Terça-feira, 12 de Junho de 2012

ASTRÔNOMO BRASILEIRO faz descoberta e REASCENDE antigo pesadelo



Foto: EPA

Astrónomo descobriu por cálculo planeta desconhecido do Sistema Solar
No confim do Sistema Solar, além do Plutão, encontra-se um planeta 4 vezes maior que a Terra. A esta conclusão chegou o astrónomo brasileiro Rodney Gomes, do Observatório Nacional do Rio de Janeiro, depois de ter estudado os desvios das órbitas dos corpos celestes situados na chamada Faixa Kuiper. O brasileiro está disposto a entregar seus cálculos e análises para fundamentar esta teoria. Esta declaração do astrónomo brasileiro fez estourar toda a Internet.


Na rede, passou a ser divulgado de novo o antigo pesadelo, de acordo com o qual “dentro de 2 anos entrará no Sistema Solar o planeta X, cuja gravitação provocará na Terra horríveis terremotos, erupções vulcânicas e tsunamis. A maioria das pessoas morrerá até 2013”. Segundo uma outra versão, no Sistema Solar entrará a estrela fria Nibiru acompanhada por vários planetas. A situação será ainda pior.
FONTE: PUBLICO.PT


Folha de S. Paulo: Órbitas de pequenos astros além de Netuno seriam pista de corpo ainda desconhecido
SALVADOR NOGUEIRA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

A análise das órbitas dos objetos que ficam além de Netuno parece sugerir a existência de outro planeta, ainda desconhecido, no Sistema Solar. A ideia audaciosa partiu de Rodney Gomes, astrônomo do ON (Observatório Nacional), no Rio de Janeiro.

Especialista em dinâmica orbital, Gomes atingiu alto grau de respeitabilidade por estudos anteriores, que sugeriam que Urano e Netuno podem ter trocado de posição nos primórdios da história solar. Ele apresentou seus mais recentes resultados na reunião da Sociedade Astronômica Americana.

Os astrônomos presentes julgaram que o trabalho é sólido, mas apontam, com razão, que ainda falta muito para que se possa dizer que o tal planeta existe de fato. O próprio Gomes concorda.

Um dos problemas é que há múltiplas possibilidades que explicam o padrão de órbitas visto nos objetos do cinturão de Kuiper (do qual Plutão, ex-planeta, faz parte), que Gomes investigou.

Um novo planeta explicaria, por exemplo, a estranha órbita de um objeto similar a Plutão, conhecido como Sedna, e de uma população de astros do tipo, com dimensões modestas para serem tidos como planetas, que seguem órbitas muito ovais.

Mas Gomes ainda não pode prever como seria esse planeta. Talvez ele seja tão grande quanto Netuno, numa órbita radicalmente distante (225 bilhões de km, quase 40 vezes mais longe que Plutão).

"Posso apenas dizer que planetas com certas relações entre massa e distância do Sol causariam uma 'superpopulação' de corpos de alto semieixo maior [ou seja, com órbitas bem ovais]", diz ele.

De toda forma, é uma análise interessante que deve reacender a busca pelo chamado Planeta X -expressão usada desde que o astrônomo Percival Lowell, no início do século 20, incentivou a busca por um outro mundo solar além de Netuno.

Até agora, houve dois alarmes falsos: Plutão (achado em 1930, acabou sendo inicialmente classificado como planeta para depois ser rebaixado) e Éris (cuja descoberta, em 2005, levou à reclassificação plutoniana). Será que a terceira tentativa é a boa?
publicado por surfandonoassude às 15:10
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
17
20
21
22
23
26
28
29
30
31

.posts recentes

. A MENTIRA do RELATIVISMO

. SALVAÇÃO, de Onde Ela Vem...

. CONTROLE DO CLIMA - GUERR...

. GUERRAS e RUMORES de GUER...

. 75 MIL BRASILEIROS serão ...

. POSSÍVEL GUERRA Sul-ameri...

. ARMAGEDON FINANCEIRO depo...

. "E HAVERÁ SINAIS no SOL e...

. CIDADES "FANTASMAS" també...

. CRISTÃOS são CRUCIFICADOS...

.arquivos

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Fevereiro 2011

. Maio 2010

. Abril 2010

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds