquecimento global, mas devido à maldade da humanidade, que havia renunciado a Deus. Os tempos finais também serão caracterizados pela rejeição a Deus por parte da maioria das pessoas.

.......

A saúde tem se tornado uma poderosa religião contemporânea. 

A saúde, por exemplo, tem se tornado uma poderosa religião contemporânea. “O anseio por saúde tem adquirido cada vez mais os traços de uma religião. Essa é a opinião do médico e teólogo Manfred Lütz (de Colônia, na Alemanha). (...) Muitos ‘correm pelas florestas e comem grãos para acabar morrendo saudáveis’, afirmou Lutz durante uma palestra. Onde havia catedrais, erguem-se agora academias de ginástica. A religião da saúde seria a mais poderosa de todos os tempos e apresentaria marcas de totalitarismo. Lütz disse: ‘Enquanto se pode fazer qualquer brincadeira acerca de Jesus, não se pode fazê-lo quando o assunto é saúde’.



ANTES DO ÚLTIMO DILÚVIO

Sabemos que não haverá mais um Dilúvio para submergir toda a terra (Gn 8.21-22; Gn 9.11,15). Isso, porém, não significa que não virá um juízo global no futuro. Haverá, sim, um outro “dilúvio”, um terrível apocalipse de alcance mundial.
No Novo Testamento encontramos referências ao tempo de Noé: Mateus 24.37-39, Lucas 3.36 e 17.26-27, Hebreus 11.7, 1 Pedro 3.20, 2 Pedro 2.15 e 3.5-7. Além dessas, existem menções extra-bíblicas desse acontecimento: “O Dilúvio mundial dos tempos de Noé encontra paralelos em mais de 40 culturas, que não dispunham da Bíblia”.[1] A P.M. Perspective (uma revista científica alemã) escreveu recentemente acerca da possibilidade de um Dilúvio histórico: “De fato: em um processo judicial baseado em indícios, possivelmente as provas seriam suficientes [para confirmar o relato bíblico].”[2]

Chama a atenção:

1. O mundo do tempo de Noé não sucumbiu por causa da poluição ambiental ou pelo aquecimento global, mas devido à maldade da humanidade, que havia renunciado a Deus. Os tempos finais também serão caracterizados pela rejeição a Deus por parte da maioria das pessoas.

2. As declarações sobre o fim dos tempos conectam diretamente o tempo de Noé (Dilúvio) com o tempo de Ló (Sodoma e Gomorra) (Lc 17.26-29; 2 Pe 2.4-9; comp. Jd 6-7). Não devemos perder de vista essa conexão.

3. Os dois eventos (Dilúvio e juízo de fogo) foram transcritos para a posteridade explicitamente como exemplos de alerta. Pedro enfatiza esse aspecto (2 Pe 2.6) e Judas também o faz (Jd 6-7). Isso significa que, nos tempos finais, teremos uma situação semelhante à daquela época. Os últimos tempos serão dominados por poderes espirituais como foram os tempos de Noé e Ló: “Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do Homem” (Mt 24.37).

4. Penso que tanto Noé como Ló não apontavam acusadoramente para sua geração nem sentiam satisfação ou desejo de vingança, mas comunicaram de forma convicta e amorosa a mensagem de Deus às pessoas ao seu redor, falando do juízo que se aproximava:

– Noé, seu nome significa “pregador da justiça” (2 Pe 2.5) e não “pregador da vingança”.

– Ló sentia-se “afligido pelo procedimento libertino daqueles insubordinados”. Ele atormentava a sua alma justa. Implorava que seus contemporâneos se voltassem para Deus (2 Pe 2.7-8; Gn 19.14).


Tanto Noé como Ló não apontavam acusadoramente para sua geração nem sentiam satisfação ou desejo de vingança, mas comunicaram de forma convicta e amorosa a mensagem de Deus às pessoas ao seu redor, falando do juízo que se aproximava.

A Igreja de Jesus não se compraz com a impiedade, mas também não reage com dureza, com desamor ou ameaças, que têm sua origem em uma religiosidade impiedosa e legalista. A Igreja sofre, se atormenta, derrama lágrimas. Ela suporta dores e sente muito quando vê o mal acontecendo, e então suplica e intercede pela salvação dos perdidos – como fazia Ló (Gn 19.7-14).

5. O fato de o mundo de antes de Noé ser chamado de “o mundo daquele tempo” (2 Pe 3.5-7) significa que hoje nos encaminhamos para uma segunda terra e um segundo céu. Hoje nossa terra tem características diferentes das que tinha antes do Dilúvio.

Existe a terra de antes do Dilúvio (a primeira), a terra de depois do Dilúvio (a segunda, atual), e futuramente haverá um novo céu e uma nova terra (os terceiros). Conforme 2 Coríntios 12.2-4, o apóstolo Paulo foi arrebatado até o terceiro céu, ao paraíso. Por isso, falamos sempre, de forma automática, de três esferas celestiais: (1) o céu das nuvens; (2) o Universo, e (3) o céu onde Deus habita. Mas isso é obrigatoriamente assim? Talvez, ao referir-se ao terceiro céu, ao paraíso, Paulo estava simplesmente falando do terceiro céu na seqüência: (1) pré-diluviano, (2) pós-diluviano, e (3) futuro (o novo céu que nos espera).

O juízo por meio da água no princípio da história da humanidade é uma imagem do juízo futuro por meio do fogo no final da história da humanidade (2 Pe 3.5-7).

O exemplo de Noé no começo dos tempos

O mal passa a ser encarado como perfeitamente bom e normal.
“Como se foram multiplicando os homens na terra, e lhes nasceram filhas, vendo os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas, tomaram para si mulheres, as que, entre todas, mais lhes agradaram. Então, disse o Senhor: O meu Espírito não agirá para sempre no homem, pois este é carnal; e os seus dias serão cento e vinte anos. Ora, naquele tempo havia gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus possuíram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos; estes foram valentes, varões de renome, na antigüidade” (Gn 6.1-4).

Aqui, os filhos de Deus, não são homens, mas anjos (veja Jó 1.6; Sl 29.1; Sl 89.7). Os homens (v.1) tiveram filhas – portanto, filhas humanas –, e a elas vieram os “filhos de Deus” (v.2). A diferença entre “filhos de Deus” e “filhas dos homens” é ressaltada claramente. Se a expressão “filhos de Deus” se referisse a homens, teria de estar escrito “filhos dos homens”, assim como o texto fala das “filhas dos homens”. Pessoas são chamadas de filhos dos homens (Sl 62.9). Por exemplo, Ezequiel e Daniel são chamados de “filho do homem” (Ez 2.1; Dn 8.17). O Senhor Jesus Cristo foi ambos: Filho de Deus, título que acentua Sua divindade, e Filho do Homem, que atesta sua vinda como homem através de Maria (Mt 8.20,29).

Judas também deixa evidente que a designação “filhos de Deus” não diz respeito a pessoas, mas a anjos caídos: “e a anjos, os que não guardaram o seu estado original, mas abandonaram o seu próprio domicílio, ele tem guardado sob trevas, em algemas eternas, para o juízo do grande Dia” (Jd 6; comp. 2 Pe 2.4-5; Jó 1.6; 1 Rs 22.19-23).

Em Gênesis 6.4 está escrito: “...naquele tempo havia gigantes (“nephilim”) na terra ...estes foram valentes, varões de renome, na antigüidade.” A palavra hebraica “nephilim”, traduzida por “gigantes” tem um significado bastante interessante: quer dizer gigantes, heróis, celebridades. Isso indica pessoas que têm influência, e a palavra deriva de uma raiz que significa “cair”. São os “caídos” que levam outros a cair; dominadores, controlados por demônios, que caem e levam outros consigo.

Observemos nosso mundo: grandes personalidades enganadas, celebridades seduzidas, no meio financeiro, nos negócios, na indústria do entretenimento e na política levam nossa sociedade à queda. E aos olhos de muitos desses “gigantes” os cristãos fiéis à Bíblia parecem representar um perigo maior que organizações criminosas.

A época de Noé era um tempo extraordinariamente marcado por domínio demoníaco. E no tempo de Noé também havia oposição veemente contra a ação do Espírito Santo. Tudo era tolerado, tudo era permitido, as mentes eram liberais e abertas para tudo, menos para o que vinha do Espírito Santo, que era rejeitado.


Coisas que há poucas décadas ainda eram tabu ou rejeitadas por serem perversas estão onipresentes na cena cotidiana e completamente integradas na vida da sociedade. Elas já se tornaram tão comuns que aqueles que se manifestam contrários são condenados e considerados anormais.

“Então, disse o Senhor: O meu Espírito não agirá para sempre no homem, pois este é carnal; e os seus dias serão cento e vinte anos” (Gn 6.3). A era anterior ao Dilúvio foi caracterizada por uma marcante ação do Espírito Santo e menos por ordenanças da Lei. Foi uma era de extraordinária graça, da qual as pessoas abusaram impiedosamente. Elas resistiam ao Espírito Santo de Jesus, que já pregava àquele mundo através da pessoa e das palavras de Noé (1 Pe 3.18-20). E agora, em Gênesis 6.3, Deus está dizendo que, depois de 120 anos, a graça iria ser suspensa, retirando-se e dando lugar ao juízo.

Um cenário semelhante se repetirá logo antes do “dilúvio apocalíptico”. O Espírito Santo, que hoje ainda atua através da graça, conforme 2 Tessalonicenses 2.6-7 será retirado juntamente com a Igreja de Jesus antes do juízo, para que este se abata sobre a humanidade. Isso indica que esta era que antecede esse “dilúvio apocalíptico” se encerrará da mesma forma que a era anterior ao Dilúvio no passado. Arnold Fruchtenbaum explica: “Os dias de Noé são um tempo comparável aos dias que antecederão o Arrebatamento”.[3]

A geração de Noé chegou a um ponto em que o mal e tudo o que era injusto e pecaminoso dominava o dia-a-dia como estilo de vida normal. Os valores haviam sido invertidos. O mal foi elevado à posição de bem, de útil, enquanto o bem, que o Espírito Santo queria produzir, passou a ser declarado como mal e era rejeitado. “Viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque todo ser vivente havia corrompido o seu caminho na terra” (Gn 6.12; comp. v.5).

Diariamente observamos que nosso tempo é dominado por forças demoníacas (nos filmes, na religião, através da Nova Era, do esoterismo, da Teoria da Evolução, pelo surgimento de novos deuses...), e percebemos que o povo se volta contra a Palavra de Deus e se opõe à ação do Espírito Santo. O mal passa a ser encarado como perfeitamente bom e normal. Coisas que há poucas décadas ainda eram tabu ou rejeitadas por serem perversas estão onipresentes na cena cotidiana e completamente integradas na vida da sociedade. Elas já se tornaram tão comuns que aqueles que se manifestam contrários são condenados e considerados anormais.

Ao analisarmos o tempo de Noé, fica evidente que o pecado se avoluma até a corrupção total (Gn 6.5,12) e que existe um amadurecimento para juízo, quando a medida da iniqüidade estará cheia (Gn 15.16; 13.13; 18.20; Jd 7). Esse é o caso quando a lei de Deus não apenas é quebrada (no sentido de não ser obedecida), mas rompida completamente (rejeitada radicalmente e declarada nula).


pregações bíblicas e citações bíblicas são rejeitadas como absurdas, ridicularizadas e sujeitas a zombaria. As leis estão sendo distorcidas a ponto de se tornar cada vez mais fácil acusar o cristianismo decidido.

Os exemplos a seguir são sintomáticos dessa tendência:
Na Igreja Luterana dos EUA decidiu-se no ano passado que o ministério pastoral poderá ser exercido por pessoas que vivem em relações homossexuais. Essa regulamentação deverá entrar em vigor em 2010. Uma pastora declarou a respeito: “Creio que fomos além do que Deus permite”. A ironia foi que uma tempestade derrubou a cruz da torre da igreja luterana central onde estava sendo tomada essa decisão.[4]

Na Holanda existe uma banda chamada “Devil’s Blood” (“Sangue do Diabo”). Em seus shows os integrantes derramam 20 litros de sangue de porco no palco. Um deles declarou: “O sangue de animais é, para nós, a possibilidade de levar a morte até o palco e para nos tornarmos menos humanos. Um caminho para fazer desaparecer nossa própria identidade e nossa personalidade, para sermos espíritos...”.[5]

Um grupo esotérico alemão chamado “Obreiros da Luz” é extremamente ocultista e busca o contato com o além para liberar energias ocultas. Os “obreiros” esperam “uma luz nova e consciente que adentrará esta existência pela primeira vez”. Essa luz traria paz e cura para o mundo e conduziria a humanidade “à mudança global, impulsionando-a no caminho de volta para a Unidade”. Um dissidente que abandonou essa seita, advertiu seriamente em seu site na internet a respeito do grupo: os auto-intitulados “obreiros da luz” são médiuns de “pretensos anjos, entes de luz ou irmãos de luz extra-terrenos”. Eles representam a porta de entrada ideal para forças ocultas.[6]

Enquanto isso, pregações bíblicas e citações bíblicas são rejeitadas como absurdas, ridicularizadas e sujeitas a zombaria. As leis estão sendo distorcidas a ponto de se tornar cada vez mais fácil acusar o cristianismo decidido. Hoje chegamos ao ponto de quase precisarmos nos envergonhar ao apenas mencionarmos que Deus vai julgar os impuros e adúlteros (Hb 13.4). Quando proclamamos essas verdades atualmente, tornamo-nos ridículos aos olhos do mundo. Isso não cabe mais na nossa sociedade, pois é “antiquado”. Mas é justamente nisso que reconhecemos o quanto nosso tempo é igual ao tempo de Noé!
O exemplo de Noé no meio dos tempos

Aproximadamente 2.500 anos depois do Dilúvio veio o Salvador, a arca da salvação eterna. Aquele em cujo Espírito Noé agira (1 Pe 3.18-20) veio em carne e sangue. Mesmo estando o amor de Deus presente no mundo através da Pessoa de Jesus – a graça, o perdão, a misericórdia e justiça plenas –, o próprio Jesus já teve de anunciar o juízo do fim dos tempos. Ele usou o tempo de Noé e de Ló como exemplos do tempo antes de Sua volta: “Assim como foi nos dias de Noé, será também nos dias do Filho do Homem: comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e destruiu a todos. O mesmo aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre e destruiu a todos. Assim será no dia em que o Filho do Homem se manifestar” (Lc 17.26-30).

Algumas coisas chamam nossa atenção nessas palavras de Jesus:

1. A conexão estreita entre a história de Noé e a história de Ló. Portanto, os tempos finais são muito semelhantes tanto ao tempo de Noé como ao tempo de Ló.

2. A despreocupação das pessoas daquela época com as coisas espirituais. “Eis que esta foi a iniqüidade de Sodoma, tua irmã; soberba, fartura de pão e próspera tranqüilidade...” (Ez 16.49). A vida social girava unicamente em torno das coisas da vida terrena. O centro era o bem-estar e o conforto de cada um. Em palavras de hoje, diríamos que as preocupações são o clima, a alimentação, vitaminas, saúde, dicas para viver bem, conselhos sobre finanças, etc. A preocupação daquela época eram as coisas seculares, não as celestiais; as temporais, não as eternas; as mundanas, não as espirituais
.

A saúde tem se tornado uma poderosa religião contemporânea.
A saúde, por exemplo, tem se tornado uma poderosa religião contemporânea. “O anseio por saúde tem adquirido cada vez mais os traços de uma religião. Essa é a opinião do médico e teólogo Manfred Lütz (de Colônia, na Alemanha). (...) Muitos ‘correm pelas florestas e comem grãos para acabar morrendo saudáveis’, afirmou Lutz durante uma palestra. Onde havia catedrais, erguem-se agora academias de ginástica. A religião da saúde seria a mais poderosa de todos os tempos e apresentaria marcas de totalitarismo. Lütz disse: ‘Enquanto se pode fazer qualquer brincadeira acerca de Jesus, não se pode fazê-lo quando o assunto é saúde’. Além disso, ela seria mais cara do que todas as outras religiões. (...) A mania da vida saudável já teria alcançado grande parte das igrejas, disse o autor de diversos best-sellers (...) ‘Enquanto no passado se jejuava para se privar do alimento, hoje se jejua para se chegar bem tarde, e bem saudável, ao céu’. A saúde seria um grande bem para os cristãos, mas ‘não o bem supremo’, segundo Lütz. Ao invés de viver prevenindo doenças, os cristãos deveriam gozar cada novo dia como um presente divino”.[7]

Como são modernas as palavras de Jesus! Abri o jornal e selecionei alguns títulos da programação da TV. Essa lista demonstra o quanto são atuais as palavras de Jesus acerca dos tempos finais. Hoje estamos vivendo exatamente dentro daquilo que foi dito acerca dos tempos de Noé e de Ló. E ainda existe quem tenha a coragem de dizer que a Bíblia está ultrapassada! Fiquei impressionado com a quantidade de programas sobre preparo de receitas, alimentação saudável e saúde. A passagem bíblica que diz que as pessoas da época de Noé e Ló “compravam, vendiam, plantavam e edificavam” tem seu pleno cumprimento nos nossos dias – o que comprovei lendo os títulos dos programas oferecidos na área de finanças e comércio. Outra característica dos tempos passados que se repete hoje é a de que “casavam e davam-se em casamento”. Programas de namoro, casamentos, descasamentos, novos relacionamentos – a vida privada ocupa o centro das atenções. Mas isso não é tudo. A declaração de Jesus “casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que...”, dá o que pensar! Buscar um parceiro pela internet ou através de agências de casamento virou moda. “Por razões que não cabem aqui, parece que hoje ninguém mais conhece alguém na rotina da vida diária. Por isso, florescem as agências de namoro, de preferência protegidas pela anonimidade da internet”.[8]

A maior parte do que acabamos de listar não é pecado. Mas quando Deus é excluído e quando a salvação em Jesus é rejeitada, quando o homem é movido apenas pelo que é temporal, então tudo isso passa a ser um sinal dos tempos finais.

“Deixe-nos em paz” foi a reação do povo daquela época, e é o que se ouve também hoje. “Deixem-me em paz com esse assunto de apocalipse”, “Vocês são muito catastrofistas!”, “Vocês só querem atrapalhar a minha vida”, “Vocês são fanáticos religiosos”, “Vocês são tão negativos, os desmancha-prazeres da sociedade”. Mas por que a taxa de suicídios e as tragédias aumentam tanto? Por que as clínicas psiquiátricas estão lotadas? Por que nunca houve tanta necessidade de remédios controlados como nos últimos anos? Por que a insatisfação, o medo e a insegurança pairam sobre nossa sociedade como uma névoa escura, uma vez que tudo seria tão bom sem Jesus?

3. Nas épocas de Noé e Ló vemos que não era a multidão que estava com a razão. A maioria de então estava errada, e a minoria (Noé e Ló) é que estava certa. No final, Deus terá razão, Sua Palavra será decisiva – não a opinião da maioria, que diz: “Mas todo mundo faz isso! Isso deve ser correto, já que todos o fazem! É o que a mídia diz...”.

Você sabe qual foi a última afirmação do Senhor Jesus antes de começar a falar do tempo de Noé? “Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão. Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus; nem o Filho, senão o Pai. Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do Homem” (Mt 24.35-37).

A Palavra de Deus é garantida e irrevogável. Mesmo que ninguém saiba o dia ou a hora, temos um ponto de referência na semelhança entre a nossa época e o tempo de Noé.
O exemplo de Noé para os tempos finais


Encontramo-nos diante do último dilúvio de juízos apocalípticos. O fogo do juízo divino virá. Ajudamos a construir a “arca” da Igreja? Alertamos para o que está por vir?

Nosso tempo está diante de um novo dilúvio, não de água mas o dilúvio do Apocalipse, dos juízos dos selos, das trombetas e dos flagelos. Então os céus e a terra serão novamente abalados (comp. Ap 16.20-21). E após esses juízos catastróficos, haverá um novo céu e uma nova terra, nos quais habita justiça (2 Pe 3.13; Ap 21).

O tempo de Noé e Ló mostra-nos que o Arrebatamento está próximo. Noé é chamado por Pedro de “pregador da justiça”, enquanto Ló é chamado apenas de “justo” (2 Pe 5.7). Essa diferença tem algum significado à luz da profecia?

Noé, o pregador da justiça, teve de passar pelo juízo, mas foi protegido em meio a ele. Essa é uma ilustração de Israel. Foi Israel quem proclamou a justiça em Jesus a nós (Rm 9.4-5).

Ló é chamado de “o justo”. Ele foi poupado do juízo, salvo antes da destruição. Representa figuradamente a Igreja. Tornamo-nos justos pela proclamação da justiça por Israel (simbolizado por Noé). Como Ló, porém, a Igreja vive no meio de um mundo cheio de injustiça, mas ela crê e será salva antes do juízo (2 Pe 2.7-9). Assim como Deus salvou o justo Ló, também pode livrar da provação todos os que O temem.

Ló foi salvo sendo tirado do lugar da tentação e da provação ao ser literalmente arrancado de Sodoma (Gn 19.16-17,22). Da mesma forma, a Igreja será salva do lugar da tentação, salva deste mundo, ao ser arrebatada antes do dilúvio apocalíptico. Pois, se apenas os injustos serão preservados para o dia do juízo, então obrigatoriamente os justos serão livrados de passar por esse dia (1 Ts 5.1-10).

Encontramo-nos diante do último dilúvio de juízos apocalípticos. O fogo do juízo divino virá. Somos como Noé, pregadores da justiça? Somos tementes a Deus como ele? Somos obedientes como ele era? Fazemos tudo o que podemos para transmitir à nossa geração a justiça que tem valor diante de Deus? Ajudamos a construir a “arca” da Igreja? Alertamos para o que está por vir?
Notas:
Das 1. Buch Mose (O Livro de Gênesis), Arnold Fruchtenbaum, CMD, p. 209
P.M.Perspektive, 4/2009, p. 25.
O Livro de Gênesis, p. 141.
Idea-Spektrum, 36/2009.
Topic, 10/2009.
Topic, 9/2009.
Topic, 9/2009, p.6.
Prisma, 42/2009, p.5.


Norbert Lieth É Diretor da Chamada da Meia-Noite Internacional. Suas mensagens têm como tema central a Palavra Profética. Logo após sua conversão, estudou em nossa Escola Bíblica e ficou no Uruguai até concluí-la. Por alguns anos trabalhou como missionário em nossa Obra na Bolívia e depois iniciou a divulgação da nossa literatura na Venezuela, onde permaneceu até 1985. Nesse ano, voltou à Suíça e é o principal preletor em nossas conferências na Europa. É autor de vários livros publicados em alemão, português e espanhol.

Publicado anteriormente na revista Chamada da Meia-Noite, julho de 2010.
Revista mensal que trata de vida cristã, defesa da fé, profecias, acontecimentos mundiais e muito mais. Veja como a Bíblia descreveu no passado o mundo em que vivemos hoje, e o de amanhã também. Assine a
qui »


FONTE: http://www.chamada.com.br
publicado por surfandonoassude às 09:11
link do post | comentar | favorito

ATENÇÃO eleitor CRISTÃO - GOVERNO Tentará "ENROLAR" VOCÊ

E VOCÊ FARÁ O QUE? Estamos em enorme desvantagem, pois quando ELES querem, APROVAM TUDO sem consulta popular e TUDO AO CONTRÁRIO da vontade da MAIORIA dos BRASILEIROS - só somos úteis na hora do "teatro das urnas".

VAMOS À notícia:

Para não perder voto religioso governo deixa Plano LGBT para depois
07/08/2012

A estratégia é aprovar o Plano após as eleições para não assustar os eleitores católicos e evangélicos
O governo da presidente Dilma Rousseff perdeu a pressa em relação ao lançamento do Plano Nacional de Cidadania para Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transsexuais. Em maio, assessores envolvidos na elaboração da proposta haviam revelado que o Palácio do Planalto estava disposto a acelerar o processo e que o prazo de lançamento, previsto para dezembro, poderia ser adiantado para agosto ou setembro. Agora, porém, não se fala mais em prazos. (…)

O que preocupa o governo agora são as eleições municipais e suas articulações políticas. Elas envolvem, é claro, grupos ligados a igrejas evangélicas, cada vez mais presentes na cena eleitoral e, na maioria das vezes, contrários às reivindicações dos gays. Só em São Paulo, 15 pastores vão concorrer a cadeiras na Câmara dos Vereadores.

Fonte: coluna de Roldão Arruda do Estado de São Paulo, com adaptações de Holofote.Net

COMENTÁRIO:

A estratégia é “empurrar com a barriga” o famigerado Plano para não assustar o eleitor cristão, católico e evangélico.

Passadas as eleições, o Planalto certamente aprovará o Plano, pois só precisará novamente do voto cristão em 2014, tempo suficiente para que as nefastas ações (do final de 2012) sejam esquecidas.

Mais uma vez o eleitor cristão será enrolado.

Várias propostas do atual Plano Nacional LGBT são verdadeiras aberrações e mostram a real intenção de se criar uma casta especial de seres humanos com proteção exclusiva do estado, os homossexuais.

Com uma reformulação no Plano, pode-se esperar mais novidades.

Dentre as dezenas de propostas, abaixo destacam-se algumas propostas do famigerado Plano:

PROTEÇÃO ESPECIAL PARA ÁREAS FREQUENTADAS POR TRAVESTIS (a população, em geral, que se ‘lixe’, ficando à mercê de toda sorte de violência):
Garantir a segurança em áreas freqüentadas pela população LGBT com grupos de policiais especializados, sobretudo nas quais há grande incidência de discriminação e violência, em decorrência de orientação sexual e identidade de gênero, raça e etnia, entre outras, garantindo o policiamento proporcional ao número de pessoas nos eventos. (Alguns já apelidaram de ‘batalhão gay’).
PROGRAMA ESPECÍFICO DE COMBATE À FOME E À POBREZA VOLTADO AOS GAYS (os demais pobres e famintos ficam na ‘vala comum’):

Assegurar que a política de assistência social estabeleça interface para a população LGBT, sobretudo em programas de combate à fome e à pobreza.

O Plano completo está neste link, com dezenas de outras aberrações.

FONTE: http://holofote.net
publicado por surfandonoassude às 08:49
link do post | comentar | favorito

HINDUS PERSEGUEM CRISTÃOS na ÍNDIA

Cristofobia vem de todos os lados. Hindus perseguem cristãos na Índia
09/08/2012

Hindus utilizam música alta para perseguir cristãos

Além de sofrerem com o alto volume de vídeos assistidos por hindus em localidades próximas a reuniões de oração; cristãos também foram atacados durante os cultos. Três ficaram feridos e o juiz determinou que os cultos em lares fossem cancelados. (…)

Durante meses, um grupo de extremistas hindus, localizado no sul da Índia, encontrou uma forma de prejudicar as reuniões de oração de um ministério cristão local: utilizaram-se do volume da trilha sonora de um filme, o mais alto possível, para atrapalhar a adoração dos irmãos que ali se encontravam.

A situação passou dos limites no início de julho, quando os hindus invadiram uma reunião de oração do Ministério Fim dos Tempos (End Time Ministries), agrediram três cristãos, deixando-os inconscientes, e rasgaram as vestes de uma viúva cristã, conforme informaram funcionários do ministério.

Em consequência à perseguição sofrida, líderes do Ministério Fim dos Tempos anunciaram a mudança da sede para um novo local, a fim de garantir a segurança de seus membros. Um juiz determinou ainda para que esses encontros do ministério não mais acontecessem em residências.

O pastor Mounesh, do Fim dos Tempos, disse à Portas Abertas que, durante três meses, um homem que ele identificou como Kumar Nagappa interrompeu reuniões de oração em Romagonadanahalli, uma pequena aldeia no centro de Karnataka – estado relativamente rico, situado no sudoeste da Índia. Mounesh contou que Nagappa direcionava um alto-falante para onde os cristãos se encontravam e tocava bem alto músicas de algum filme hindu.

Mounesh registrou queixa à polícia em Basavapatna. De acordo com Moses Muragavel, um advogado que defende muitos casos de perseguição aos cristãos em Karnataka, os oficiais emitiram um alerta para Nagappa.

“Nagappa perturba as reuniões cristãs há três meses”, disse Muragavel. Assim, “a polícia chegou a um consenso entre ambas as partes e advertiu Nagappa que parasse de perseguir os cristãos.” Muragavel também afirmou que outro extremista foi identificado: Hanumanthappa, que foi levado em custódia.

“Influenciados por extremistas, um vilarejo inteiro de aldeões voltou-se contra o pastor Mounesh e registrou queixa à polícia contra ele”, disse Muragavel.

Segundo o advogado Muragavel, o subinspetor de polícia de Basavapatna, instruiu o pastor Mounesh, a assinar uma declaração afirmando que ele iria cancelar as reuniões de oração, ciente de que consequências terríveis se seguiriam se não o fizesse. Mounesh assinou.

Perseverança em meio à perseguição

No entanto, o Ministério Fim dos Tempos realizou um encontro de oração no dia seguinte, 6 de julho, liderado por Mounesh e dois pastores convidados.

Foi quando cerca de 100 moradores hindus invadiram o local e espancaram os três pastores, bem como os cristãos, membros da igreja.

“Dois homens cristãos, Hosuramma e Gurumoorthy, foram terrivelmente agredidos”, disse Muragavel. Uma viúva também foi machucada.

“Os extremistas a perseguiram e rasgaram suas roupas”, relatou ele.

Os três cristãos perderam a consciência e foram levados a um hospital em Davangere, uma cidade localizada cerca de 50 quilômetros ao norte. Eles receberam alta após três dias. Mesmo assim, Muragavel disse que “a polícia se recusou a registrar um caso isolado sobre o incidente.” De acordo com o relatório médico, não houve feridos graves, uma informação contestada pelos líderes cristãos.

Os cristãos apelaram para H.T. Sangliana, vice-presidente da Comissão Nacional de Minorias da Índia, o qual iniciou uma série de telefonemas para as autoridades e conseguiu que a polícia registrasse um Boletim de Ocorrências.

Os cristãos apresentaram uma queixa policial contra os extremistas hindus, que entraram com uma queixa contra o pastor Mounesh. A polícia considerou-as igualmente.

O superintendente de polícia de Davangere da Área Rural, Kavalappa, disse à Agência Portas Abertas que a investigação está em curso. Ambos os lados prestaram depoimento no tribunal, em 27 de julho, onde o juiz disse ao pastor Mounesh que ele não deve conduzir cultos nos lares. O Ministério Fim dos Tempos não tem edifício próprio; por isso, reuniões e cultos são realizados, na maioria das vezes, na casa do pastor.

Enquanto isso, o pastor Paul Praveen, superintendente-adjunto do Ministério Fim dos Tempos, disse à Portas Abertas que Mounesh parou todas as atividades cristãs na área.

“Ele se mudou para outra área por medida de segurança,” afirmou Praveen.

Somando 49 casos de violência e hostilidade contra os cristãos em 2011, Karnataka, na Índia, é o Estado com a maior incidência de perseguição, de acordo com uma associação evangélica local. Esse país ocupa a 32ª posição no ranking de nações mais intolerantes aos cristãos.

Assista ao vídeo “O poder de Deus operando na Índia” e outros vídeos sobre a Igreja Perseguida.

Fonte: Portas Abertas, com adaptação no título por Holofote.Net
publicado por surfandonoassude às 08:13
link do post | comentar | favorito

ATLETA exalta a BÍBLIA, a PALAVRA de DEUS

Homem Bíblia’ ganha medalha de prata nas Olimpíadas no salto em distância

Enquanto muitos usam a Bíblia com fins escusos, outros exibem-na como verdadeiro trofeu

O medalhista de prata no salto a distância nas Olimpíadas de Londres, o americano Will Claye, recebeu o apelido de “homem Bíblia”, por causa da forma com que comemorou a conquista na prova de atletismo. Além de se enrolar na bandeira de seu país, gesto comum entre os atletas, Claye surgiu diante das câmeras da transmissão mundial sorrindo e exibindo um exemplar da Bíblia.

O atleta, que ganhou a medalha de ouro no salto triplo no Mundial Indoor de Istambul (Turquia), em março, já havia ganhado um bronze no triplo no último sábado e fez história nos Jogos Olímpicos deste ano por ser o primeiro atleta negro a ganhar medalhas nas duas modalidades de salto, feito que não era repetido desde a Olimpíada do Japão, em 1936. (…) (mais fotos abaixo)
FONTE: http://holofote.net
publicado por surfandonoassude às 08:05
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Agosto de 2012

ÚLTIMOS ACONTECIMENTOS - O Futuro Já Está Acontecendo

09/08/12
Fonte: http://www.projetoomega.com
publicado por surfandonoassude às 16:02
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
17
20
21
22
23
26
28
29
30
31

.posts recentes

. A MENTIRA do RELATIVISMO

. SALVAÇÃO, de Onde Ela Vem...

. CONTROLE DO CLIMA - GUERR...

. GUERRAS e RUMORES de GUER...

. 75 MIL BRASILEIROS serão ...

. POSSÍVEL GUERRA Sul-ameri...

. ARMAGEDON FINANCEIRO depo...

. "E HAVERÁ SINAIS no SOL e...

. CIDADES "FANTASMAS" també...

. CRISTÃOS são CRUCIFICADOS...

.arquivos

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Maio 2010

. Abril 2010

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds